Partilhar

Feridas embaixo da língua: o que pode ser

 
Por Dra. Gennesis Gonzalez, Médica Cirurgiã. 30 julho 2019
Feridas embaixo da língua: o que pode ser

Na língua, embaixo dela ou em qualquer outra parte da cavidade oral podem aparecer lesões que são definidas como feridas ou aftas. Estas lesões costumam ter forma arredondada ou oval. Em alguns casos, apresentam uma coloração esbranquiçada no centro e seu tamanho pode ser bastante variável. As aftas embaixo da língua costumam ser lesões superficiais e não se vê supuração (saída de secreção) ou outro sinal de infecção visível.

A parte mais preocupante é a origem dessas mesmas lesões. Deve-se esclarecer que a presença de feridas na cavidade oral não é contagiosa, contudo costumam ser dolorosas e incômodas, dificultando beber ou mastigar algum alimento. Normalmente as feridas embaixo da língua surgem durante a infância e a adolescência, diminuindo seu aparecimento com o passar dos anos. Continue lendo o seguinte artigo do ONsalus - feridas debaixo da língua: o que pode ser e como tratar - para aprender mais sobre o assunto.

Também lhe pode interessar: Manchas vermelhas na língua, o que pode ser?

Feridas embaixo da língua: o que pode ser

As feridas debaixo da língua podem aparecer por diferentes razões. É um problema comum que não diferencia sexo nem idade, mas certos fatores de predisposição interferem na sua frequência de surgimento. Na maioria dos casos as feridas debaixo da língua estão relacionadas com problemas simples e fáceis de tratar, raramente indicam um problema grave de saúde. O aparecimento das feridas embaixo da língua pode estar relacionado a diversas situações como, por exemplo:

  • Lesão com um elemento pontudo: esta é uma das razões pelas quais pode, surgir feridas debaixo da língua. Isto é comum em pessoas com aparelhos ortodônticos com brackets ou dentaduras postiças, da mesma forma, manipular ou introduzir objetos na boca pode gerar estes tipos de lesões que se tornam ulcerosas e bastante dolorosas.
  • Mudança hormonais: também estão relacionadas com o aparecimento de feridas embaixo da língua ou na boca. Isto acontece durante a menstruação ou caso a pessoa esteja submetida a estresse intenso.
  • Diminuição das defesas: são muitas as doenças que estão ligadas a diminuição das defesas do organismo, uma delas é a herpes. Além disso, está diminuição pode estar relacionada com qualquer processo infeccioso. Isto pode levar ao aparecimento de feridas debaixo da língua, além de manifestar uma série de sintomas próprios da doença, seja viral ou infecciosa, e não das feridas ou aftas propriamente ditas.
  • Falta de vitamina B e C: têm um impacto negativo na saúde bucal, apresentado feridas em qualquer parte da cavidade oral. A falta de nutrientes resultado de um estado de carência deste grupo de vitaminas pode levar ao aparecimento de úlceras ou feridas na boca.
  • Estomatite aftosa: outra doença relacionada com o aparecimento de bolhas ou aftas na boca, língua ou debaixo delas é a estomatite aftosa. Esta costuma ser não contagiosa e se manifesta apresentando lesões de cor branca com borda vermelha, e sua causa tem relação com as outras anteriormente descritas, como a deficiência de vitamina B12, mudanças hormonais e estresse.
  • Doenças autoimunes: também estão relacionadas como uma das causas pelas quais pode-se apresentar feridas na cavidade oral. Entre todas elas destacam-se o HIV e lúpus. Neste caso, o sistema imunológico ataca as células saudáveis do corpo ao invés de protegê-las.
Feridas embaixo da língua: o que pode ser - Feridas embaixo da língua: o que pode ser

Aftas embaixo da língua: causas adicionais

Outras causas que também estão relacionadas com o aparecimento de aftas embaixo da língua são:

  • Má digestão, que gera uma alteração no pH da boca.
  • Consumo de alimentos cítricos como o limão, abacaxi e quiuí.
  • Alergia a alguns alimentos.
  • Consumo de alimentos muito quentes ou muito picantes.

Um estudo publicado em relação às doenças orais nos pacientes portadores de HIV[1] descreve que de 92 pacientes estudados, 61 homens e 31 mulheres, 85% dos homens não apresentaram nenhuma doença, e os 15% restantes apresentaram aftas. Nas mulheres, 97% delas não apresentaram nenhuma doença e 3% delas apresentaram aftas, levando à conclusão que a presença de feridas bucais é relativamente baixa nestes pacientes.

