Partilhar

Caroço no cotovelo: causas e tratamento

 
Por Dra. Ivonne Nieves Blanco, Médica Cirurgiã. 29 junho 2020
Caroço no cotovelo: causas e tratamento

O cotovelo é uma articulação localizada no membro superior que une o braço com o antebraço. É formado por osso, líquido, cartilagem e ligamentos e cada um destes elementos cumprem a função de manter a articulação em seu lugar quando este se move.

Uma lesão de algum desses elementos pode provocar o aparecimento de um caroço no cotovelo. Estas protuberâncias tendem a variar quanto ao tamanho e consistência, de acordo com a causa que tiver gerado o aparecimento do caroço.

A presença de um caroço no cotovelo pode causar limitação funcional, acompanhada de dor e/ou deformação. Continue lendo este artigo do ONsalus para saber mais sobre um caroço no cotovelo: causas e tratamento.

Também lhe pode interessar: Caroço na mão: o que pode ser

Traumatismos

Uma das causas mais comuns do aparecimento de um caroço no cotovelo é uma pancada. As lesões traumáticas são causadas por uma simples pancada que pode vir a criar uma protuberância anormal no cotovelo, sinal de que o cotovelo está inflamado.

Este aumento de volume no cotovelo causado por uma pancada costuma ser acompanhado de outros sintomas como dor e mudanças de coloração, sendo eles uma resposta à lesão.

Tratamento dos traumatismos

Será necessário consultar um especialista para que ele examine a lesão causada pela pancada e descarte outros problemas relacionados com um caroço no cotovelo. Em traumatismos, o especialista procurará uma solução para conseguir aliviar a dor e a mobilidade da articulação. É importante seguir suas recomendações para uma correta recuperação.

Cotovelo de tenista

Também é uma das causas mais comuns do aparecimento de uma lesão no cotovelo, já que é condicionado por movimentos relacionados com esportes ou profissões que exigem esforços em excesso desta articulação.

O cotovelo de tenista ou epicondilite surge naquelas pessoas que utilizam continuamente a articulação com movimentos repetitivos, como os tenistas.

O primeiro sintoma de alerta ao aparecer é a dor e inflamação na região do cotovelo, especialmente quando esta ergue sua mão para cumprimentar ou pegar algum objeto.

Tratamento do cotovelo de tenista

Na maioria dos casos, a lesão conhecida como cotovelo de tenista melhora sozinha com o descanso da articulação. Recomenda-se ir ao médico se a dor no cotovelo for intensa, uma vez que ele recomendará a ingestão de analgésicos e anti-inflamatórios para aliviar os sintomas, assim como terapias de reabilitação.

Em casos muito graves de cotovelo de tenista, poderá ser necessário um tratamento cirúrgico, especialmente se esta lesão continuar durante 6 ou 12 meses, mesmo seguindo o tratamento não cirúrgico.

Caroço no cotovelo: causas e tratamento - Cotovelo de tenista

Cotovelo de golfista

Esta lesão é parecida com o cotovelo de tenista, mas ocorre na parte externa do cotovelo. Entre seus sintomas estão:

  • Dor que pode chegar ao antebraço.
  • Aumento da sensibilidade.
  • Formigamento que pode chegar até os dedos da mão.
  • Caroço no cotovelo.

Tratamento do cotovelo de golfista

Neste caso, você deve ir ao médico para que ele recomende analgésicos de venda livre, como ibuprofeno ou naproxeno, para aliviar a dor que o cotovelo de golfista causa. Da mesma forma, o profissional recomendará tratamentos para fortalecer a área afetada como os exercícios de alongamento.

A imobilização do braço será de grande ajuda, com ela serão vistos excelentes resultados. O repouso e o tratamento adequado te permitirão voltar logo à sua rotina.

Gota

É uma doença causada pelo acúmulo de ácido úrico nas articulações, isto também é conhecido como hiperuricemia. O acúmulo destes cristais de urato de sódio sob a pele podem ser vistos e tocados, estes são chamados tofos e são muito dolorosos ao tato, além de deformarem a articulação, criando caroços.

Tratamento da gota

Para tratar esta alteração, só é preciso baixar os níveis de ácido úrico no sangue, com isto será possível dissolver os cristais de urato de sódio, diminuindo desta forma o caroço ou inchaço do cotovelo, e inclusive de qualquer outra articulação. Para isso, se deve controlar a ingestão de alguns alimentos como carnes vermelhas e bebidas açucaradas.

O médico especialista será o encarregado de indicar o tratamento farmacológico adequado, a base de colchicina para diminuir a dor, a inflamação e o inchaço.

Abscesso

Os abscessos no cotovelo se formam como consequência de uma ferida aberta ou de algum corte que permite a entrada de bactérias, fungos ou outros agentes capazes de desencadear um processo infeccioso.

Em geral, este abscesso vem acompanhado de sintomas como:

  • Pus, que se acumula gerando um caroço.
  • Dor.
  • Inflamação.
  • Calor na área do abscesso.
  • Mudança de coloração.
  • Drenagem do pus ao exterior.

Quando o caso de abscesso é grave, podem aparecer mais sintomas como:

  • Mal-estar geral.
  • Febre.
  • Calafrios.

