Partilhar

Caroço atrás da orelha, o que pode ser?

Por Nídia do Carmo, Editora e redatora ONsalus. 24 maio 2018
Caroço atrás da orelha, o que pode ser?

É comum que as pessoas explorem e estejam atentas a alterações na fisionomia do rosto e da cabeça. Isso faz com que seja mais fácil detectar o aparecimento de protuberâncias, caroços ou bolinhas, especialmente quando se localizam na zona do pescoço ou perto da orelha.

Várias causas diferentes podem provocar o aparecimento de um caroço atrás da orelha mas, na maioria dos casos, eles não representam uma condição perigosa e podem ser solucionados com o tratamento adequado, sem complicações. Embora seja indispensável visitar o médico para fazer um diagnóstico correto, o ONsalus explica detalhadamente quais são as causas do caroço atrás da orelha.

Também lhe pode interessar: Mau cheiro no nariz: o que pode ser

Inflamação dos gânglios linfáticos

Os gânglios linfáticos estão distribuídos por várias zonas do corpo mas principalmente no pescoço. Eles possuem a importante função de reter agentes externos que podem provocar algum dano no organismo, agindo como um filtro para depois eliminá-los. No entanto, quando esses agentes prejudiciais se acumulam, desencadeiam uma reação irritante provocando uma inflamação dos gânglios afetados. Isso faz com que eles sejam fáceis de notar ao toque, podendo mesmo aumentar de tamanho e provocar dor ou desconforto.

Na maioria dos casos, quando é detectado um caroço atrás da orelha, costuma ser pela inflamação de algum gânglio linfático próximo (essa condição também é chamada de adenopatia). Frequentemente, não representa uma condição grave e costuma ser sinal de alguma infecção, quer seja por vírus, bactérias, parasitas ou pela ingestão de algum medicamento. No entanto, é importante que você consulte o seu médico para que ele faça um diagnóstico correto e indique o tratamento adequado.

Caroço atrás da orelha, o que pode ser? - Inflamação dos gânglios linfáticos

Inflamação da glândula parótida

Dentro das glândulas salivares, as maiores são as parótidas, sendo que cada uma está localizada em um dos lados do rosto, em baixo e na frente das orelhas. Se encarregam de produzir a saliva, assim como outras glândulas salivares, que segregam na boca através de um canal atrás dos dentes superiores. Assim, ajudam o processo de mastigação e degradação dos alimentos, além de manter a cavidade bucal e seus componentes úmidos.

As glândulas parótidas podem ser afetadas por determinados tipos de infecções, as que são provocadas por vírus como as papeiras, ou pela proliferação de bactérias por uma higiene deficiente. Também é possível que se deva a outras condições, como o síndrome de Sjogren, uma doença autoimune que ataca principalmente as glândulas exócrinas. Quando existe uma alteração nas glândulas parótidas, se desenvolve uma inflamação que provoca dor severa na cara, podendo ser outra das causas do caroço atrás da orelha.

Caroço atrás da orelha, o que pode ser? - Inflamação da glândula parótida

Cisto sebáceo próximo da orelha

Quando o caroço atrás da orelha tem uma consistência suave, provocado pouca ou nenhuma dor, é fixo e a pele que cobre-o fica avermelhada, isso indica que você tem um cisto sebáceo ou cisto epidérmico. Esse cisto é, frequentemente, provocado pela obstrução de algum folículo piloso ou canal das glândulas sebáceas na pele. A obstrução costuma ser provocada pela remoção de capas de queratina na derme ou por alguma lesão, provocando a acumulação de gordura em baixo da pele.

A formação de capas na superfície do canal junto com o aumento da acumulação de gordura dentro do saco que se forma sob a pele fazem com que o caroço aumente de tamanho. Geralmente, esses cistos apresentam um poro pelo qual podem entrar micro-organismos para o interior do saco, infectando-o e enchendo-o de pus. Em muitos dos casos, afetam pessoas adultas e a probabilidade de desenvolver este tipo de condição aumenta para quem tem acne. Dependendo do estado do cisto, o tratamento pode variar, mas é importante destacar que não são perigosos.

Lipoma atrás da orelha

A presença de lipomas não é motivo para preocupação, já que esse tipo de tumor não é canceroso e costuma se resolver sem complicações. É uma doença mais comum do que se pensa e pode ser uma causa de caroços atrás da orelha. Se distingue de outro tipo de protuberâncias pela sua consistência suave e esponjosa, se movem sob a pele, não possuem um poro com acesso ao exterior e é de crescimento lento, muitas vezes sem qualquer tipo de sintoma.

O lipoma atrás da orelha se desenvolve a partir da produção excessiva das células graxas no tecido adiposo, armazenando uma massa de gordura sob a pele que pode continuar incrementando o seu tamanho. Não existem certezas do que o provoca, mas se considera que alguns fatores podem favorecer a sua presença, como o excesso de peso ou a obesidade, variações anormais do nível de glicose no sangue, doenças de fígado, lesões e ingestão de bebidas alcoólicas em excesso.

Caroço atrás da orelha, o que pode ser? - Lipoma atrás da orelha

Tumor na glândula parótida

Um tumor na glândula parótida pode ser outra motivo para sentir um caroço atrás da orelha. Embora não seja algo muito comum, é o tumor mais comum dentro das glândulas salivares. Em mais de 80% dos casos, o tumor não é canceroso, como o tumor de Warthin, mas também é possível que seja maligno e que requeira um tratamento mais prolongado.

Este caroço atrás da orelha pode ser sentido como uma massa ou inflamação dura, não provoca dor, cresce lentamente e não costuma ser muito grande. Quando existem sintomas, pode haver sensação de formigamento ou incômodo persistente na zona do rosto afetada, assim como dificuldade para engolir ou abrir totalmente a boca.

Não se sabe o que provoca um tumor na glândula parótida, mas o risco de desenvolvê-lo aumenta se a pessoa foi exposta a radiação, frequentemente por tratamento de câncer na cabeça ou no pescoço. Também é possível que derive do tabagismo excessivo ou de manipular determinadas substâncias como as usadas na indústria da borracha, canalização ou extração de amianto. No entanto, pode surgir sem causa aparente.

É necessário consultar o médico para monitorizar e tratar a condição adequadamente. Dependendo do estado do tumor, pode ser recomendada a extração da glândula parótida, já que um dos nervos faciais pode ser comprometido.

Este artigo é meramente informativo, no ONsalus.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos médicos nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Caroço atrás da orelha, o que pode ser?, recomendamos que entre na nossa categoria de Ouvido, nariz e garganta.

Escrever comentário sobre Caroço atrás da orelha, o que pode ser?

O que lhe pareceu o artigo?
3 comentários
A sua avaliação:
Ernesto Salezzi
Sinto um caroço atras da orelha no osso, a matéria ajudou. Obrigado.
Michel Oliveira Da Conceição
Boa noite eu estou com um caroço atrás da orelha que apareceu ontem à noite sendo que ontem de manhã em quanto eu corria fui picado por uma abelha na cabeça será que pode ser por causa da picada da abelha que apareceu esse caroço atrás da minha orelha? E também na quinta feira quando eu corria pela manhã eu também torci o tornozelo será que isso também pode ser a causa disso?
A sua avaliação:
mário dias
caroço dolorido atrás da orelha o que pode ser

Caroço atrás da orelha, o que pode ser?
1 de 4
Caroço atrás da orelha, o que pode ser?

Voltar ao topo da página