Partilhar

Manchas nos seios: causas e tratamentos

 
Por Dra. Gennesis Gonzalez, Médica Cirurgiã. 2 setembro 2019
Manchas nos seios: causas e tratamentos

A pele é o órgão mais extenso do corpo humano, nos protege do meio ambiente e regula nossa temperatura corporal. Mudanças em sua cor, tonalidade ou textura podem representar uma condição que deve ser tratada.

As manchas nos seios podem estar relacionadas com a genética, mudanças hormonais e inclusive com a idade, e dependem de suas características para determinar por que surgem e como tratá-las de forma eficaz. Se deseja saber mais sobre este assunto te convidamos para que continue lendo este artigo do ONsalus sobre as manchas nos seios: causas e tratamentos.

Manchas nos seios: causas

Qualquer mancha em nossa pele chama a atenção imediatamente, neste caso, a preocupação aumenta se esta modificação da superfície da pele se apresenta especificamente nos seios, mas por que realmente surgem manchas nos seios?

Idade

Normalmente, as mudanças de coloração na pele ocorrem pelas modificações que são geradas neste extenso órgão através do tempo, falamos que quanto mais idosa, maiores as chances de aparecerem manchas escuras nos seios. Sendo que elas são frequentes nas áreas de dobras, especificamente, na parte de baixo da mama.

Costumam ser chamadas como manchas de idade e ocorrem, além do passar dos anos, pelo deterioramento das células pelos radicais livres. Nesta área a produção de melanina é afetada tornando-se irregular. Costuma ser frequente se manifestarem a partir dos 50 anos de idade.

Manchas por vasos capilares

Outras vezes, as manchas nos seios podem ser devidas ao acúmulo de vasos capilares. Podem surgir por dois motivos, o primeiro deles é que pode aparecer em mulheres jovens que um tenham histórico na família deste acúmulo de capilares, a outra é que pode se manifestar com mais frequência em uma idade mais avançada.

Manchas nos seios na gestação

A gravidez vem acompanhada de diversas mudanças físicas, psicológicas e hormonais. Nesta etapa, a mulher se prepara para receber um novo ser, e uma destas modificações que surge são as mudanças na pigmentação da pele, destacando-se a hiperpigmentação de algumas áreas, como os seios. Isto ocorre devido ao aumento do hormônio estimulante de melanina.

As áreas dos seios que ficam pigmentadas são a aréola e o mamilo, também pode aparecer um anel ao redor da aréola, chamado medicamente de aréola de Dubois.

Doença de Paget

Também conhecida como doença de Paget do seio ou do mamilo, é um tipo de câncer de pele que afeta especificamente o mamilo. A doença diagnosticada aproximadamente aos 57 anos de idade, contudo, pode ser detectada em adolescentes e pessoas com mais de 90 anos.

Sua causa ainda não foi descrita com exatidão, mas gira em torno de duas teorias, a mais aceita é de que células cancerígenas de um tumor no seio viajam pelos ductos galactóforos até o mamilo e à aréola.

Caracteriza-se por apresentar uma espécie de placa eritematosa e descamativa no mamilo ou muito próxima a ele, tendo uma extensão entre 3 e 15 cm.

Cerca de 1 a 4% de todos os casos de câncer de mama se tratam da doença de Paget do seio, de acordo com o Instituto Nacional do Câncer[1].

Carcinoma de células basais

Faz parte do grupo dos cânceres de pele, também é conhecido como carcinoma basocelular. Seu nome indica o começo desta condição, justamente nas células basais da pele, cuja função reside basicamente na produção de novas células cutâneas conforme as outras células (velhas) morrem.

Este tipo de câncer aparece com menor frequência nos seios da mulher, contudo, é imprescindível conhecer suas características. Inicialmente, podem surgir caroços ou feridas com tonalidades que vão desde o branco perolado até o vermelho, sendo este último a cor que normalmente é vista no seio, também pode ser estar escamosa, plana e com uma leve borda em relevo, aumentando seu tamanho com o passar do tempo. Se observar algumas destas mudanças, não hesite em consultar um médico.

Manchas nos seios: causas e tratamentos - Manchas nos seios: causas

Manchas nos seios: outras causas

Outras das causas das manchas nos seios podem ser:

Pitiríase versicolor

É definida como uma infecção micótica ou por fungos que ocorre de forma superficial na pele, age de forma assintomática e é frequente em qualquer idade. Causa o aparecimento de manchas de forma oval ou redonda nos seios, costas e braços.

