Partilhar

Bolinha no pênis: causas

Por Nelson Ferreira, Editor e redator ONsalus. 22 outubro 2018
Bolinha no pênis: causas

Poucas coisas podem assustar mais um homem que as que envolvem a saúde dos seus genitais. A presença de qualquer sintoma anormal, como um caroço no pênis, juntamente com a falta de informação, podem fazer com que se estabeleça um autodiagnóstico preocupante. Além disso, o medo ou a vergonha de consultar um especialista pode aumentar ainda mais a inquietude e vontade de encontrar a solução sem possuir a informação médica indispensável. Por esse motivo, neste artigo do ONsalus, explicamos o que pode provocar o aparecimento de bolinhas no pênis: causas.

Também lhe pode interessar: Espinhas no pênis: causas

Carocinhos no pênis: pápulas peroladas ou grânulos de Fordyce

As pápulas peroladas são pequenas protuberâncias ou bolinhas no pênis que surgem inicialmente como uma simples irritação e que vão aumentando de tamanho até adquirirem o aspeto de uma pequena verruga. Pode aparecer apenas ou, com o tempo, várias, e serem confundidas com verrugas genitais ou com uma doença de transmissão sexual. É importante dizer que não apresentam um risco para a saúde, sendo apenas um problema estético, e que não são contagiosas. No entanto, podem influenciar psicologicamente quem sofre dessa condição, já que conferem um aspeto pouco comum ao pênis, o que as outras pessoas podem relacionar com uma DST, provocando rejeição.

Os grânulos de Fordyce são, tal como as pápulas peroladas, protuberâncias com um aspeto amarelado ou esbranquiçado que podem ser congénitas e vão adquirindo um aspeto cada vez mais visível com o passar do tempo. Pode surgir apenas um grânulo ou um conjunto deles, tanto no pênis como no escroto, lábios vaginais, lábios e rosto. Embora não se saiba com precisão a causa do seu aparecimento, não têm nenhuma relação com as doenças de transmissão sexual nem são contagiosos.

Para ambos os casos, não existe um tratamento definido, embora a melhor opção seja recorrer a um especialista para que este estabeleça o diagnóstico mais adequado.

Bolinhas na glande: Verrugas genitais, feridas ou úlceras

Neste caso também falamos de bolinhas no pênis, na vulva, em torno e dentro do ânus, uretra e colo do útero. As verrugas genitais se contagiam através do contato sexual causado pelo vírus do papiloma humano (HPV). Neste caso, existe um risco para a saúde e, mesmo que a pessoa infetada desconheça que sofre desta condição, pode contagiar outros. As pessoas com vários parceiros sexuais ou sexualmente ativas desde muito cedo têm um maior risco de contágio. Os caroços no pênis por verrugas genitais têm um aspeto semelhante manchas de cor carne ou esbranquiçadas, planas ou elevadas, com apenas uma ou várias verrugas que podem também variar de tamanho.

As feridas ou úlceras podem apresentar-se como uma ou mais bolinhas na glande, escroto ou uretra masculina e a causa mais comum de contágio é a transmissão sexual. As causas das úlceras podem ser várias:

  • Herpes genital. Pequenas bolhas ou espinhas no pênis cheias de líquido de tom claro que causam dor.
  • Verrugas genitais. Caroços no pênis de cor marrom cujo aspeto pode ser comparado com o de uma couve-flor.
  • Sífilis. Uma ferida ou úlcera aberta que não causa dor.
Bolinha no pênis: causas - Bolinhas na glande: Verrugas genitais, feridas ou úlceras

Bolinha vermelha no pênis: líquen plano ou molusco contagioso

O líquen plano é uma doença que pode provocar o aparecimento de um caroço no pênis ou na boca, além de outras regiões. A sua causa é desconhecida, no entanto está relacionada com uma reação alérgica a determinadas substâncias e a doenças como a hepatite C. Estas bolinhas no pênis provocam coceira e têm bordas finas, podendo apresentar linhas brancas finas, e o seu aspeto é brilhante e escamoso. A sua cor costuma ser avermelhada ou escura e pode até provocar ferias ou úlceras. Não é uma doença contagiosa e não prejudica a saúde, exceptuando os sintomas que provoca.

