Pele seca: causas e tratamento

Pele seca: causas e tratamento

A pele é um dos órgãos mais importantes do corpo e sua exposição a fatores externos como o sol, o clima e a água podem provocar mudanças na sua aparência, lesões cutâneas e ressecamento extremo. A pele seca é a principal causa dos incômodos na epiderme e ocorre quando o órgão perde muita água e oleosidade. Esta condição pode ocorrer em qualquer idade e em qualquer parte do corpo, mas é mais comum nas mãos, pés, braços e parte interna das coxas.

A falta de umidade na derme pode se manifestar de diferentes formas, causando aspereza, descamação, rachaduras, vermelhidão, inflamação, rigidez e coceira. A pele seca costuma ser sentida muito firme depois do banho e parece rachada a olho nu. Conhecer quais são os fatores internos e externos que podem afetar a umidade da mesma é importante para tratar corretamente o ressecamento, por este motivo, no ONsalus, preparamos este artigo sobre a pele seca: causas e tratamento.

Fatores internos que podem causar a pele seca

Algumas doenças de pele ou de outras partes do corpo podem intervir na conservação natural da umidade da pele, causando um ressecamento extremo como principal consequência. Entre as causas da pele seca, encontramos as seguintes condições:

Eczema

São um conjunto de condições cutâneas conhecidas como dermatite, que causam inflamação da pele, coceira, descamação e vermelhidão. A causa destas condições é desconhecida e elas podem ser facilmente reconhecidas pelas urticárias que provocam no rosto, cotovelos, atrás dos joelhos, mãos e pés.

O eczema é uma doença não contagiosa que pode melhorar com o passar do tempo. O eczema mais comem é a dermatite atópica, que afeta mais os recém-nascidos e costuma desaparecer quando adulto. Arranhar-se, tomar banho com água quente, ficar exposto ao sol sem proteção ou a baixas temperaturas pode piorar consideravelmente o eczema.

Psoríase

A psoríase é uma doença cutânea associada a uma desordem no sistema imunológico. Esta condição causa inflamação, vermelhidão e o aparecimento de manchas ou placas prateadas que tornam a pele escamosa. A maioria das pessoas com psoríase tem ressecamento na pele e precisa utilizar diariamente emolientes ou pomadas que permitam manter a epiderme hidratada a fim de evitar surtos e sintomas da doença.

A psoríase não é contagiosa e o objetivo do seu tratamento é prevenir os surtos e as infecções que possam surgir na pele. Estar exposto a fatores externos como o ar seco, a água quente e os raios solares pode levar a um surto de psoríase. O estresse, as emoções fortes e o consumo de bebidas alcoólicas também pode piorar as lesões cutâneas.

Xerose

É um ressecamento anormal que surge na pele ou nas membranas mucosas e piora consideravelmente durante as estações mais frias, como o inverno. A pele com xerose parece seca, escamosa, avermelhada e rachada. Muitas vezes, as pessoas com esta doença observam descamações, especialmente nas pernas e braços.

Assim como a psoríase, o tratamento desta condição consiste em aliviar os sintomas, por isso que é necessário utilizar cremes hidratantes a base de ureia e ácido láctico. O uso de loções com esteroides é recomendado se há inflamação e coceira intensa.

Diabetes mellitus

Pessoas que sofrem de diabetes têm maior risco de sofrer de pele seca por causa de um bloqueio na sudoração, o que pode causar a formação de rachaduras que facilitam a entrada de germes e bactérias que possam causar uma infecção. É importante manter todo o corpo hidratado, especialmente os pés.

Má alimentação

Ter uma alimentação desequilibrada pode causar uma falta de vitaminais e minerais que pode trazer como consequência uma pele seca, rachada, rígida e envelhecida. Prestar atenção ao consumo ótimo de vitamina A e vitamina E é importante para prevenir o ressecamento da pele devido a uma má alimentação.

Outras causas internas para pele seca

  • Fator genético e histórico familiar.
  • Peles claras tem maiores chances de sofrer ressecamento que as escurece.
  • Mudanças hormonais como as que ocorrem durante a gravidez e a menopausa.

Neste outro artigo falamos sobre a pele do rosto ressecada: causas, tratamento e remédios caseiros.

Fatores externos que podem causar pele seca

A pele é o órgão mais exposto a todos os tipos de fatores externos que podem atentar contra a umidade e causar lesões cutâneas muito incômodas. Os desencadeantes externos que causam a pele seca podem ser classificados da seguinte maneira:

Ambientais

  • Mudanças climáticas muito agressivas como o frio, o calor e o ar seco.
  • Estações frias como o inverno e quentes como o verão.
  • A exposição aos raios solares pode acelerar o envelhecimento, e a pele fica cada vez mais seca conforme a pessoa envelhece.

