Partilhar

Corrimento branco pastoso, o que pode ser?

Por Nídia do Carmo, Editora e redatora ONsalus. Atualizado: 12 junho 2018
Corrimento branco pastoso, o que pode ser?

Dependendo do momento do ciclo menstrual em que a mulher se encontra, é possível que o corrimento que ela apresenta tenha um aspecto diferente do habitual: mais espesso e branco do que em outros momentos do mês. Contudo, se esta condição se prolonga por muitos dias, é possível que a causa não seja fisiológica e que exista outro motivo de saúde que esteja afetando o organismo e fazendo com que a mucosa vaginal se altere.

Nesse artigo do ONsalus, detalhamos as causas do corrimento branco e pastoso para que você possa reconhecer alguns dos fatores que originam esta alteração. Tenha em conta que a presença de corrimento é perfeitamente normal, podendo aumentar nos dias que antecedem a ovulação. No entanto, se este sintoma se mantém por vários dias, recomendamos que você consulte um ginecologista para realizar os exames necessários e obter um diagnóstico correto.

Também lhe pode interessar: Corrimento amarelo, o que pode ser?

Corrimento vaginal: para que serve?

Todas as mulheres apresentam corrimento vaginal, uma secreção proveniente das glândulas localizadas no colo do útero. Esta substância costuma ser transparente, podendo se tornar branca ou amarelada de acordo com o momento, e inodora. As mudanças hormonais experienciadas durante o ciclo menstrual podem provocar alterações no corrimento vaginal em:

  • Quantidade de muco
  • Cor
  • Textura

Além das mudanças hormonais, o aparecimento de corrimento também pode sofrer alterações de acordo com alguns fatores como os períodos de estresse ou excitação sexual, momentos que pode provocar o aumento do muco vaginal.

Dependendo do momento do mês, é provável que o fluxo seja mais espesso, o que é normal. Contudo, se a condição perdura no tempo, você deve consultar o seu ginecologista pois é provável que algo esteja alterando a sua natureza e, por isso, causando alterações no fluxo. É importante que você se mantenha atenta ao seu corpo e que conheça as suas funções sexuais para notar anomalias quando algo não está funcionando corretamente.

Corrimento branco pastoso, o que pode ser? - Corrimento vaginal: para que serve?

Corrimento branco pastoso, o que pode ser?

Quando detectamos alguma anomalia na produção do fluxo, é possível que, além da aparência, existam outros sinais que ajudam a detectar que algo não está funcionando corretamente. Por exemplo, este muco, além de se apresentar mais espesso e branco, também pode ser acompanhado de uma sensação de dor ou coceira no interior do colo vaginal. Se este é seu caso, é provável que o problema seja uma infecção ou doença sexualmente transmissível.

Em seguida, vamos detalhar as causas de corrimento branco e pastoso mais frequentes nas mulheres:

  • Gravidez

Durante os primeiros meses de gestação, é habitual que o útero liberte mais corrimento, o que faz com que se apresente com um aspeto mais branco, pastoso e abundante. tenha em conta que, no início da gravidez, o nosso corpo aumenta a produção dessa mucosa para proteger o útero e o feto de agentes infecciosos externos.

  • Fungos vaginais (Candidíase)

Uma das causas mais frequentes das alterações no fluxo vaginal é a presença de fungos vaginais. Este tipo de infecção é muito comum, sendo que 75% das mulheres são acometidas pelo menos uma vez na vida. O fungo que produz esta condição é chamado de Candida Albicans, uma levadura que faz parte do nosso organismo (no aparelho digestivo, na boca, nos genitais, etc.) sem provocar qualquer sintoma. O nosso sistema imunológico está encarregue de manter os níveis desse fungo equilibrado para que ele não seja prejudicial.

No entanto, quando existe um desequilíbrio no nosso organismo, a Candida pode se multiplicar e proliferar nas diferentes zonas do corpo onde reside. Isso despoleta a infecção fúngica cujos sintomas incluem corrimento pastoso, mau odor nos genitais, coceira, desconforto e ardência. Descubra tudo sobre esta infecção, acessando o artigo do ONsalus Candidíase: tratamento, sintomas e prevenção.

  • Doenças sexualmente transmissíveis

Também é provável que o corrimento branco e pastoso surja como consequência de uma doença transmitida através do contato sexual. A prática de sexo desprotegido implica a possibilidade de contrair diferentes doenças como herpes genital, sífilis, clamídia, HPV e HIV.

Estas condições também atacam o sistema reprodutor, o que acaba por modificar a produção de corrimento, assim como a sua aparência. Por esse motivo, caso você note alguma alteração no mesmo, é essencial que consulte um médico para ele realize os exames necessários. É essencial detectar doenças sexualmente transmissíveis a tempo para poder implementar o tratamento necessário.

