menu
Partilhar

Por que tenho um caroço atrás da orelha?

 
Por Redação ONSalus. 1 outubro 2021
Por que tenho um caroço atrás da orelha?

Você percebeu que tem um caroço atrás da orelha? Estas protuberâncias podem ser muito variadas, existem as que doem e as que não, podem coçar, podem incomodar e, inclusive, podem estar ali sem causar nenhum tipo de sintoma. Seja com for, uma íngua atrás da orelha pode ser preocupante para a pessoa que a possui.

Antes de mais nada, é importante que você saiba que a maioria destes caroços não é perigosa, além disso, precisa saber a quais deve prestar atenção. Neste artigo do ONsalus explicaremos quais são as causas e os tratamentos para eliminar um caroço atrás da orelha. Boa leitura.

Caroço atrás da orelha: gânglios linfáticos

A inflamação dos gânglios linfáticos é uma das principais causas de um caroço atrás da orelha. Os gânglios cumprem funções imunológicas, uma vez que participam na defesa do organismo quando este detecta a presença de germes, vírus ou outros microrganismos que podem afetar nossa saúde. Quando existe algum tipo de infecção em nosso corpo, estes gânglios ficam inchados como consequência de sua ação.

Quando os gânglios que estão atrás da orelha ficam inflamados é provável que notemos uma bolinha nesta região. Em qualquer caso, você deve saber que este não é um sinal de preocupação, na verdade, se trata de um bom sinal, já que significa que seu corpo está atuando contra esta infecção.

Seja como for, o que você não deve fazer é tocá-los ou apertá-los, uma vez que isso poderia dificultar seu funcionamento e recuperação. Se tudo ocorrer bem, uma vez que tenha desaparecido o que estiver causando sua inflamação - provavelmente alguma infecção na garganta, boca ou alguma lesão -, os gânglios também desaparecerão com o passar dos dias.

Por que tenho um caroço atrás da orelha? - Caroço atrás da orelha: gânglios linfáticos

Íngua debaixo da orelha por cisto sebáceo

A infecção e posterior inflamação dos folículos da derme é medicamente conhecida como foliculite. No caso das foliculites, quando não são tratadas ou pioram, podem acabar se tornando um cisto sebáceo. Estes cistos nada mais são que acúmulos de sebo abaixo da pele que, como não podem sair para a superfície porque o folículo está obstruído, vão crescendo ali. Na grande maioria dos casos, os cistos sebáceos não doem, no entanto, caso venham a ficar infectados, podem causar dor, vermelhidão e inflamação atrás da orelha.

Na maioria das vezes, estes cistos aparecem no couro cabeludo, no entanto, também podem aparecer com frequência no rosto, atrás das orelhas, no escroto ou nas costas. Quanto ao tamanho, podem variar muito de um para o outro, embora caso não sejam removidos podem acabar ficando consideravelmente grandes.

Entre as características dos cistos é preciso destacar sua elasticidade com firmeza, se os tocamos, notamos como podem se mover abaixo da pele embora não causem dor.

O tratamento dos cistos sebáceos vão depender muito dos seus sintomas e gravidade. Se não está muito desenvolvido, provavelmente desaparecerá com um tratamento anti-inflamatório e antibiótico. Contudo, em casos mais graves, é possível que seja necessário recorrer a uma cirurgia para remover o cisto. É importante conhecer as características do cisto sebáceo já que, do contrário, podem ser confundidos com um lipoma. Mais adiante te falaremos sobre os lipomas e o que os diferencia dos cistos.

Caroço atrás da orelha por acne

A acne é uma condução muito comum, especialmente durante a adolescência, causada por uma atividade muito alta nas glândulas sebáceas. Esta hiperatividade faz com que solte muita oleosidade, a qual vai ficando acumulada nos poros causando as características espinhas. A acne pode aparecer em quase qualquer parte do corpo, contudo, as áreas nas quais costumam aparecer com mais frequência e quantidade são no rosto, pescoço e atrás das orelhas. Dependendo do tipo de espinha e do tratamento que realizarmos com estas, podem ficar infectadas, gerando um nódulo doloroso de tamanho variável.

Embora seja uma condução muito relacionada com a puberdade, a verdade é que a acne pode aparecer em qualquer momento da vida, já que depende de muitos outros fatores. Entre as principais causas que podem provocar o aparecimento da acne encontramos:

  • Estresse.
  • Alterações hormonais.
  • Ingestão de certos medicamentos.
  • Uma dieta desequilibrada.

Se for algo pontual, não há com o que se preocupar, no entanto, caso apareça de forma recorrente, o ideal seria consultar um dermatologista para tentar buscar um tratamento eficaz. Se quiser mais informações, no seguinte artigo do ONsalus te falamos sobre espinha que não some: causas e tratamento.

Por que tenho um caroço atrás da orelha? - Caroço atrás da orelha por acne

Caroço atrás da orelha no osso: mastoidite

Mesmo que seja algo desconhecido, a mastoidite é uma doença relativamente comum, principalmente no caso das crianças. Esta condição é a infecção do osso atrás da orelha, geralmente resultado de uma infecção do ouvido mal tratada. Se uma otite não for tratada corretamente, esta infecção pode se desenvolver até afetar o osso mastoideo, um dos osso craniais localizados atrás da orelha.

Esta é uma doença que costuma afetar crianças, na verdade, antes do surgimento dos antibióticos, representava uma das principais causas de mortalidade infantil. Contudo, atualmente está muito mais controlada e, se tratada corretamente, não se torna perigosa. Além do aparecimento de uma bolinha atrás da orelha no osso, alguns dos principais sintomas da mastoidite são:

  • Secreção pelo ouvido.
  • Desconforto e dor no ouvido.
  • Febre.
  • Dores de cabeça.
  • Vermelhidão do ouvido.

