Lesões e doenças da perna

Como curar uma lesão muscular na coxa

 
Dra. Ivonne Nieves Blanco
Por Dra. Ivonne Nieves Blanco, Médica Cirurgiã. 25 janeiro 2022
Como curar uma lesão muscular na coxa

As lesões musculares na coxa são muito dolorosas, pois o esforço realizado, seja pela prática de um esporte, atividade física, um acidente, mau uso do músculo ou a sobrecarga do mesmo, pode causar esta lesão.

De acordo o grau da condição, a realização de atividades cotidianas acaba ficando limitada, o que provoca uma grande preocupação em relação ao tempo que vai durar tal limitação e quando você estará 100% recuperado. Diante uma lesão deste tipo, é importante consultar um ortopedista e iniciar o tratamento adequado para cada caso.

Neste artigo do ONsalus, você encontrará todas as informações sobre como curar uma lesão muscular na coxa e quanto tempo demora para se recuperar. Boa leitura.

Índice
  1. Como saber se tenho uma lesão muscular na coxa
  2. Como curar uma lesão muscular na coxa
  3. Quanto tempo leva para curar uma lesão muscular

Como saber se tenho uma lesão muscular na coxa

A lesão muscular na coxa ocorre quando os músculos são estirados além do seu limite enquanto é feita alguma atividade física, como correr, chutar uma bola ou ao sofrer uma pancada direta na região.

Você vai perceber que tem uma lesão muscular devido à presença dos seguintes sintomas:

  • Sensação de estalo na região afetada.
  • Dor.
  • Sensibilidade ao tato no local da lesão.
  • Presença de manchas marrons se os vasos sanguíneos tiverem rompido.

Conhecer a gravidade da lesão também é outra forma de saber se está com uma lesão muscular na coxa:

Grau I

A tensão muscular é leve ocorre quando menos de 5% das fibras musculares individuais foram afetadas, por isso que os sintomas presentes não são suficientemente graves ao ponto de você precisar parar de fazer treinamentos ou atividades físicas diárias.

Esta lesão pode vir acompanhada de:

  • Fisgada na coxa.
  • Sensação de aperto.
  • Leve desconforto ao caminhar. Costuma ser difícil correr.

Grau II

Neste tipo de lesão muscular na coxa há perda grave do movimento assim como de força, é notado um maior número de fibras afetadas, mas o músculo não foi rompido.

Os sintomas que acompanham este grau de lesão são:

  • Dor aguda e repentina ao correr, pular ou chutar, a qual impossibilita a continuidade na atividade que estava realizando.
  • Dor local e ao alongar o joelho contra uma resistência.
  • Aumento de volume no local da lesão.

Grau III

O músculo ou o tendão se rompem provocando dor intensa, além destes incômodos neste tipo de lesão muscular na coxa:

  • Dor intensa e repentina na parte de trás da coxa.
  • Incapacidade de caminhar sem a ajuda de muletas.
  • Inchaço grave e imediato.
  • Hematomas que aparecem em 24 horas.
  • Contração muscular estática e dolorosa que pode produzir um aumento de volume.

Como curar uma lesão muscular na coxa

O tratamento de uma lesão muscular na coxa, mais especificamente no quadríceps, que é a parte frontal da coxa, dependerá da gravidade da lesão. Ele pode ser cirúrgico ou não cirúrgico. O médico especialista em traumatologia te indicará o melhor tratamento dependendo dos sintomas que apresentar.

Tratamento não cirúrgico

Quando a lesão é pequena, este será o tratamento indicado colocando em prática nas seguintes recomendações:

  • Imobilização: neste caso será necessário um imobilizador de joelho ou um aparelho ortopédico de 3 a 6 semanas. Com isto, a perna será mantida reta enquanto cura o tendão lesionado. Provavelmente você precisará de muletas para evitar colocar todo seu peso sobre a perna.
  • Terapia física: você deve iniciar a fisioterapia depois de ter controlado a dor e o inchaço. Os exercícios serão realizados de forma gradual com a finalidade de aumentar tanto a força quanto os movimentos. Conforme a lesão for sendo curada com o fortalecimento, será possível retirar o aparelho ortopédico, desta forma, poderá realizar os exercícios em casa.

Tratamento cirúrgico

Caso a lesão muscular no quadríceps seja grave, o médico indicará a solução cirúrgica para reparar o tendão lesionado voltando a uni-lo com a rótula. Este procedimento deve ser feito o quanto antes, já que os resultados dependerão disso.

Neste outro artigo mostramos como aliviar a dor nas pernas.

Como curar uma lesão muscular na coxa - Como curar uma lesão muscular na coxa

Quanto tempo leva para curar uma lesão muscular

O tempo que demora para uma lesão muscular ser curada depende da gravidade da lesão:

  • Quando se tem uma lesão leve ou grau I, existe a possibilidade de voltar às atividades cotidianas em um período de 3 a 6 semanas mantendo os cuidados básicos em casa.
  • Por sua vez, as chamadas grau II podem demorar até 3 meses ou mais para serem curadas.
  • Nos casos onde for necessária uma solução cirúrgica para uma lesão grau III, a recuperação completa pode levar entre 4 e 6 meses, inclusive pode ser preciso mais tempo até alcançar completamente os objetivos do treinamento de força e da amplitude do movimento.

O mais importante é seguir as indicações médicas assim como realizar os exercícios indicados pelos fisioterapeutas, somente assim alcançará a cura completa no menor tempo possível.

Agora que você já sabe como curar uma lesão muscular na coxa, não perca este outro artigo sobre o que pode ser uma dor na virilha do lado direito.

Este artigo é meramente informativo, no ONsalus.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos médicos nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Como curar uma lesão muscular na coxa, recomendamos que entre na nossa categoria de Ossos, articulações e músculos.

Bibliografia
  • ALONSO, A. L. (1996). Bases científicas para el tratamiento del desgarro muscular. Rev Esp Cir Osteoart, 31, 192-196.
  • Caracterización mediante Ecografía, S., & Carrozza, V. S. Desgarros musculares de localización típica y atípica.
  • Muñoz Ch, S. (2002). Lesiones musculares deportivas: Diagnóstico por imágenes. Revista chilena de radiología, 8, 127-132.
Escrever comentário
O que lhe pareceu o artigo?
1 de 2
Como curar uma lesão muscular na coxa