menu
Partilhar

Febre em adultos: quando ir ao pronto-socorro?

 
Por Redação ONSalus. 19 abril 2021
Febre em adultos: quando ir ao pronto-socorro?

A febre é o aumento temporário da temperatura do corpo e ocorre como um mecanismo de defesa do organismo para se proteger de bactérias ou vírus responsáveis pela presença de alguma infecção ou doença. Portanto, embora a febre seja um sintoma que provoca mal-estar geral, calafrios e dor de cabeça, ela é considerada um tipo de batalha que o corpo está lutando a nosso favor - e não contra nós.

As causas da febre podem ser várias, mas entre as mais comuns estão as infecções respiratórias (bronquite e pneumonia), infecções urinárias, gripe, gastroenterite e sinusite. Embora estas infecções não representem um risco mais grave para a saúde quando são tratadas adequadamente, é preciso vigiar os níveis da temperatura para impedir que a febre se transforme em uma complicação mais séria. Por este motivo, neste artigo do ONsalus focamos em te dizer quando ir ao hospital por causa da febre em adultos, para que você saiba reconhecer as situações em que este sintoma é perigoso.

Quando ocorre a febre em adultos?

A primeira coisa que você deve saber quando consultar um médico por causa de febre é conhecer quais são os níveis de temperatura que indicam uma febre.

A febre em adultos ocorre quando a temperatura corporal, medida na axila, oscila na casa dos 38ºC, sendo considerada uma febre leve. Entre 37ºC e 37,5ºC a pessoa é considerada febril, nos indicando que o organismo está começando a combater uma ameaça.

No entanto, você deve levar em conta que, conforme o dia vai passando, de noite a temperatura corporal costuma subir um grau, portanto, o diagnóstico da febre pode variar dependendo da hora do dia. Da mesma forma, quando a mulher está na segunda fase do ciclo menstrual, sua temperatura corporal normalmente é um grau mais alta do que de costume. As atividades físicas e as emoções como o estresse, o medo e a ansiedade também podem provocar variações normais na temperatura, que não devem ser consideradas febres.

Febre em adultos: quando ir ao pronto-socorro? - Quando ocorre a febre em adultos?

Febre em adultos: quando consultar um/a médico/a?

A febre se torna perigosa quando a temperatura corporal atinge os 40ºC, nesse momento é necessário consultar um médico imediatamente. Existem situações específicas em que a condição da pessoa ou seus sintomas sugerem visitar um especialista urgentemente. Alguns dos possíveis cenários são:

  • Quando há suspeita de COVID-19 (nesse caso, é necessário procurar uma unidade que realize o teste);
  • Quando a pessoa tem febre por mais de 48 horas;
  • A febre não diminui com medicamentos ou diminui e depois volta a subir;
  • Apresenta febre sem parar durante uma semana;
  • A pessoa com febre possui alguma doença grave, como a diabetes, ou é cardíaca;
  • A pessoa com febre apresenta feridas na pele ou manchas roxas na pele;
  • Se a pessoa possui alguma doença autoimune ou sofre de HIV;
  • Se a pessoa com febre recentemente recebeu uma vacina ou injeção.

Da mesma forma, quando a febre atinge temperaturas muito altas, ela costuma afetar todo o organismo, por isso também é importante consultar um médico se a febre vem acompanhada de:

  • Calafrios;
  • Fraqueza geral;
  • Vômito;
  • Diarreia;
  • Sonolência;
  • Tosse;
  • Falta de apetite;
  • Ardência ao urinar;
  • Dor de ouvido;
  • Dor de garganta.

A pessoa com febre deve ir imediatamente ao hospital quando apresentar:

  • Convulsões;
  • Perda de consciência ou confusão mental;
  • Dificuldade para falar ou respirar;
  • Dor de cabeça intensa e febre muito alta;
  • Cor arroxeada nas unhas, línguas e lábios;
  • Dificuldade para caminhar;
  • Se aparecer uma erupção cutânea;
  • Rigidez na nuca;
  • Dificuldade para mover os braços ou pernas, o que pode indicar uma meningite bacteriana.

Febre em idosos: quando consultar um/a médico/a?

A febre pode ser um sintoma mortal quando as altas temperaturas prejudicam pessoas idosas, sobretudo se possuem algum tipo de doença cardiovascular, neurológica, renal ou respiratória, já que comumente a medicação que é utilizada para tratar tais infecções enfraquece ainda mais o sistema imunológico, aumentando o risco dos idosos terem complicações ao terem febre.

Portanto, diferente da febre em adultos, quando a temperatura é superior aos 38ºC em pessoas idosas é necessário consultar um médico. Em geral, a maioria dos casos é tratada com medicina primária e não é necessária a hospitalização, mas convém manter contato com um especialista para acompanhar de forma mais eficaz a temperatura corporal e todo o quadro de sintomas da pessoa, a fim de prevenir maiores riscos.

Como diminuir a febre em adultos em casa

Estes são alguns conselhos de como diminuir a febre em adultos para aliviar incômodos:

  • Beba bastante água para facilitar a reidratação;
  • Fique em repouso e descanse;
  • Evite ficar muito agasalhado, vista roupas leves;
  • A temperatura do quarto deve ser agradável, nem muito quente nem muito fria;
  • Um banho de água morna depois de tomar o medicamento para a febre ajuda bastante a diminuir a temperatura. Os banhos frios devem ser evitados, pois pode causar choque térmico;
  • Evite o uso de gelo ou compressas frias;
  • Coma alimentos líquidos, como sopas, pois podem ajudar a evitar que o corpo desidrate por causa da febre.

    Este artigo é meramente informativo, no ONsalus.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos médicos nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

    Se pretende ler mais artigos parecidos a Febre em adultos: quando ir ao pronto-socorro?, recomendamos que entre na nossa categoria de Sistema imunitário.

    Bibliografia
    • Górriz, I. C., Paredes, C. D., Cid, E. M., André, M. C., & Grávalos, G. J. D. (1999). La fiebre en los adultos: Conocimientos y actitudes. Cadernos de atención primaria, 6(3), 186-188.

    Escrever comentário

    O que lhe pareceu o artigo?

    Febre em adultos: quando ir ao pronto-socorro?
    1 de 2
    Febre em adultos: quando ir ao pronto-socorro?

    Voltar ao topo da página