menu
Partilhar

Qual o tempo de recuperção da trombose na perna?

 
Por Dra. Ivonne Nieves Blanco, Médica Cirurgiã. 22 junho 2021
Qual o tempo de recuperção da trombose na perna?

A trombose na perna é um problema médico que surge frequentemente na panturrilha ou na coxa, de forma inesperada e traumática. É uma alteração muito dolorosa que tende a causar certas preocupações devido às repercussões que pode ter para a saúde.

É importante fazer o tratamento desta alteração, pois existe o risco de provocar uma complicação conhecida como embolia pulmonar, a qual pode ser mortal se não tratada rapidamente.

O tempo necessário para curar uma trombose na perna é algo que preocupa quem a sofre, pois é uma doença muito dolorosa, assim como limitante, que requer repouso e tratamento médico urgente.

Nas próximas linhas deste artigo do ONsalus você encontrará todas as informações que precisa para saber qual o tempo de recuperção da trombose na perna. Boa leitura.

Qual o tempo de recuperção da trombose na perna?

Geralmente, o tempo que demora para curar uma trombose na perna é por volta de 3 meses, seguindo estritamente as indicações médicas. O tempo dependerá da:

  • Situação em que está o paciente.
  • As condições médicas.
  • O motivo que originou o desenvolvimento do coágulo sanguíneo.

Dependendo destes fatores, pode demorar mais de 6 meses. Várias pessoas se recuperam completamente após sofrer uma trombose nas pernas, mas até 40% delas continuam tendo sintomas mesmo passados anos do diagnóstico inicial.

Agora, se você tiver iniciado o tratamento, o tempo de repouso total para a recuperação da trombose na perna vai variar de acordo com a sua condição e do que o médico estabelecer, mas este tempo de descanso total pode durar de 5 a 15 dias.

Como curar uma trombose na perna

A trombose na perna é curada com tratamento médico, para isso, o especialista indicará medicamentos como:

  • Anticoagulantes: são utilizados para diminuir a capacidade de coagulação do sangue. Desta forma, se evita que os coágulos aumentem de tamanho. Estes medicamentos podem ser tomados via oral, administrados por injeção subcutânea (sob a pele) ou por via endovenosa. A Warfarina e a Heparina são medicamentos usados de 3 a 6 meses, dependendo das condições do paciente.
  • Meias de compressão graduadas: estas meias são indicadas para diminuir a inflamação das pernas, as quais comprimem desde o arco do pé até um ponto acima ou abaixo do joelho. Estas meias fazem uma leve pressão de baixo para cima, desta forma evitam que o sangue fique acumulado e sejam formados os coágulos.
  • Filtro da veia cava: este procedimento é feito naqueles casos em que não podem ser tomados anticoagulantes ou estes não estão tendo o efeito desejado. O médico recomendará a colocação deste filtro na veia cava, a fim de prender estes coágulos antes que cheguem aos pulmões, evitando assim a embolia pulmonar.
  • Exercícios e terapia: eles devem ser feitos com as meias de compressão. Uma simples caminhada fará com que a circulação melhore. A fisioterapia, assim como os exercícios de alongamento, melhoram a circulação, ajudam a controlar a dor e, ao mesmo tempo, diminuem o risco de aparecimento de mais coágulos.

Quais as consequências de ter uma trombose na perna?

São várias as consequências que podem surgir por causa de uma trombose na perna. A principal é que o coágulo ou trombo se solte e viaje pela corrente sanguínea, sendo alojado nos pulmões, obstruindo assim o fluxo de sangue, o que provoca uma embolia pulmonar, a qual pode levar à morte do paciente. Isto é notado quando surge:

  • Dificuldade para respirar de forma abrupta.
  • Pulso rápido.
  • Dor no peito.
  • Tontura.
  • Vertigem.
  • Tosse, às vezes acompanhada de sangue.

Outra consequência que uma trombose na perna pode trazer é o aparecimento da síndrome pós-flebítica (SPT), que surge quando uma parte da perna está prejudicada devido a uma trombose venosa profunda, o que causa:

É importante saber que os anticoagulantes podem gerar o aparecimento de sangramento como efeito colateral.

Quem consultar se você suspeita que está com uma trombose na perna

Se você estiver sentindo sua perna inchada, com dor e está preocupado de que se trata de uma trombose, consulte urgentemente um médico na urgência de um hospital ou um médico de confiança. Após te examinar, ele dará o diagnóstico para iniciar o tratamento imediatamente.

A trombose na perna é uma condição grave que requer atenção e tratamento médico urgente, a fim de evitar complicações que coloquem em risco a vida do paciente.

Agora que você já sabe qual o tempo de recuperação da trombose na perna, talvez possa te interessar este outro artigo do ONsalus em que falamos sobre os remédios para varizes nas pernas.

Este artigo é meramente informativo, no ONsalus.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos médicos nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Qual o tempo de recuperção da trombose na perna?, recomendamos que entre na nossa categoria de Sangue, coração e circulação.

Bibliografia
  • Weinmann, E. E., & Salzman, E. W. (1996). Trombosis venosa profunda. Revista cubana de medicina, 35(2), 118-135.
  • Páramo, J. A., de Gaona, E. R., García, R., Rodríguez, P., & Lecumberri, R. (2007). Diagnóstico y tratamiento de la trombosis venosa profunda. Revista de Medicina de la Universidad de Navarra, 13-17.

Escrever comentário

O que lhe pareceu o artigo?
Qual o tempo de recuperção da trombose na perna?
Qual o tempo de recuperção da trombose na perna?

Voltar ao topo da página