Partilhar

Como diminuir veias saltadas

 
Por Redação ONSalus. 10 novembro 2020
Como diminuir veias saltadas

As veias saltadas, tanto das mãos quanto das pernas, é um transtorno bastante comum, muito relacionado ao estilo de vida atual, onde a falta de descanso adequado, má nutrição e estilos de vida sedentários são comuns.

Doenças que favorecem a coagulação do sangue, varizes, sobrepeso, uso de estrógenos ou pílulas anticoncepcionais, formas de administrar medicamentos ou realizar tratamentos diretamente nas veias, são algumas das possíveis causas.

Se você quer saber como diminuir veias saltadas de forma adequada para evitar complicações, te convidamos a continuar lendo este artigo do ONsalus. Você também entenderá porque as veias ficam saltadas e o que fazer quando notar este problema.

Também lhe pode interessar: Veia do pescoço pulsando: o que pode ser

Flebite

As veias são estruturas que servem para levar o sangue desoxigenado desde os tecidos até o coração.

  • Existe um grupo de veias que fica entre os tecidos e é conhecido como sistema venoso profundo.
  • Por sua vez, outro conjunto de veias que está inserido no tecido adiposo imediatamente abaixo da pele se chama sistema venoso superficial.

Em algumas pessoas as veias superficiais são muito evidentes e até podem parecer que estão saltadas. Estas pessoas costumam ter a pele clara e pouca gordura, o que mostra o caminho tortuoso das veias, ainda mais quando fazem exercícios físicos ou ficam muito tempo com os braços e pernas abaixados.

Assim como esta situação é algo normal, existem outras circunstâncias nas quais as veias realmente ficam inflamadas. Este transtorno é conhecido como flebite. Na flebite superficial aparecerão, além do alargamento das veias, outros sintomas como:

  • Dor na área afetada.
  • Vermelhidão.
  • Inflamação da pele próxima do local.
  • Edema.
  • Acúmulo de líquido nos tecidos mais longes da infecção.

Por que as veias ficam saltadas?

As causas de uma flebite podem ser bastante variadas, a seguir você conhecerá as mais comuns:

Traumatismo ou lesão

Quando uma veia é afetada por uma pancada ou é lesionada durante um procedimento ela pode se inflamar e também ser infectada.

Após uma injeção endovenosa

Quando se aplica um medicamento de forma intravenosa é possível que algum germe penetre junto, sobretudo em pessoas com imunidade baixa.

Esta situação também pode ocorrer diante da presença de uma via endovenosa ou em cateteres usados para administrar soro, medicamentos ou fazer diálise. Isto é mais provável de ocorrer quando o cateter fica muito tempo na veia.

Coágulo dentro de una veia

A formação de um coágulo dentro de uma veia é conhecida como trombose e pode ocorrer em diferentes situações, como por exemplo:

  • Uma doença de coagulação: quando existe certa tendência do organismo a endurecer o sangue passando de um estado líquido para um estado mais sólido. Como é o caso de algumas doenças hereditárias, como a trombofilia e o aumento do número de plaquetas no sangue.
  • Repousar por muito tempo: existe a possibilidade do sangue ficar estagnado nas veias e favorecer a formação de coágulos. Isto pode ocorrer quando se fica muito tempo na cama, sentado, como por exemplo, em uma viagem longa ou quando se mantêm as pernas cruzadas por bastante tempo. Isto é especialmente complicado após procedimentos cirúrgicos grandes, em pessoas com varizes, com problemas de obesidade ou com transtornos na coagulação.
  • Varizes: o trajeto tortuoso e engrossado das veias favorece a formação de coágulos e, portanto, há maiores chances de ocorrer uma flebite.
  • Câncer: esta doença costuma levar a um estado de hipercoagulabilidade do sangue, ou seja, o sangue pode se tornar mais espesso e é possível que fique estagnado em uma veia, formando uma trombose.
  • Uso de pílulas anticoncepcionais ou estrógenos: também favorecem a formação de coágulos no sangue, sobretudo em mulheres com certos fatores de risco, como as que tem mais de 35 anos.
  • Tabagismo: o tabaco por si só é um tremendo fator de risco que favorece a formação de coágulos sanguíneos, ainda mais quando associado com outras situações de risco já mencionadas.
  • Doenças hepáticas ou renais: um transtorno crônico do fígado ou dos rins pode favorecer um estado de hipercoagulabilidade sanguínea.
Como diminuir veias saltadas - Por que as veias ficam saltadas?

Como diminuir veias saltadas

Você deve consultar um médico ou médica se acha que a veia está inchada e sente os seguintes sintomas:

  • Dor;
  • Ardência;
  • Inflamação na pele.

Caso contrário, é provável que a infecção se espalhe ou que parte da trombose se solte e viaje para outra parte do corpo. Este coágulo solto é conhecido como êmbolo e é responsável por condições muito graves.

