Partilhar

Bolinha na boca: causas e soluções

Bolinha na boca: causas e soluções

O aparecimento de uma bolinha na cavidade interna da boca pode provocar muitas preocupações na pessoa afectada, já que a primeira coisa que pensamos é que se trata de condição grave ou maligna que deve ser atendida de imediato. Contudo, na maioria dos casos não existe motivo para preocupação, salvo os caos em que a lesão sofre modificações. Nesse artigo do ONsalus, explicamos em detalhe as causas e soluções para as bolinhas na boca e em que momentos você deve consultar um especialista com urgência.

Também lhe pode interessar: Causas de dor de dente

Bolinha de carne na boca: fibromas

Uma das causas mais comuns para o aparecimento de uma bolinha na boca, na parte interna dos lábios ou na garganta são os fibromas na boca, tumores benignos com um formato arredondado e bem definido que costumam ser brilhantes e duros.

Os fibromas costumam surgir nas zonas onde existe atrito, embora possam aparecer em qualquer ponto da cavidade oral. Eles não apresentam nenhum perigo e, em alguns casos, quando são pequenos, podem até desaparecer sozinhos. No entanto, se os fibromas crescerem devem ser removidos por uma questão de conforto do paciente.

Bolinha de água na boca: cisto mucoso ou mucocele

Este tipo de bolinha na boca costuma formar-se na parte interna do lábio, nas bochechas ou no solo da boca, embora também possa surgir nas gengivas ou na língua. Consiste numa bolinha cujo tamanho pode variar, mas possui uma característica particular: está cheia de líquido no interior. Os cistos mucosos não são dolorosos, embora possam ser incômodos para a pessoa de acordo com a sua localização.

Este tipo de lesão também pode aparecer graças ao hábito de sugar as bochechas ou parte interna dos lábios, assim como perfurações e piercings. Normalmente, não requerem nenhum tipo de tratamento e com o tempo rebentam sozinhas. Contudo, se provocarem muito incômodo, devem ser removidas.

Bolinha branca na boca

Se detectamos a presença de uma bolinha branca na boca ou nas amígdalas, é importante prestar atenção. Ao contrário das patologias anteriores, este caso requer um tratamento médico específico, dependendo da origem das mesmas. As causas mais comuns de bolinhas brancas na boca e amígdalas são as seguintes:

Candidíase oral

Esta infecção que é produzida pelo fungo cândida se caracteriza pela presença de bolinhas brancas na bcoa acompanhadas de dor ao engolir e sangramentos durante a escovagem. O fungo deve ser controlado e eliminado para acabar com o problema.

O tratamento habitual para esta condição inclui o uso de medicamentos antimicóticos para combater o crescimento excessivo da candida albicans, assim como um bom cuidado de higiene buco-dental. Além disso, recomendamos que você aumente o consumo de alimentos probióticos que ajudam a equilibrar os níveis de levaduras.

Herpes oral

Surge após o contágio do vírus do herpes simples topo 1 e é caracterizado pela presença de aftas brancas, ardência ou coceira na zona onde encontram e dor ao engolir.

Em alguns casos, pode ser acompanhado de febre, mas a condição costuma desaparecer sozinha embora também possa ser eliminada com medicação. Podem ser receitados medicamentos antivirais administrados por via tópica ou por via oral.

Cáseo

Costumam afetar as amígdalas e a garganta, consistindo numa infecção provocada pela acumulação de células mortas que provocam mau odor na cavidade oral, além de poderem causar dor de garganta.

Para diagnosticar e tratar esta condição, é necessário consultar um otorrinolaringologista que se ocupará de eliminar estas formações esbranquiçadas e ajudar a resolver os problemas de mau hálito provocados por elas.

Bolinha de sangue na boca

Este tipo de lesão costuma ser inofensiva e pode ser produto de uma úlcera bucal que infecta ou uma auto-lesão ao mascar. Caso a bolha de sangue não desapareça em pouco tempo ou aumentar de tamanho e interferir no processo de mastigação ou fala, você deve consultar um odontólogo para determinar a causa exata e o tratamento ideal para eliminá-la.

Quando consultar um médico com urgência?

Uma bolinha na boca não costuma representar um problema grave saúde, mas sempre é importante consultar um otorrinolaringologista ou um dentista para receber um diagnóstico correto.

No entanto, em algumas situações este tipo de lesão indica a necessidade de uma visita urgente. Você deve consultar um especialista de imediato se:

  • A bolinha se torna uma úlcera.
  • Se a lesão é muito dolorosa ou incômoda.
  • Se você sente problemas ao falar, engolir ou mastigar.
  • Se existe inflamação dos gânglios.
  • Se existe uma perda de peso sem causa aparente.

Este artigo é meramente informativo, no ONsalus.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos médicos nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Bolinha na boca: causas e soluções, recomendamos que entre na nossa categoria de Dentes e boca.

Escrever comentário sobre Bolinha na boca: causas e soluções

O que lhe pareceu o artigo?
1 comentário
A sua avaliação:
Dario
faz dois meses que tenho bolinha na boca, me ajuda

Bolinha na boca: causas e soluções
Bolinha na boca: causas e soluções

Voltar ao topo da página