Partilhar

Posso tomar paracetamol e aspirina juntos?

Por Nelson Ferreira, Editor e redator ONsalus. 2 novembro 2018
Posso tomar paracetamol e aspirina juntos?

Existe uma grande quantidade de medicamentos de venda livre e um deles é a aspirina, também conhecida como ácido acetilsalicílico, e outro o paracetamol, cujo uso é tão comum na vida diária que é os dois costumam fazer parte do estoque básico de casa, dos colégios e centros de trabalho.

Apesar de serem compostos por princípios ativos diferentes, ambos os medicamentos partilham as propriedades analgésicas e antipiréticas com um efeito semelhante de alívio nas alterações como dor ou aumento da temperatura corporal. No entanto, se estes sintomas forem provocados por uma condição mais severa, é necessário recorrer ao médico para seguir o tratamento adequado e combatê-los desde a sua causa.

Devido a estas propriedades em comum, é possível que algumas pessoas considerem combiná-los ou queiram tomar um depois do outro se o primeiro não foi eficaz, mas com a preocupação de que possa haver alguma reação negativa. Assim sendo, se você é uma dessas pessoas que se preocupam se pode tomar paracetamol e aspirina juntos, no seguinte artigo de ONsalus mostramos a resposta.

Também lhe pode interessar: Tomar Omeprazol todos os dias faz mal?

Para que serve a aspirina

O ácido acetilsalicílico pertence aos fármacos da família dos salicilatos e o seu mecanismo de ação consiste em bloquear diretamente o local afetado no processo pelo qual se ativa a libertação de substâncias chamadas prostaglandinas, as mesmas que se encarregam de informar o sistema nervoso que existe uma lesão em determinada região e às quais o organismo responde libertando componentes que provocam a inflamação, dor e febre.

Por este motivo, conhecemos a aspirina como um medicamento para controlar a febre, aliviar a dor leve ou moderada, diminuir a inflamação e também impedir que se formem coágulos sanguíneos. De acordo com a Biblioteca Nacional de Medicina dos Estados Unidos[1], a aspirina pode ser ingerida como parte de um tratamento prescrito ou em alterações comuns e é utilizada, principalmente, para as seguintes condições:

  • Dor de cabeça
  • Síndrome pré-menstrual
  • Resfriado
  • Dor de dentes
  • Ataques cardíacos e angina de peito
  • Doenças inflamatórias nas articulações, como artrite reumatoide e osteoartrite
  • Lupus eritematoso sistêmico
  • Febre reumática
  • Diminuir o risco de coágulos sanguíneos
  • Ataques isquêmicos transitórios, também conhecidos como mini acidente vascular cerebral
  • Ataques cerebrais ou acidente vascular cerebral

Apesar de fazer parte dos medicamentos de venda livre mais usados, é importante não ingerir mais do que a dose recomendada, uma vez que poderia causar alguns efeitos colaterais. Além disso, a aspirina está contra-indicada se você tem certas patologias ou caso possa reagir com outros medicamentos que você está tomando, assim sendo, o melhor é ler as indicações do prospeto e consultar o especialista caso tenha dúvidas.

Posso tomar paracetamol e aspirina juntos? - Para que serve a aspirina

Para que serve o paracetamol

O paracetamol, conhecido também como panadol ou acetaminofeno, serve como analgésico e antipirético, mas o seu mecanismo de ação é diferente da aspirina, visto que não tem um efeito anti-inflamatório nem impede a formação de coágulos sanguíneos. Este medicamento atua apenas a nível do sistema nervoso central e não diretamente na região afetada, impedindo que se formem as prostaglandinas e que se envie o sinal que estimula a dor onde se encontra a alteração. Além disso, intervém diretamente desde o hipotálamo para regular a temperatura corporal.

Graças ao seu mecanismo de ação, diminui o risco de sofrer de sintomas secundários, no entanto, doses altas ou o uso prolongado podem danificar o fígado ou os rins devido à saturação da via habitual pela qual se metaboliza o medicamento e pelo fato de não se conseguir processar rapidamente o composto resultante, visto que este se une às células hepáticas e provoca a morte das mesmas, afetando assim o tecido.

Assim sendo, não devemos abusar do consumo de paracetamol, seguindo sempre as indicações do especialista que receitou o fármaco. Apesar disto, é habitual que este medicamento seja usado para condições comuns como:

  • Baixar a febre
  • Dor de cabeça leve ou moderada
  • Dor de dentes
  • Desconforto por gripe
  • Mal-estar generalizado
  • Crises dolorosas por gota

Posso tomar paracetamol e aspirina juntos?

Nos folhetos da aspirina e do paracetamol por parte de Vidal Vademecum Spain[2] não se menciona que esteja contraindicado ingerir estes dois medicamentos juntos ou que reajam de forma negativa causando ou aumentando o risco de sofrer efeitos colaterais. Também não se considera que, ao combiná-los, se potencie o efeito de ambos ou que interfira na ação anti-inflamatória ou antia-agregante do ácido acetilsalicílico.

Apesar de não existir evidência para dizer que não se pode tomar o paracetamol e a aspirina juntos, o mais recomendado é não combiná-los, uma vez que têm efeitos semelhantes e que a reação a estes medicamentos em conjunto poderia ser contraproducente quando existem outras alterações. Assim sendo, o mais adequado é consultar o especialista antes de ingerir qualquer fármaco, mesmo que seja de venda livre.

Por outro lado, em certos casos em que se toma ácido acetilsalicílico como parte de um tratamento médico e se pretende tomar paracetamol, o paciente pode consumi-los um depois do outro com uma hora de separação, e não ao mesmo tempo. No entanto, caso se decida ingerir em conjunto estes medicamentos, mesmo que não façam parte de um tratamento em particular, é indispensável que se considere as contraindicações de ambos, por exemplo, a aspirina não é indicada para pessoas com alterações estomacais e o paracetamol não é indicado para paciente com doenças renais ou de fígado.

Este artigo é meramente informativo, no ONsalus.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos médicos nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Posso tomar paracetamol e aspirina juntos?, recomendamos que entre na nossa categoria de Medicação e testes médicos.

Referências
  1. Biblioteca Nacional de Medicina dos Estados Unidos da América (NIH). Aspirin. Disponível em: https://medlineplus.gov/druginfo/meds/a682878.html
  2. Vidal Vademecum Spain. Disponível em: https://www.vademecum.es/principios-activos-paracetamol-n02be01 y https://www.vademecum.es/medicamento-aspirina+comp.+500+mg_prospecto_2011

Escrever comentário sobre Posso tomar paracetamol e aspirina juntos?

O que lhe pareceu o artigo?
1 comentário
A sua avaliação:
Julio Ribeiro
Excelente artigo!!

Posso tomar paracetamol e aspirina juntos?
1 de 2
Posso tomar paracetamol e aspirina juntos?

Voltar ao topo da página