As manchas que são vistas podem ser de cor rosada, brancas ou marrons. Este tipo de infecção micótica impede que a pele fique bronzeada ante a exposição solar. Tende a se proliferar quando o ambiente onde vive (a pele) se torna úmido e quente, crescendo desenfreadamente.

Lentigos

Os lentigos simples são os que mais se manifestam nesta região. São máculas ou manchas pigmentadas de cor marrom que aparecem como resultado do aumento do funcionamento dos melanócitos.

Podem aparecer várias manchas nos seios, sobretudo, se há sobrexposição solar ou se a pessoa sofre de outras síndromes ou doenças.

Vitiligo

A melanina é o pigmento encarregado de dar cor ao cabelo e à pele, o vitiligo aparece quando os melanócitos não funcionam adequadamente ou morrem com a falta deste pigmento (melanina).

O vitiligo é uma doença crônica, mas não é contagiosa e nem põe a vida de quem a sofre em perigo. Caracteriza-se por apresentar manchas hipopigmentadas ou esbranquiçadas. Aparece na:

  • Parte central do peito ou das mamas.
  • Costas.
  • Pálpebras.
  • Nariz.
  • Boca.
  • Axila.
  • Virilha.

Diabetes mellitus

A diabetes mellitus é uma doença que não diferencia raça ou sexo. Além disso, quando aparece caracteriza-se por descontrolar os níveis de glicose ou insulina no corpo, mas também pode gerar outras consequências, entre elas na pele, onde aparecem manchas escuras, sobretudo embaixo dos seios.

Manchas nos seios: tratamentos

A forma pela qual se pode eliminar as manchas nos seios vai depender proporcionalmente da causa do aparecimento.

Caso possam ser eliminadas após o médico avaliá-las e determinar sua causa, pode-se indicar:

  1. Cremes: o uso de cremes despigmentantes permite reduzir as manchas que aparecem na pele devido às diferentes causas (solar, hormonal ou por genética). Unificam o tom de pele e diminuem o tamanho das manchas. Recomenda-se aplicar na estação do ano em que haja menor exposição solar e, preferencialmente, durante a noite. Os resultados são visíveis em aproximadamente 6-8 semanas.
  2. Peeling: também conhecido como esfoliação química, é um procedimento onde realiza-se a aplicação de produtos químicos através de uma equipe profissional para conseguir regenerar a pele. Este processo só deve ser indicado e realizado pelo especialista, já que é indicado para manchas difíceis de tratar.
  3. Laser: dependendo da localização da mancha, o médico pode sugerir a realização de 1 ou 2 sessões com laser para eliminar as manchas, sobretudo, os lentigos. A mancha, posteriormente, se tornará em crosta e, ao cair, a pele ficará restaurada.

Por outro lado, existem alguns remédios caseiros para eliminar as manchas na pele:

  • Chá verde: um eficaz antioxidante, inibe a tirosinase (enzima que produz a melanina). Sua aplicação permite modular a distribuição da melanina.
  • Alcaçuz: age de forma similar ao chá verde, pode ser encontrado em cremes a base de alcaçuz e aplicado diretamente sobre as manchas depois da avaliação médica e do diagnóstico preciso.
  • Camomila: outro remédio caseiro útil para tratar as manchas nos seios é a camomila, age protegendo a produção da melanina que ocorre após o estímulo dos raios ultravioletas.

A pele reflete a saúde do nosso corpo, ante a presença de alguma mancha hipo ou hiperpigmentada, não hesite em ser avaliada pelo seu médico de confiança imediatamente. Um diagnóstico precoce te permitirá ter um tratamento eficaz.

Este artigo é meramente informativo, no ONsalus.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos médicos nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Manchas nos seios: causas e tratamentos, recomendamos que entre na nossa categoria de Pele, cabelo e unhas.

Referências
  1. NIH. Instituto Nacional del Cáncer. Enfermedad de Paget de Seno. Disponível em: https://www.cancer.gov/espanol/tipos/seno/hoja-informativa-paget-seno

Escrever comentário sobre Manchas nos seios: causas e tratamentos

O que lhe pareceu o artigo?

Manchas nos seios: causas e tratamentos
1 de 2
Manchas nos seios: causas e tratamentos

Voltar ao topo da página