Partilhar

Carocinho nos grandes lábios: o que pode ser

 
Por Ivonne Nieves Blanco, Médica Cirurgiã. Atualizado: 5 fevereiro 2019
Carocinho nos grandes lábios: o que pode ser

Em mulheres, a presença de lesões nos genitais são frequentes por diferentes motivos, sendo uma causa de desconforto e preocupação que obriga a marcar uma consulta ginecológica com frequência. As bolinhas de gordura ou caroços podem aparecer em qualquer idade, de forma única ou múltipla, e normalmente desaparecem de forma espontânea e, em alguns casos, sem tratamento médico.

A presença de um carocinho nos grandes lábios pode representar a acumulação de gordura ou de líquido. Muitas dessas lesões podem não oferecer sintomatologia na região vulvar, o que requer um diagnóstico preciso de forma a iniciar o tratamento de acordo com a causa desencadeante que provocou o seu aparecimento. Nesse artigo do ONsalus, explicaremos tudo sobre e recomendaremos soluções para o aparecimento de um carocinho nos grandes lábios: o que pode ser.

Carocinho nos grandes lábios

A presença de bolinhas de gordura é chamada de cistos sebáceos ou cisto sebáceo ou cisto de inclusão epidérmica. São provocados pela obstrução dos canais das glândulas sebáceas e são caracterizados por terem o mesmo tom da pele e serem de tamanho variável, podendo variar entre um caroço muito pequeno ou chegar a alcançar o tamanho de uma laranja.

Na maioria dos casos, essas bolinhas de gordura não provocam outros sintomas nem provocam dor. São notórias pelo aparecimento de volume e até de uma espinha nos grandes lábios ou na zona genital.

Em muitas ocasiões, passam despercebidas e é o ginecologista quem acaba por detectar durante a consulta. Existem circunstâncias nas quais podem provocar incômodo ao caminhar, durante a relação sexual ou devido a algum tipo de roupa muito apertada. Quando existe dor, é resultado de uma complicação ou de um processo infeccioso. Neste caso, requer tratamento médico.

Carocinho nos grandes lábios: o que pode ser

Os carocinhos nos grandes lábios são provocados pela obstrução das glândulas sebáceas e é a acumulação de secreções das mesmas que dá origem ao seu aparecimento. Existem outros cistos como:

  1. Cistos de inclusão vaginal: aparecem depois de lesões nas paredes vaginais, quer seja durante o parto ou após alguma cirurgia.
  2. Cistos do canal de Gartner: é produzido nas paredes laterais da vagina. É um canal que está presente enquanto o bebê se está formando no interior do útero, na grande maioria dos casos, desaparecem após o nascimento do bebê. Caso restem resíduos desse canal, podem se acumular líquidos, dando origem ao aparecimento de um cisto no futuro.
  3. Cistos de Bartholin: é outro cisto que aparece na região vulvar produto da acumulação de líquido ou pus nessa glândula.

Carocinho nos grandes lábios: tratamento

Habitualmente, este tipo de lesões não provocam sintomas. Assim que se tornem sintomáticas, você deve consultar um médico especialista para que ele indique o tratamento a seguir. É essencial preparar o historial clínico, já que através dele se podem investigar os antecedentes pessoais da paciente para comprovar se estas lesões já surgiram em outros momentos.

Se o carocinho ou bolinha de gordura provocam desconforto, dor, alteração no tom da pele circundante e segrega uma substância purulenta, ou se existe aumento da sensibilidade na área genital e dor na relação sexual, o mais provável é que seja provocado pelo aparecimento de uma infecção na área genital. Nestes casos, devemos proceder à administração de antibióticos, além de analgésicos e anti-inflamatórios durante uma semana. Se a lesão persistir, é essencial proceder à drenagem ou extirpação da mesma para evitar complicações, o que é feito de forma ambulatória e não requer hospitalização. Dependendo do tamanho da lesão, podem ser necessários pontos de sutura, o que requer pouco tempo.

Existem algumas recomendações para aliviar os sintomas que podem provocar caroços nos grandes lábios:

  • Se recomenda fazer banhos de assento em uma banheira com água quente e duas colheres de sais de Epsom 2 vezes ao dia por 10 a 20 minutos até notar melhorias.
  • Usar compressas de água quente sobre a lesão para aliviar a dor, caso exista.

No momento em que se suspeite da presença deste tipo de lesão, é essencial consultar o médico para que ele indique o tratamento adequado em função da sintomatologia e historial da paciente.

Este artigo é meramente informativo, no ONsalus.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos médicos nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Carocinho nos grandes lábios: o que pode ser, recomendamos que entre na nossa categoria de Sistema reprodutor feminino.

Escrever comentário sobre Carocinho nos grandes lábios: o que pode ser

O que lhe pareceu o artigo?

Carocinho nos grandes lábios: o que pode ser
Carocinho nos grandes lábios: o que pode ser

Voltar ao topo da página