Cutâneos

  • Banhos com água muito quente eliminam a barreira protetora da umidade cutânea.
  • Tomar banhos muito longos também afetam a umidade da derme e causam ressecamento extremo.
  • Não utilizar cremes ou emolientes especializados para a pele seca.
  • Utilizar cosméticos irritantes.
  • Usar sabonetes ou loções abrasivas que eliminam a camada de lipídios da derme e permitem liberar a umidade da mesma.

Medicamentos

Os tratamentos para o câncer como a quimioterapia e a radioterapia podem afetar a composição da pele e comprometer de forma muito séria sua umidade. Os diuréticos e anti-hipertensivos também podem causar o ressecamento.

Outras causas da pele seca

Protetor solar

Para que a pele seca esteja corretamente protegida dos raios solares é preciso usar um protetor que tenha fator de proteção e fator de hidratação. O protetor solar não deve conter perfumes nem corantes, a fim de evitar a irritação da pele.

Trabalho ao ar livre

Pessoas cujas profissões exigem que se trabalhem ao ar livre, como pescadores e agricultores, têm maiores chances de desenvolver a pele seca por estar constantemente expostos a fatores externos como o clima e o sol.

Tabagismo

A nicotina e outras substâncias químicas contidas nos cigarros e fumaça do tabaco afetam a circulação sanguínea, permitindo que a pele fique murcha e seque mais facilmente. Fumar acelera o processo de envelhecimento e estimula o aparecimento de rugas.

Tratamento para a pele muito seca

Limpeza da pele

A pele seca deve ser lavada com uma loção suave que impeça que a camada protetora da umidade seja eliminada. Da mesma forma, o sabonete não deve conter fragrâncias nem cor para evitar qualquer tipo de irritação cutânea. É recomendado utilizar sabonetes com ureia, pois garantem a hidratação ao mesmo tempo em que ajudam a manter a umidade em seu interior.

Cuidado da pele seca do rosto

É muito importante escolher para o rosto produtos emolientes, mas não abrasivos e que estejam livres de fragrâncias e corantes. A pele do rosto é a mais delicada de todo o corpo e a mais sensível aos fatores externos, por isso que é muito importante limpá-la duas vezes ao dia: pela manhã e de noite. É importante evitar o uso de produtos com álcool ou mentol.

Remover a maquiagem todos os dias com produtos suaves e hidratantes é importante para evitar que impurezas fiquem acumuladas nos poros e piorem a vermelhidão e a coceira. Também é importante passar protetor solar no rosto todos os dias para prevenir o ressecamento facial.

Como hidratar a pele seca

Os hidratantes ideais para a pele seca são aqueles que são feitos a base dos seguintes componentes:

  • Ureia e lactato: ajudam a fixar a umidade nas camadas da pele e, por serem naturais, não são tóxicos nem causam alergias. O recomendado é utilizar um creme que contenha mais de 5% de concentração de ureia.
  • Glucoglicerol: é uma molécula capaz de estimular a umidade natural da pele, ajudando a aumentar o fluxo de umidade desde as camadas mais internas até o exterior. O glucoglicerol garante uma hidratação duradoura.
  • Ceramida-3: ajuda a reduzir a perda de umidade porque repara a barreira lipídica.
  • Ácido hialurônico: é ideal para tratar a pele seca por causa da idade. Além de estimular a hidratação e umidade da pele, ajuda a reduzir linhas de expressão e rugas. Recomenda-se utilizar cremes com ácido hialurônico ao redor dos olhos de dia e de noite.

Conselhos para tratar a pele seca

  • Utilizar luvas ao esfregar ou lavar roupas na mão, a fim de evitar a exposição a produtos químicos abrasivos.
  • Evitar a exposição ao ar seco do exterior, ao ar condicionado e a calefação.
  • Tomar banhos com água morna e evitar tomar banhos muito longos.
  • Utilizar sabões sem cheiros ou corantes para lavar as roupas.
  • Aplicar o creme hidratante, pomadas ou emolientes com a pele molhada para ter uma melhor absorção.
  • Tomar bastante líquido diariamente, ao menos 2 litros de água por dia.
  • Secar a pele dando tapinhas com a tolha ao invés de esfregar a epiderme.
  • Aplicar creme hidratante 2 ou 3 vezes ao dia.
  • Ter no bolso um creme especial para hidratar as mãos.
  • Utilizar protetor solar todos os dias, inclusive quando o céu está nublado.

Este artigo é meramente informativo, no ONsalus.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos médicos nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Pele seca: causas e tratamento, recomendamos que entre na nossa categoria de Pele, cabelo e unhas.