Partilhar

Alimentos que lactantes devem evitar

 
Por Nicolas Garin, Redator ONsalus. Atualizado: 14 março 2018
Alimentos que lactantes devem evitar

A lactância é uma etapa essencial para o desenvolvimento e crescimento do recém nascido que, por via do leite materno, vai obter os nutrientes e anticorpos necessários para fortalecer o seu sistema imunológico. É por isso que é importante ter uma dieta equilibrada, já que a qualidade nutricional do leite da mãe depende dela.

Embora o leite materno forneça nutrientes, hormônios, enzimas e água que promovem o bem-estar da criança, existem também outros componentes obtidos dos alimentos que são transferidos através dele e que podem provocar desconforto e irritabilidade no bebê. Quando você observa efeitos negativos no seu filho depois de amamentar, não hesite em parar de comer o alimento suspeito até a reação desaparecer. Tome atenção às propriedades de certos alimentos também, como as proteínas do ovo e o leite de vaca, reconhecidos pela sua alta incidência como alérgenos. Alguns dos alimentos que lactantes devem evitar são o álcool, a cafeína, os vegetais e as especiarias. Neste artigo do ONsalus, indicamos quais são os alimentos que você deve evitar para que seu bebê se sinta sempre bem. Continue lendo e descubra a lista de alimentos que lactantes não podem comer!

Também lhe pode interessar: Alimentos ricos em proteínas

Álcool

Embora se possa beber ocasionalmente ou em quantidades reduzidas, é recomendável que, durante a lactância, a mamãe não beba, já que este passa para o leite materno entre os 30 e os 60 minutos depois de ser ingerido.

O efeito que o álcool tem sobre o bebê vai depender da quantidade consumida e do tempo que passou desde a sua ingestão. O consumo prolongado provoca deterioração, sedação, retardo psicomotor e irritabilidade no bebê amamentado. Já o consumo pontual inibe a mãe de oxitocina, diminuindo assim a produção de leite entre 10% e 25%. Se esta ingestão for excessiva, pode provocar efeitos terríveis no bebê como convulsões ou estado de coma.

Menos prejudicial, mas não menos importante: o álcool modifica o odor e o sabor do leite materno, o que possivelmente não será do agrado do bebê, podendo ser rejeitado por ele. Se mesmo assim, você decidir ingerir álcool, opte por amamentar o seu filho antes de beber ou extrair o leite antecipadamente. Se você tomou um gole de cerveja (335ml), espere pelo menos duas horas para poder dar leite e, de preferência, depois de ter comido e bebido líquido suficiente.

Alimentos que lactantes devem evitar - Álcool

Cafeína

A cafeína é um componente que podemos encontrar no café, no chocolate, nas bebidas carbonatadas e em alguns produtos à base de plantas como o chá verde ou preto, ou aqueles que contêm guaraná, erva-mate ou noz de cola.

Quando a mãe consome algum alimento que contenha cafeína, ele entra no leite entre 1 a 1 hora e meia depois de ser ingerido. Ao entrar no sistema da lactante, a cafeína é metabolizada muito lentamente, pelo que se acumula no seu organismo se for consumida em excesso. Os efeitos podem tardar até uma semana para desaparecer.

Ao inserir este componente no sistema do bebê, você notará que ele fica mais irritável, nervoso, ativo e alerta e as horas de sono dele sofrerão alterações. Se você observar algum de estes sintomas no seu bebê, recomendamos que não consuma nenhum tipo de produto com cafeína por duas semanas, até que o comportamento do bebê se normalize. Embora o consumo de alimentos com cafeína não seja proibido durante a lactância, recomendamos uma baixa ingestão, não mais que duas xícaras de café por dia ou uma bebida carbonatada ocasional.

Alimentos que lactantes devem evitar - Cafeína

Vegetais e leguminosas

Embora não tenha sido determinado pelas associações de saúde que certos vegetais ou leguminosas provocam reações no bebê através do leite materno, foram observados casos em que a criança mostrou desconforto como gases intestinais e irritabilidade.