Tratamento do abscesso

Esta lesão que pode gerar um caroço no cotovelo deve ser tratada por um médico através da indicação de antibióticos, analgésicos e anti-inflamatórios para eliminar a bactéria causadora do abscesso, assim como aliviar a dor, a inflamação e os demais sintomas que o acompanham.

Lipoma

Um lipoma é uma lesão benigna que se caracteriza pelo crescimento de células adiposas em qualquer parte do corpo. Pode aparecer como caroço no cotovelo, especificamente na camada subcutânea da pele, e seu crescimento é lento e indolor, de consistência suave e móvel.

Dependendo do seu tamanho e localização, o lipoma pode gerar dor ou compressão nervosa. Esta lesão pode se estender até os tecidos presentes em seu redor, causando limitação funcional.

Tratamento do lipoma

Na maioria das vezes os lipomas são assintomáticos, por isso que não necessitam de tratamento médico. Em casos raros, caso causem deformidade ou limitação dos movimentos, será necessária fazer uma extração cirúrgica.

Bursite olecraniana

É conhecida como cotovelo do arremessador de dados ou cotovelo de estudante. A bursite olecraniana pode aparecer por diferentes causas como:

  • Traumatismo.
  • Pancada direta na parte posterior do cotovelo.
  • Apoio contínuo sobre os cotovelos, como os estudantes.
  • Fricção frequente na parte superficial do cotovelo.
  • Surgimento de algum doença reumática.
  • Possível relação com a gota.
  • Possível infecção.

Esta lesão se caracteriza pela presença de um caroço na parte posterior do cotovelo, como consequência de um derrame de líquido sinovial que pode, ou não, ser doloroso.

Tratamento da bursite olecraniana

O tratamento é orientado para tratar a inflamação, a dor, diminuir os movimentos e melhorar a incapacidade funcional. Isto é feito pelo médico especialista com a prescrição de anti-inflamatórios não esteroides e a indicação de fisioterapia através da aplicação de crioterapia e eletroestimulação.

Fratura

Surge devido à ruptura de um ou mais ossos que fazem parte da articulação do cotovelo. Isto ocorre por uma queda ou traumatismo sofrido no cotovelo, causando o aparecimento de:

  • Dor.
  • Caroço no cotovelo.
  • Impossibilidade de mover o cotovelo.

Tratamento da fratura no cotovelo

O tratamento de uma fratura no cotovelo deve ser imediato. Você deve ir ao centro de saúde mais próximo onde será iniciada uma imobilização da fratura através de uma tala ou gesso para poder manter os ossos no lugar, diminuindo assim a dor.

Além disto, são prescritos analgésicos para diminuir a dor e é preciso ficar em repouso.

Quando for extremamente grave, a fratura pode precisar de uma cirurgia.

Caroço no cotovelo: causas e tratamento - Fratura

Celulite infecciosa

A celulite infecciosa pode aparecer na região do cotovelo pela passagem de bactérias através da pele, infectando as camadas profundas, podendo causar:

  • Inflamação.
  • Caroço no cotovelo.
  • Cor avermelhada da pele na área onde está a celulite.

Pode ser grave dependo do germe causador da infecção, gerando complicações como a septicemia, que é uma infecção generalizada do organismo capaz de levar à morte.

Tratamento da celulite infecciosa

Esta doença deve ser tratada imediatamente, iniciando um tratamento com antibióticos como a clindamicina ou cefalexina. De acordo com a gravidade, os medicamentos poderão ser indicados por via oral ou intravenosa para eliminar a bactéria causadora desta doença por um período de 10 a 21 dias.

Para aliviá-la serão receitados analgésicos ou anti-inflamatórios que acalmem a dor e a inflamação.

Tumor maligno

Por último, a presença de um aumento de volume no cotovelo também pode ser causado por células cancerosas. A alteração pode se apresentar como resultado de traumatismos com proliferação de células malignas.

Tratamento do tumor maligno no cotovelo

Neste caso, o tratamento será realizado pelo ortopedista, assim como o oncologista, que dará continuidade ao tratamento anticancerígeno necessário.

Como evitar o aparecimento de um caroço no cotovelo

Para evitar o aparecimento de um caroço no cotovelo, recomendamos seguir as seguintes indicações:

  • Evitar a realização de movimentos repetitivos em excesso.
  • Fortalecer os músculos que cercam a articulação do cotovelo antes de realizar qualquer atividade física.
  • Colocar gelo no cotovelo depois de realizar uma atividade física que cause incômodo.
  • Utilizar a postura correta quando realizar uma atividade repetitiva.

Finalmente, não hesite em ir a um especialista se tiver um caroço no cotovelo, já que ele será a pessoa indicada para te ajudar com sua situação em específico.

Este artigo é meramente informativo, no ONsalus.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos médicos nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Caroço no cotovelo: causas e tratamento, recomendamos que entre na nossa categoria de Ossos, articulações e músculos.

Bibliografia
  • Richardson, M. Enciclopedia de la salud: Qué debemos hacer para disfrutar de una buena salud. Editorial: Amat.

Escrever comentário sobre Caroço no cotovelo: causas e tratamento

O que lhe pareceu o artigo?

Caroço no cotovelo: causas e tratamento
1 de 3
Caroço no cotovelo: causas e tratamento

Voltar ao topo da página