Partilhar

Fisgadas no joelho: o que pode ser

 
Por Dra. Gennesis Gonzalez, Médica Cirurgiã. 26 abril 2019
Fisgadas no joelho: o que pode ser

É essencial que os desconfortos no joelho sejam tratados a tempo. São várias as condições relacionadas com a presença de pontadas, agulhadas ou fisgadas no joelho e, independentemente da causa, é importante deter este incômodo o mais rápido possível. Qualquer dor ou desconforto nesta parte da perna não deve ser ignorada.

A artrose e a lesão da cartilagem dos joelhos são apenas algumas das causas mais comuns da dor no joelho. Além das pontadas, existem outros sintomas como dor constante, inchaço e instabilidade nesta articulação. Neste artigo do ONsalus te falaremos sobre as pontadas no joelho e quais são as causas mais comuns - Fisgadas no joelho: o que pode ser.

Também lhe pode interessar: Dor no joelho ao dobrar: causas e tratamento

Como é a articulação do joelho

O joelho representa a maior articulação do corpo humano, na verdade é a mais complexa já que sua estrutura é projetada para suportar o peso corporal diante as diferentes atividades do ser humano, seja caminhar, correr ou simplesmente ficar de pé. Isto faz com que seja necessário que ele esteja completamente saudável, sem nenhum problema, porque deve ter uma grande estabilidade.

Esta articulação é formada por 3 ossos importantes que são a tíbia, o fêmur e a rótula, além dos meniscos externo e interno, que são encarregados de evitar o atrito entre os ossos e amortecer os movimentos de impacto, como pulos e saltos.

Também conta com uma cartilagem denominada cartilagem articular. Toda a articulação está envolta por uma cápsula articular que, na parte interna ou membrana sinovial, produz o que se conhece como líquido sinovial, o qual lubrifica toda a articulação do joelho. Ela é assim para evitar que haja fricção entre algumas estruturas com mobilidade e, além disso, existem várias bursas para que seja mais eficaz. Também conta com vários ligamentos que determinam a estabilidade do mesmo (ligamento cruzado anterior e posterior, ligamento transverso, menisco-femorais, ligamento externo, interno e cruzado).

Quando alguma destas estruturas é danificada ou alguma parte do mecanismo da articulação falha, podem surgir dores, desconforto, pontadas, inflamação e fisgadas no joelho. Por isso, é importante detectar os sintomas e ir ao médico para que ele faça um diagnóstico e prescreva um tratamento adequado.

Fisgadas no joelho: o que pode ser - Como é a articulação do joelho

Fisgadas no joelho: o que pode ser

As causas mais comuns das pontadas no joelho são duas:

Artrose

Representa uma causa frequente pela qual se manifestam as pontadas, sobretudo nas etapas iniciais. A artrose é caracterizada pelo desgaste da cartilagem articular de forma progressiva, fazendo com que surja dor durante as atividades físicas, incapacidade de ficar de pé, rigidez e a deformação progressiva do joelho. Esta condição é frequente em pessoas com mais de 50 anos. Apesar da sua causa não estar claramente definida, acredita-se que esteja relacionada com fatores genéticos e de ambiente, como a idade, profissão e atividades físicas.

O diagnóstico será feito pelo ortopedista uma vez que seja realizado o exame individual da articulação, também será possível indicar uma radiografia para confirmar o diagnóstico. Assim que estabelecido o diagnóstico preciso de artrose, o médico indicará o tratamento necessário, o qual pode incluir: analgésicos, anti-inflamatórios, corticoides e medicamentos especiais para deter a evolução da artrose como, por exemplo, sulfato de glicosamina. A Sociedade Espanhola de Reumatologia descreve que a prevalência e impacto das doenças reumáticas na população adulta espanhola foi: lombalgia 14,8%, artrite reumatoide 0,5%, artrose no joelho 10,2%, artrose nas mãos 6,2%.