Por outro lado, realizou-se um estudo[2] em relação aos fatores de risco associados às aftas bucais em pacientes de 18 a 50 anos, estudando 50 pacientes, 64% do sexo masculino e 36% do sexo feminino, mostrando como resultado que o fator de risco mais relevante para o aparecimento de aftas ou feridas é o estresse, com 46%, seguido pelos traumatismos com 18%, e as mudanças hormonais com 6%, além disso o assoalho da boca ou debaixo da língua possuem uma incidência de 6%.

Feridas embaixo da língua: sintomas

A manifestação comum que nos faz notar a presença das feridas debaixo da língua é a dor que surge ao comer ou beber algo, sobretudo alimentos ou bebidas quente ou picantes. É possível ver uma lesão arredondada ou ovalada com a borda avermelhada e o centro esbranquiçado.

Normalmente, a duração das feridas na cavidade oral tende a ser de entre 3 e 5 dias. Caso as feridas durem mais de 10 dias, é importante ir ao médico.

Feridas embaixo da língua: o que pode ser - Feridas embaixo da língua: sintomas

Remédios caseiros para feridas embaixo da língua

Existem formas eficazes de melhorar os sintomas que o aparecimento das feridas debaixo da língua traz consigo. Não existem medicamentos específicos para curá-las, contudo eles diminuem o seu tempo de duração, apesar da boca ser um lugar úmido onde o processo de cicatrização é muito mais difícil. Entre os remédios caseiros para as feridas embaixo da língua temos:

  • Uma das melhores opções para prevenir infecções é enxaguar a boca com água morna e sal, isto aliviará consideravelmente os incômodos sintomas que são gerados após a presença de feridas debaixo da língua.
  • Prepare uma infusão de camomila. Esta infusão pode ser utilizada para enxaguar a boca. Recomenda-se prepará-la com água fervida e uma colher de flores de camomila, deixe-as ferver durante 3 minutos e, após a infusão descansar, enxágue a boca com ela.
  • Outra opção que pode ser utilizada é aplicar gelo diretamente sobre a ferida debaixo da língua. Isto não vai fazer com que a ferida seja curada, mas permitirá que as áreas fiquem adormecidas para que a irritação diminua por um certo tempo.

Como prevenir as feridas embaixo da língua

A melhor forma de prevenir o aparecimento das feridas ou aftas debaixo da língua ou qualquer parte da cavidade oral é:

  • Comer comidas variadas e saudáveis, o que deve incluir a ingestão diária de frutas e verduras.
  • É importante manter uma boa higiene bucal sem ignorar a higiene própria da língua.
  • Não coloque na boca objetos perfurantes nem roa as unhas.
  • Se você tem aparelho ortodôntico ou dentadura postiça, siga as regras básicas para prevenir as feridas.
  • Faça exercícios de meditação, ioga ou atividades físicas.

A saúde bucal é importante para todas as pessoas, cumpra as medidas básicas de higiene e assim você evitará sofrer destas incômodas condições que são as feridas e aftas.

Complemente essa informação com o nosso vídeo do youtube sobre aftas embaixo da língua:

Este artigo é meramente informativo, no ONsalus.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos médicos nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Feridas embaixo da língua: o que pode ser, recomendamos que entre na nossa categoria de Dentes e boca.

Referências
  1. Castillo, Schacel (2011). Patologias orais nos pacientes portadores do vírus HIV-AIDS, que recebem atenção médica no hospital provincial "Isidrio Ayora" da cidade da Loja durante o período fevereiro-agosto do ano 2011. Universidade Nacional de Loja. Acessado a 9 de novembro de 2018. Disponível em: http://dspace.unl.edu.ec/jspui/bitstream/123456789/4819/1/Castillo%20Jim%C3%A9nez%20Shacel%20Andre%C3%ADna.pdf
  2. Guerra Gayoso, José Luis (2017). Fatores de risco associados às aftas bucais em pacientes de 18 a 50 anos que consultaram no Hospital Hermilio Valdizan 2016. Universidade de Huánuco. Acessado em 9 de novembro de 2018. Disponível em: http://repositorio.udh.edu.pe/bitstream/handle/123456789/449/GUERRA%20GAYOSO%2c%20Jose%20Luis.pdf?sequence=1&isAllowed=y

Escrever comentário sobre Feridas embaixo da língua: o que pode ser

O que lhe pareceu o artigo?

Feridas embaixo da língua: o que pode ser
1 de 3
Feridas embaixo da língua: o que pode ser

Voltar ao topo da página