Partilhar

Bolinhas nos pés: por que aparecem e como eliminá-las

 
Por Dra. Ivonne Nieves Blanco, Médica Cirurgiã. 30 março 2020
Bolinhas nos pés: por que aparecem e como eliminá-las

As bolinhas que, em certos casos, aparecem nas partes laterais dos pés, frequentemente passam despercebidas devido ao fato de serem assintomáticas. Estas podem ser notadas em qualquer pessoa saudável quando fica de pé, desaparecendo uma vez que esta deixa de apoiar o calcanhar.

Estas lesões são frequentemente vistas em mulheres maratonistas, sendo que muitas delas são obrigadas a deixar o esporte por causa da dor que limita seu desempenho na atividade física. Contudo, a presença de dor não é comum quando surgem estas bolinhas nos pés e, em muitos casos, passam despercebidas devido ao fato de não causarem dor.

Neste artigo do ONsalus, te explicamos porquê aparecem bolinhas nos pés e como eliminá-las.

Também lhe pode interessar: Caroço em cima do pé: o que pode ser

Bolinhas nos pés ou pápulas piezogênicas

As bolinhas nos pés, como são popularmente chamadas, também são conhecidas como pápulas podais piezogênicas. Caracterizam-se por ser pequenas hérnias de tecido adiposo que são produzidos por defeitos do tecido conjuntivo. Podem ser notadas na parte lateral e média do pé quando a pessoa está de pé e desaparecem quando se deixa de fazer pressão sobre o pé.

Na maioria dos casos, estas lesões são vistas em pessoas com mais de 40 anos de idade, sendo mais frequente em mulheres. Como foi dito anteriormente, sua presença é assintomática, quando são dolorosas, é devido a isquemia causada pela extrusão da gordura com o pacote vascular-nervoso da área do calcanhar.

Estas bolinhas surgem sob a forma de diversas pápulas que medem entre 2 e 5 mm. Conforme aumentam de tamanho, mais dor o paciente terá. O tamanho das pápulas pode aumentar por traumatismos na região dos calcanhares e devido ao sobrepeso. Outra causa que produz a dor é a compressão dos nervos e vasos sanguíneos, o que dá origem a uma isquemia e inflamação na área mais profunda da derme.

Por que aparecem bolinhas nos pés

Estas bolinhas nos pés ou pápulas piezogênicas aparecem por diversas causas, entre elas estão:

  • Atividade física intensa: exercícios intensos e constantes fazem com que apareçam as bolinhas nos pés devido a compressão da área do calcanhar.
  • Permanecer de pé por longos períodos de tempo: a pressão sobre a região dos calcanhares durante longos períodos de tempo contribui com a formação de bolinhas nos pés devido ao defeito do tecido conjuntivo na região dos calcanhares.
  • Sobrepeso ou obesidade: o excesso de peso e a pressão sobre os calcanhares faz com que sejam notados mais facilmente.
  • Ficar na mesma posição durante longos períodos de tempo na jornada de trabalho: agrava as lesões presentes na região dos calcanhares como consequência da pressão nesta posição.
  • A Síndrome de Ehlers Danlos é uma doença hereditária que se caracteriza pelo aumento da elasticidade da pele, com isso são formados hematomas e os vasos sanguíneos são facilmente danificados. Estas alterações são o resultado de alterações genéticas que afetam as estruturas relacionadas ao colágeno. A presença de pápulas piezogênicas são notadas mais frequentemente em pessoas que sofrem desta doença.

Outras condições que causam bolinhas nos pés

Existem outros tipos de lesões capazes de produzir bolinhas nos pés, entre elas, podemos mencionar:

Gânglio no pé

É um cisto cheio de líquido que pode aparecer em qualquer área do pé, embora ocorra com mais frequência no tornozelo ou peito do pé. Pode mudar de tamanho, mas faz isso lentamente.

O crescimento de um osso conhecido pelo nome de esporão do calcâneo pode gerar o aparecimento desta condição, resultado da irritação que é produzida nas articulações e nos tendões. Esta lesão pode causar formigamento, dor e inclusive perda da sensibilidade.