Corrimento branco pastoso, o que pode ser? - Corrimento branco pastoso, o que pode ser?

Corrimento branco pastoso na gravidez

O corrimento vaginal sofre algumas alterações durante a gravidez e nos primeiros meses é normal que seja mais abundante, branco e pastoso. Isso acontece porque o corpo aumenta a produção deste líquido para proteger o útero e o feto dos agentes externos que podem prejudicá-los ou provocar algum tipo de infecção.

Doenças sexualmente transmissíveis mais comuns

Uma das causas do corrimento branco e pastoso é a presença de uma doença sexualmente transmissível. Em seguida, indicamos e detalhamos as mais comuns, sendo que todas elas se contraem pela prática de sexo desprotegido sem preservativo, o único método que protege do contágio. Logo, a melhor forma de prevenir o seu contágio passa pelo uso do preservativo durante as relações. Se você pretende iniciar uma relação com um novo parceiro, ambos devem fazer exames antes de abandonar este método.

  • HPV (Vírus do Papiloma Humano)

É um dos vírus mais frequentes na sociedade sexualmente ativa, já que existem muitas cepas que podem provocar a condição. Mais de 100 infecções são provocadas por este vírus e, de todas elas, 40 são sexualmente transmissíveis (por via vaginal, oral ou anal).

Os sinais mais óbvios deste vírus incluem a presença de verrugas genitais que, no caso das mulheres, podem provocar câncer do colo do útero. Também é possível que o vírus seja assintomático e que a pessoa acometida elimine-o naturalmente sem que ele se manifeste no organismo. De qualquer modo, para ter uma saúde sexual segura, é importante fazer exames anuais de ginecologia e urologia.

  • Herpes genital

É uma das doenças mais contagiosas que existe, sendo causada pelo vírus do herpes simplex tipo 1. Pode ser uma condição que não apresenta sintomas, o que faz com que a propagação para outros parceiros sexuais seja mais fácil mediante a prática de sexo desprotegido.

O herpes pode ser contagiado por via anal, vaginal e oral, exigindo o uso do preservativo em qualquer um destes momentos. Além disso, tenha em conta que se uma pessoa tem herpes na boca, também pode contagiar os geniais através da prática de sexo oral.

  • Gonorreia

É uma doença cujo tratamento atual é muito simples e eficaz. Contudo, se não for detectado a tempo, pode causar complicações como, por exemplo, afetar a esterilidade das mulheres ou provocar epididimite nos homens.

  • Sífilis

Assim como a gonorreia, o tratamento desta condição é muito eficaz e simples, sempre e quando é diagnosticada a tempo, antes de prejudicar o organismo. Se não for corretamente tratada, é possível que órgãos como o coração ou o cérebro não funcionem corretamente e, por esse motivo, coloque em risco a vida da pessoa acometida.

  • VIH

É a doença sexualmente transmissível mais perigosa de todas, pois afeta diretamente o sistema imunológico das pessoas, fazendo com que se torne mais débil e aumentando o risco de que qualquer condição simples possa ser mortal para este paciente.

Corrimento branco pastoso, o que pode ser? - Doenças sexualmente transmissíveis mais comuns

Corrimento branco e espesso por candidíase vaginal

Outro dos fatores que podem fazer com que o seu corrimento seja branco e pastoso é, como indicado, a candidíase vaginal. Esta infecção surge quando existe um crescimento excessivo do fungo Candida e pode produzir outros sintomas como coceira, irritação, ardência ao urinar ou dor durante a relação sexual. Caso você se encontre nessa situação, é importante que visite um médico para que ele indique o melhor tratamento para poder eliminar esta condição.

O tratamento para fungos vaginais consiste, na maioria dos casos, na administração de medicamentos antifúngicos que paralisam o crescimento do fungo no organismo. Podem ser tomados por via oral ou por via vaginal, introduzindo um comprimido na vagina, atacando diretamente a zona afetada.

Corrimento branco pastoso, o que pode ser? - Corrimento branco e espesso por candidíase vaginal

Corrimento branco pastoso antes da menstruação

As mudanças hormonais que o corpo feminino experiencia durante o ciclo menstrual provocam alterações na flora bacteriana da vagina, o que a deixa mais vulnerável a infecções. Por esse motivo e para protegê-la, o corpo produz um corrimento mais espesso.

Este artigo é meramente informativo, no ONsalus.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos médicos nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Corrimento branco pastoso, o que pode ser?, recomendamos que entre na nossa categoria de Sistema reprodutor feminino.

Escrever comentário sobre Corrimento branco pastoso, o que pode ser?

O que lhe pareceu o artigo?
1 comentário
A sua avaliação:
Jucimara
Corrimento branco pastoso antes da menstruação fedido, o que pode ser?

Corrimento branco pastoso, o que pode ser?
1 de 5
Corrimento branco pastoso, o que pode ser?

Voltar ao topo da página