Partilhar

Alergia nervosa: sintomas e tratamento

Por Martim Pereira, Redator ONsalus. 1 agosto 2018
Alergia nervosa: sintomas e tratamento

Sem dúvida que o estresse a tensão afetam muito a nossa saúde, não só do ponto de vista psicológico ou emocional mas também físico. Muitas condições de saúde podem ser produto da ansiedade e do nervosismo e uma delas é uma patologia conhecida como alergia nervosa, uma condição que pode provocar um grande desconforto, embora não seja muito comum. Se você notou que, quando passa por períodos particularmente estressantes, a sua pele ganha urticária ou dermatite, talvez você esteja sofrendo dessa condição. Continue lendo porque, nesse artigo do ONsalus, explicamos os sintomas e tratamento da alergia nervosa e mostramos algumas fotografias da dermatite nervosa.

Também lhe pode interessar: Parkinson: sintomas e tratamento

O que é urticaria nervosa

As alergias são uma reação do nosso sistema imunológico perante um organismo estranho que provoca sensibilidade no nosso corpo. Para se proteger dele e tentar eliminá-lo do corpo, o nosso sistema imunológico provoca uma série de sintomas de caráter respiratório, nervoso ou eruptivo que são popularmente associados a esta condição.

No entanto, no caso da alergia nervosa, também chamada de dermatite nervosa, alergia por estresse ou urticária nervosa, não existe um agente externo que a desencadeia. É provocada por estresse, tensão e nervosismo que ativam essa resposta do sistema imunológico, trazendo uma erupção evidente na pele em forma de equimoses que apenas aparecem em períodos tensos.

Perante uma condição de estresse ou tensão, as defesas caem e o sistema nervoso se ativa, gerando diversas reações, sendo uma delas o aparecimento de dermatite na pele com sintomas incômodos para o paciente e que se agravam com o seu próprio nervosismo.

Alergia nervosa: sintomas e tratamento - O que é urticaria nervosa

Alergia nervosa: sintomas

Por carecer de um alérgeno que possa ser facilmente detectado, a alergia nervosa é muitas vezes uma condição difícil de diagnosticar e que é acompanhada de um quadro emocional que deve ser tratado.

Os sintomas da dermatite nervosa mais comuns são:

  • Surto alérgico na pele que provoca coceira, com marcas semelhantes a pequenas picadas de insetos.
  • A alergia costuma afetar zonas como as pernas, atrás dos joelhos, as mãos, os cotovelos ou o pescoço.
  • A coceira piora em momentos de máxima tensão, podendo se tornar quase insuportável.
  • A coceira pode piorar durante a noite.

Normalmente, os pacientes que sofrem de alergia nervosa são submetidos a muita tensão, quer seja no plano laboral, familiar ou pessoal, algo que provoca as equimoses por estresse. São pessoas que também podem apresentar outras condições associadas ao controle das emoções e da tensão, como problemas digestivos, quadros de ansiedade, contraturas musculares por estresse ou até mesmo distúrbios do sono provocados pela tensão.

Todos esses aspectos psicológicos devem ser avaliados na consulta antes de chegar a um diagnóstico. No entanto, agir rapidamente e tratar a condição é importante para evitar que as lesões se infetem pela necessidade constante de coçá-las.

Alergia nervosa: sintomas e tratamento - Alergia nervosa: sintomas

Alergia nervosa na pele: tratamento

Para tratar a alergia nervosa ou dermatite nervosa, devem ser abordados dois aspectos: um que consiste na administração de medicamentos para tratar as lesões e, em casos mais severos, diminuir a ansiedade e nervosismo, e outro que está relacionado com alterações nos hábitos de vida que precisam ser incorporadas para aprender a controlar a tensão corretamente e assim evitar o aparecimento de novos episódios.

É muito importante que você evite se coçar compulsivamente para não aumentar as lesões de urticária nervosa e provocar infecções na pele. O tratamento que se costuma recomendar para a dermatite nervosa é:

  • Aplicação de creme com corticoides para reduzir a coceira e aliviar o desconforto provocado pela dermatite.
  • É possível que o médico também considere receitar algum medicamento para reduzir a ansiedade ou que recomende um psicólogo para ajudar a canalizar o estresse adequadamente.
Alergia nervosa: sintomas e tratamento - Alergia nervosa na pele: tratamento

Dermatite nervosa: remédios caseiros

A aplicação de um creme com corticoides ajuda aliviar o desconforto mas não impede que a alergia se manifeste cada vez que você passa por um período estressante. É por isso que alterar a sua rotina é essencial para melhorar a condição, sendo imprescindível:

  • Aprender a canalizar adequadamente a tensão cotidiana. Praticar exercícios com frequência é um dos jeitos mais simples de consegui-lo, uma vez que ajuda a diminuir o estresse e a liberar hormônios que nos fazem sentir bem.
  • Realizar atividades relaxantes também é muito recomendado nesses casos: práticas como yôga, pilates e meditação podem te ajudar a equilibrar as emoções e melhorar sua saúde geral.
  • Ervas medicinais como a camomila, a melissa, a passiflora ou a valeriana, ingeridas em infusão, podem ajudar a combater eficazmente a ansiedade e o estresse.
  • Além do tratamento médico, você pode optar por complementar a recuperação com medicina alternativa para diminuir os nervos. A acupuntura ou os tratamentos com florais de Bach podem ter efeitos benéficos, ajudando a reduzir a tensão.
  • Caso controlar o estresse seja muito difícil para você, recomendamos que você procure a ajuda de um psicólogo para que ele te ofereça ferramentas para canalizar a tensão adequadamente, além de pôr em prática as recomendações anteriores.

Este artigo é meramente informativo, no ONsalus.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos médicos nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Alergia nervosa: sintomas e tratamento, recomendamos que entre na nossa categoria de Sistema imunitário.

Escrever comentário sobre Alergia nervosa: sintomas e tratamento

O que lhe pareceu o artigo?
1 comentário
A sua avaliação:
Jonas
tenho alergia nervosa no rosto

Alergia nervosa: sintomas e tratamento
1 de 4
Alergia nervosa: sintomas e tratamento

Voltar ao topo da página