Tratamento do gânglio: a primeira coisa que se deve fazer é drenar esta lesão para diminuir os sintomas. Outra forma de tratá-lo é com a aplicação de esteroides, com os quais se diminuem os sintomas e seu tamanho.

A aplicação de meios físicos, como a colocação de gelo na área afetada, de 15 a 20 minutos, alivia a inflamação e a dor.

Fibromatose plantar

Trata-se de um caroço na sola do pé, é uma lesão benigna que aparece no arco do pé e pode ser vista em um pé ou em ambos. Apresenta-se com mais frequência nos homens, sem importar a idade. Para que desapareça é necessário tratamento médico.

É um nódulo que se caracteriza pela alteração do tecido conjuntivo; é uma lesão firme ao toque, a qual pode permanecer do mesmo tamanho ou aumentar de volume causando incômodos.

Tratamento da fibromatose plantar: aplicação de cremes analgésicos e anti-inflamatórios a fim de diminuir os sintomas, visando diminuir a dor e a inflamação temporariamente. A terapia física melhora a inflamação. Se o fibroma plantar continuar crescendo, um especialista será o encarregado por indicar a remoção cirúrgica da lesão.

Bolinhas nos pés: por que aparecem e como eliminá-las - Outras condições que causam bolinhas nos pés

Diagnóstico de bolinhas nos pés

O diagnóstico das bolinhas nos pés é feito através de um minucioso exame físico. Estas lesões costumam ser confusas e é necessário um profissional que entenda do assunto.

Em diversas ocasiões, as pápulas piezogênicas foram confundidas com outras alterações, como verrugas, cistos ou furúnculos, portanto, caso se tenha um diagnóstico errado, o tratamento dado não será o adequado.

Por este motivo, estudos especializados, como a ressonância magnética e o ultrassom, permitem observar as lesões de gordura encapsuladas, contudo, para um especialista no assunto, a presença das lesões fica evidente somente com um exame físico.

Como eliminar as bolinhas nos pés

Nos casos em que não representem nenhum incômodo ao paciente, devem ser deixadas como estão e deve ser explicado ao paciente do que se tratam, para que não fique angustiado por tê-las.

O tratamento destas lesões é sintomático, isto é, não existe um tratamento específico para as bolinhas nos pés. Contudo, devem ser tomadas certas medidas como:

  • Indica-se a compressão com cinta adesiva na região do calcanhar para evitar a protusão das bolinhas nos pés.
  • Se sente muita dor, deve ir ao podólogo, ele se encarregará de te dar todas as orientações a respeito.
  • Se sofre de sobrepeso, é necessário diminui-lo para que também diminua a pressão sobre os calcanhares e sinta alívio ao ficar de pé.
  • Evite permanecer por muito tempo de pé.
  • Recomenda-se não praticar esportes de alto impacto, com isto, diminui-se o risco de sofrer algum traumatismo nos pés que agrave a dor.
  • Pode-se utilizar suportes plásticos ou de borracha, chamados de protetores de calcanhar, para diminuir a pressão sobre os calcanhares.
  • Para os pacientes que apresentarem a doença de Ehler Danlos, recomenda-se a aplicação de injeções de Betametasona e Bupivacaina, ambas são administradas em partes iguais durante 3 sessões com um intervalo de 1 mês entre cada uma.
  • Caso se trate de situações mais graves, o médico recorrerá a uma intervenção cirúrgica para eliminar a dor e corrigir a aparência do calcanhar. O podólogo ou seu médico de confiança te orientará em relação as medidas que deve implementar para evitar a dor ou eliminá-la.

Este artigo é meramente informativo, no ONsalus.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos médicos nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Bolinhas nos pés: por que aparecem e como eliminá-las, recomendamos que entre na nossa categoria de Ossos, articulações e músculos.

Escrever comentário sobre Bolinhas nos pés: por que aparecem e como eliminá-las

O que lhe pareceu o artigo?

Bolinhas nos pés: por que aparecem e como eliminá-las
1 de 2
Bolinhas nos pés: por que aparecem e como eliminá-las

Voltar ao topo da página