Um dos principais problemas da mastoidite é que é difícil de tratar e pode se tornar recorrente. A localização do osso dificulta o seu alcance em alguns casos, por isso que a aplicação de antibióticos, inicialmente, deve ser feita através de injeções e, posteriormente, por via oral. Nos casos em que a terapia antibiótica não for eficaz, é provável que acabe precisando de uma intervenção cirúrgica na qual o osso será extraído e o acúmulo de pus drenado.

Caroço atrás da orelha por lipoma

Quando falamos de lipomas, nos referimos a um tipo de nódulo que aparece como consequência de um acúmulo de células adiposas em um mesmo local, cujo tamanho vai crescendo lentamente. É importante saber que os lipomas não são malignos nem causam nenhum sintoma grave além do desconforto, dependendo de onde estiver localizado.

Falando da localização, os dois lugares que mais frequentemente costumam aparecer no corpo são como um caroço atrás da orelha e do pescoço. Como consequência, se aparecer uma íngua atrás da sua orelha, será necessário consultar um medico para que ele possa diagnosticar do que se trata.

Como já explicamos anteriormente, os lipomas podem vir a serem confundidos com os cistos sebáceos, contudo, sua composição é totalmente diferente. Como seu nome indica, o cisto sebáceo é formado por sebo, por sua vez, o lipoma cresce por um acúmulo de células adiposas. Apesar de sua composição ser diferente, a verdade é que o tratamento é o mesmo para ambos: intervenção cirúrgica ou lipoaspiração para extrair o nódulo. No artigo a seguir, te falamos com profundidade sobre o lipoma no pescoço: causas, sintomas e como removê-lo.

Por que tenho um caroço atrás da orelha? - Caroço atrás da orelha por lipoma

Caroço atrás da orelha: outras causas

Além das causas que já explicamos ao longo do artigo, existem outras causas menos comuns para o aparecimento de um caroço atrás da orelha:

  • Alterações na tiroide.
  • Tumores nos gânglios linfáticos.
  • Toxoplasmose.
  • Infecção do couro cabeludo.
  • Reação alérgica.
  • Dermatite.

Algumas destas condições são graves, enquanto que outras não representam um problema maior. É por isso que a seguir te explicaremos quais são os sinais de alerta de uma íngua atrás da orelha, para que você saiba quando precisa consultar um médico.

Quando se preocupar com um caroço atrás da orelha?

Os caroços atrás da orelha não costumam representar uma condição grave e desaparecem sozinhas com o passar dos dias. Porém, há casos em que um tratamento médico é necessário, inclusive uma cirurgia. É por isso que você deve conhecer certos sintomas para saber se é preciso consultar um médico. A seguir, te explicamos quando você deve se preocupar com um caroço atrás da orelha:

  • Se o caroço muda de cor.
  • Se muda de forma.
  • Quando secreta líquido.
  • Se o caroço secreta sangue.
  • Se aparecem outras bolinhas.
  • Se o caroço dói.
  • Se ele coça.
Por que tenho um caroço atrás da orelha? - Quando se preocupar com um caroço atrás da orelha?

Remédios caseiros para caroço atrás da orelha

Se você quer saber como tirar um caroço da orelha ou como tratar cisto no lóbulo da orelha, vale destacar que se o caroço atrás da orelha for resultado de uma infecção bacteriana, temos à nossa disposição uma série de remédios caseiros para combater estas bactérias, desinflamar e tratar alguns de seus sintomas. A seguir, te explicamos quais são os principais remédios caseiros para uma íngua na orelha para um tratamento eficaz:

Vinagre de maçã

O vinagre de maçã é rico em ácido acético, um elemento que é muito útil contra infecções bacterianas. Para utilizá-lo, bata untar um pano limpo com este vinagre e deixá-lo sobre o caroço. Em seguida, coloque uma bolsa quente sobre o pano e deixe agir por pelo menos 20 a 30 minutos.

Óleo de rícino

O rícino é o principal composto ativo do óleo de rícino. Este composto ativo tem um grande poder antibacteriano, motivo pelo qual é útil para combater infecções. Para utilizá-lo, você deve colocar água quente em uma compressa e deixar sobre a bolinha, em seguida, retire o excesso de água da compressa, passe o óleo nela e mantenha-a sobre a bolinha durante 30 minutos.

Aloe vera ou babosa

O esterol presente no aloe vera é um componente químico com um grande poder anti-inflamatório, além disso, possui excelentes propriedades antibacterianas. Se somarmos todas suas qualidades, veremos que o aloe vera é um dos melhores remédios caseiros para combater os cistos infectados. Para sua utilização, devemos cortar uma de suas folhas e extrair o gel do seu interior. Por fim, você deverá aplicar este gel sobre a pele e esperar que a pele o vá absorvendo.

Este artigo é meramente informativo, no ONsalus.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos médicos nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Por que tenho um caroço atrás da orelha?, recomendamos que entre na nossa categoria de Pele, cabelo e unhas.

Bibliografia
  • Gaes. Bulto detrás de la oreja: ¿qué hacer?. Disponível em: <https://www.gaes.es/enfermedades-oido/infecciones-problemas-oido/bulto-detras-de-la-oreja>. Acesso em 30 de setembro de 2021.

Escrever comentário

O que lhe pareceu o artigo?

Por que tenho um caroço atrás da orelha?
1 de 5
Por que tenho um caroço atrás da orelha?

Voltar ao topo da página