O molusco contagioso pode aparecer se manifestar através de um carocinho no pênis ou em outras regiões, de aspeto semelhante às pápulas peroladas que explicamos no primeiro ponto. A principal diferença é que os moluscos são contagiosos e transmitem-se através do contato sexual ou, no caso das crianças, através de objetos contaminados com o vírus, como brinquedos, roupa ou toalhas. No começo, tem o aspeto de um caroço que não provoca dor que pode aumentar de tamanho e adquirir um tom marrom. Não costuma causar inflamação nem ser acompanhado de vermelhidão na região afetada e pode aparecer tanto nos genitais como no abdômen ou no interior das coxas.

Cravo no pênis: doença de Peyronie ou câncer de pênis

A doença de Peyronie é uma condição pouco habitual caracterizada por uma ou várias regiões endurecidas na pele, fazendo com que o pênis se curve com a ereção. Esta condição é acompanhada de dor no pênis durante a ereção e disfunção erétil, além da curvatura. Neste caso, as bolinhas no pênis não se manifestam como um caroço, e sim como pequenas placas endurecidas.

Por último, outra das causas pelas pelas quais podem aparecer bolinhas no pênis é o câncer de pênis. A sua causa é desconhecida mas se relaciona com uma má higiene da região por baixo do prepúcio, assim como ao facto de ter padecido de verrugas genitais ou do vírus do papiloma humano. Todos estes fatores aumentam o risco de sofrer de câncer de pênis. Os sintomas da condição incluem feridas no pênis, dor e, por vezes, sangramento.

Bolinhas no pênis: o que fazer

Antes de se antecipar ou tomar qualquer decisão, consulte um médico para que o especialista possa avaliar as bolinhas ou caroços no pênis. Como mencionado antes no artigo, as bolinhas no pênis podem ser contagiosas, por isso evite ter relações sexuais caso tenha alguma protuberância de causa desconhecida. Não tente extrair o caroço ou bolinha nem aplicar substâncias irritantes, visto que poderá danificar o seu pênis. Evite as conclusões precipitadas e, caso tenha um parceiro(a) e tenha tido relações sexuais recentemente, o ideal é que ambos consultem um especialista, visto que se os caroços no pênis forem consequência de uma doença de transmissão sexual, é provável que os dois estejam contagiados.

 

Este artigo é meramente informativo, no ONsalus.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos médicos nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Bolinha no pênis: causas, recomendamos que entre na nossa categoria de Sistema reprodutor masculino.

Bibliografia
  • Câncer do pênis por Viraj A. Master, MD, PhD, Professor of Urology, Emory University School of Medicine https://www.msdmanuals.com/pt-pt/profissional/dist%C3%BArbios-geniturin%C3%A1rios/c%C3%A2ncer-geniturin%C3%A1rio/c%C3%A2ncer-do-p%C3%AAnis
  • Herpes genital por Kenneth M. Kaye, MD, Associate Professor, Division of Infectious Diseases, Department of Medicine, Brigham and Women’s Hospital, Harvard Medical School. Disponível em: https://www.msdmanuals.com/pt-pt/profissional/doen%C3%A7as-infecciosas/herpes-v%C3%ADrus/herpes-genital
  • Verrugais genitais (Condiloma acuminado, verrugas venéreas, verrugas anogenitais) por Sheldon R. Morris, MD, MPH, Associate Professor of Medicine, University of California San https://www.msdmanuals.com/pt-pt/profissional/doen%C3%A7as-infecciosas/doen%C3%A7as-sexualmente-transmiss%C3%ADveis-dsts/verrugas-genitais
  • Lesões penianas cutâneas por https://www.msdmanuals.com/pt-pt/profissional/dist%C3%BArbios-geniturin%C3%A1rios/doen%C3%A7as-penianas-e-escrotais/les%C3%B5es-penianas-cut%C3%A2neas

Escrever comentário sobre Bolinha no pênis: causas

O que lhe pareceu o artigo?
1 comentário
A sua avaliação:
Julio Alexandre
O que pode ser caroço no penis? espinha?

Bolinha no pênis: causas
1 de 2
Bolinha no pênis: causas

Voltar ao topo da página