É importante que as mulheres grávidas que perguntam quais são os alimentos que lactantes devem evitar saibam que que são principalmente aqueles que contêm um alto teor em fibra:

  • Feijão e grão
  • Brócolis
  • Couves de Bruxelas
  • Couve-flor
  • Pimentão

Acredita-se que os carboidratos restantes destes alimentos passam para o leite materno, causando gases na criança. No entanto, outra crença em relação ao tema é que essas propriedades dos alimentos são mantidas no trato digestivo da mãe e não são transmitidas para o leite. Estes alimentos também podem modificar o cheiro e o sabor do leite materno, podendo fazer com que o bebê não queira consumi-lo até que esta alteração desapareça.

Em primeiro lugar, depois de consumir algum vegetal ou legume, observe como o seu filho reage ao leite. É possível que o consumo não provoque qualquer efeito mas, se você notar algum desconforto, suspenda o consumo desse alimento temporariamente. Recomendamos que você consulte o seu médico se notar qualquer reação na criança.

Alimentos que lactantes devem evitar - Vegetais e leguminosas

Especiarias

Considera-se que o consumo de certas especiarias pode provocar cólicas e gases intestinais no bebê por via do leite materno e que é preferível evitá-lo. Entre elas se destacam o curry, as pimentas, o pimentão e o alho.

Embora existam relatos de casos em que o bebê sofreu efeitos depois da mãe ter ingerido comida muito condimentada, não é um fato que isso aconteça a todos os bebês, já que isso depende da sensibilidade e do organismo de cada um.

Se você observou que o alho e o pimentão transmitem o seu cheiro e sabor ao leite materno, ele pode não gostar do sabor do leite e rejeitá-lo temporariamente, embora isso não cause necessariamente desconforto para ele.

Alimentos que lactantes devem evitar - Especiarias

Suplementos de ervas ou shakes

Até esse momento, não se realizaram estudos concretos sobre o efeito da transmissão de certas propriedades das ervas ao bebê através do leite materno. Contudo, se observaram casos em que o bebê teve reações secundárias pelo que se sugere, como precaução, evitar ou consumir moderadamente estes alimentos. No entanto, é importante que você consulte o seu médico antes de ingerir qualquer suplemento à base de plantas.

Algumas ervas, consumidas em elevadas quantidades, podem diminuir a produção de leite materno ou conter substâncias tóxicas que podem prejudicar a criança. As ervas mais comuns que foram contra-indicadas durante a gravidez e a lactância são:

  • Aloé vera: pode desencadear espasmos, dor intestinal e diarreia;
  • Anis estrelado: pode diminuir a produção de leite;
  • Cáscara sagrada: provoca diarreia na criança;
  • Ephedra: diminui a quantidade de leite;
  • Eucalipto: o seu consumo não é recomendado pela toxicidade do seu óleo essencial. Dá um cheiro e sabor característico que pode não agradar ao lactante;
  • Fucus: tem altos níveis de iodo e é susceptível a acumular metais pesados. Existem casos documentados de hipotireoidismo em bebês;
  • Funcho: pode provocar letargia, hipotonia e vômitos no seu filho;
  • Kava kava: foram registrados casos de insuficiência hepática fulminante;
  • Petasites: devido à presença de substâncias potencialmente cancerígenas, não se recomenda o seu consumo;
  • Alcaçuz: poderia reduzir a produção de leite no período do puerpério;
  • Sálvia: possível diminuição na produção de leite;
  • Uva-ursi: pode reduzir a quantidade de leite materno.

Outras ervas com as quais você deve ter especial cuidado pelos seus possíveis riscos de efeitos secundários são o manjericão, luzerna, papoula, anis verde, artemísia, buxo, boldo, calêndula, cohosh, confrei, espinheiro cerval, vara-de-ouro, angélica, raiz de ginseng, ruibarbo e sene.

Alimentos que lactantes devem evitar - Suplementos de ervas ou shakes

Peixe

É muito recomendado a ingestão de peixe durante a lactância, no entanto, espécies que contêm altos níveis de mercúrio ou outros metais pesados devem ser evitados, já que podem prejudicar o desenvolvimento do bebê, principalmente:

  • Peixe espada;
  • Tubarão;
  • Cavala;
  • Peixe branco;
  • Atum branco ou albacora, em quantidades moderadas.

Este artigo é meramente informativo, no ONsalus.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos médicos nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Alimentos que lactantes devem evitar, recomendamos que entre na nossa categoria de Alimentação.

Escrever comentário sobre Alimentos que lactantes devem evitar

O que lhe pareceu o artigo?

Alimentos que lactantes devem evitar
1 de 6
Alimentos que lactantes devem evitar

Voltar ao topo da página