Joelho de saltador ou tendinite patelar

Este incômodo está associado com a inflamação do tendão resultado do seu uso excessivo, algum traumatismo ou sobrepeso. A primeira forma pela qual se manifesta a tendinite patelar é com o aumento da sensibilidade da rótula depois de praticar algum exercício. A dor ou desconforto pode ir desde muito leve, parecendo pontadas no joelho, até apresentar dor grave que restringe qualquer movimento.

Se você acha que a causa do aparecimento desta condição no joelho é resultado de algum choque mecânico do tendão, caso seja leve, basta ficar em repouso que os sintomas melhorarão, mas se a tendinite é moderada a grave o ortopedista indicará outro tratamento, como por exemplo: estabilizar a articulação, uma injeção de esteroides e, em último caso, será necessária uma cirurgia para reparar o tendão.

Pontadas no joelho: outras causas

Embora as duas condições anteriores sejam as mais frequentes diante deste sintoma, existem outros que podem ser os responsáveis por estes incômodos e que o médico terá que avaliar para fazer seu diagnóstico. Estas são as outras causas das pontadas na articulação do joelho:

Condromalácia patelar

Esta condição é caracterizada pela degeneração ou desgaste da cartilagem que está localizada debaixo da rótula, este incômodo é comum na adolescência e está diretamente relacionado com problemas na posição da rótula e desequilíbrio na musculatura extensora através da fricção crônica entre a articulação femoral e a rótula ao mover o joelho. Por outro lado, isto está associado a outros fatores como:

  • Sobrepeso.
  • Traumatismos.
  • Sinovite.
  • Anomalias congênitas da rótula.

Caracteristicamente, a condromalácia patelar se manifesta com pontadas no joelho e dor que pode aumentar no caso de fazer atividades como subir escadas, também está associada com o desconforto atrás da rótula, dor no joelho ao ficar muito tempo sentado, fricção ao esticar o joelho e rangidos ao tato.

O tratamento inicial ideal é repouso físico para limitar a flexão do joelho, utilizar medicamentos do grupo AINES para melhorar a dor, aplicar crioterapia e, em último caso, será necessário realizar um tratamento cirúrgico.

Ruptura do menisco

O menisco permite amortecer os choques de carga na articulação, assim suportando a tensão. Também lubrifica o joelho graças a secreção do líquido sinovial, bem como estabiliza o joelho. Existem certos fatores relacionados com a ruptura do menisco, entre eles a insuficiência muscular, obesidade, esforço físico intenso e desvio do joelho em varo ou valgo.

Logicamente, pode surgir uma dor que, a princípio, não é definida, parecida com pontadas, mas depois avança e fica localizada na parte posterior do joelho. Normalmente este incômodo aparece subindo ou descendo escadas, sendo que outros sintomas relacionados incluem o derrame do líquido sinovial e estalo devido ao deslocamento irregular do menisco.

O ortopedista fará o diagnóstico de acordo com os antecedentes, com o exame médico e com os sintomas característicos que forem manifestados. Provavelmente será necessária a realização de uma ressonância magnética, sendo este método de maior confiança. O tratamento pode ir desde repouso, crioterapia, bandagem compressiva até a drenagem do líquido sinovial.

Independentemente das causas, não hesite em ir ao médico a partir do momento em que manifestar os primeiros sintomas relacionados com os joelhos. Cada condição é diferente e é essencial tratá-la de forma adequada. Não é recomendado se automedicar.

Este artigo é meramente informativo, no ONsalus.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos médicos nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Fisgadas no joelho: o que pode ser, recomendamos que entre na nossa categoria de Ossos, articulações e músculos.

Bibliografia
  • Episer, E. (2001). Prevalencia e impacto de las enfermedades reumáticas en la población adulta española. Madrid: Sociedad Española de Reumatología.

Escrever comentário sobre Fisgadas no joelho: o que pode ser

O que lhe pareceu o artigo?

Fisgadas no joelho: o que pode ser
1 de 2
Fisgadas no joelho: o que pode ser

Voltar ao topo da página