Se um êmbolo é instalado em lugares delicados, como o coração, os pulmões ou no cérebro, a circulação sanguínea nos mesmos é afetada. Isto pode levar a doenças graves e potencialmente mortais:

  • Apoplexias;
  • Infartos;
  • Infecções graves;
  • Obstrução da circulação pulmonar.

Por isso que é tão importante não atrasar o diagnóstico ao notar uma veia saltada. Quando chegar na consulta é provável que seja perguntando sobre seu histórico familiar e como começou o problema, em seguida deve ser avaliado e podem ser solicitados exames, como por exemplo uma ecografia.

Uma vez realizado o diagnóstico será indicado o tratamento adequado para saber como desinchar uma veia saltada para seu caso em específico.

Tratamento para a veia saltada

Uma vez realizado o diagnóstico, um profissional indicará o tratamento mais conveniente para o seu caso. Os objetivos deste tratamento são três:

  • Desinchar a veia;
  • Curar a infecção caso exista;
  • Evitar complicações.

Entre as medidas necessárias que te recomendarão, estão:

Tratar a infecção

No caso da veia estar infectada serão indicados antibióticos. Se a infecção for grave, pode ser necessário administrar antibióticos de forma endovenosa.

Eliminar coágulos e evitar que fiquem maiores

As vezes é necessário realizar uma pequena cirurgia para eliminar o coágulo caso esteja presente. Trata-se de um procedimento no qual é realizada uma pequena incisão para abrir a veia e remover o coágulo preso dentro dela.

Também podem ser necessários nestes casos medicamentos anticoagulantes, como a heparina de baixo peso molecular, podendo ser continuado por via oral com warfarina ou alteplasa, de acordo com o quadro clínico, o histórico familiar e o critério do profissional que estiver te tratando.

Melhorar a dor

Se você quer saber como desinflamar uma veia saltada e melhorar a dor e os incômodos, um profissional pode te recomendar analgésicos anti-inflamatórios.

Retirar cateter

Se há um cateter em uma veia será necessário retirá-lo, já que as vezes isto favorece uma infecção.

Colocar um filtro

As vezes, sobretudo em casos crônicos e graves, pode ser necessário colocar um filtro para evitar que um coágulo, ou parte dele, passe para áreas mais delicadas do organismo, como os rins, o coração, o cérebro ou os pulmões.

Remédios para desinchar as veias

Além do tratamento médico, existem algumas medidas que você pode tomar para favorecer sua recuperação. Entre elas estão:

Elevar o membro afetado

Tanto se for uma perna ou um braço, manter elevado o membro afetado ajudará a resolver o problema. Esta medida favorece a circulação do sangue e é um bom jeito de desinchar uma veia saltada, pois evita a estagnação do sangue em um só lugar.

Usar meias ou faixas de compressão

As meias de compressão servem para melhorar a circulação na área, já que espremem o sangue estagnado nas veias para que subam até o coração. Também são muito úteis para prevenir a formação de coágulos e favorecer o retorno venoso em pessoas com problemas crônicos nas veias.

Mudar hábitos para evitar reincidências

É importante que após resolver o problema urgente sejam modificados os fatores que favoreceram esta doença. Já que do contrário é provável que a situação volte a acontecer ou que cause outra mais grave. De nada serve encobrir os sintomas e saber como desinflamar uma veia saltada se você não tratar a causa do problema.

Entre as medidas que você pode tomar para melhorar radicalmente seus problemas de coagulação ou as doenças que a favorecem estão:

  • Melhorar sua alimentação: consumir mais frutas e verduras, grãos integrais, legumes, frutos secos, sementes, fermentados, mel, açúcar integral. Tudo em sua devida medida, sem exageros e buscando combinações adequadas dos alimentos.
  • Deixar de lado alimentos que se afastam do natural e que complicam o funcionamento do organismo como: conservantes, corantes, óleos e margarinas, produtos refinados e excesso de carne e laticínios.
  • Beber agua: deixar de lado bebidas gaseificadas, excesso de café e álcool, bebidas com açúcar, adoçantes ou saborizantes.
  • Evitar o sedentarismo: permanecer por muito tempo quieto e sem se movimentar favorece todo tipo de transtorno. Basta fazer uma caminhada, dançar ou nadar que já te ajudará a melhorar sua saúde. Tudo deve ser adaptado a condição física de cada pessoa.
  • Descansar adequadamente: respeitar o descanso de noite é essencial para melhorar qualquer problema de saúde. Para conservar o estado de equilíbrio e saúde é necessário dormir entre 7 a 9 horas durante a noite, evitando se deitar muito tarde e usar equipamentos eletrônicos (telefones, tablet, computador, televisão, etc.) antes de dormir.

Este artigo é meramente informativo, no ONsalus.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos médicos nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Como diminuir veias saltadas, recomendamos que entre na nossa categoria de Sangue, coração e circulação.

Bibliografia
  • Atay S, Sen S, Cukurlu D. Phlebitis-related peripheral venous catheterization and the associated risk factors. Niger J Clin Pract. 2018 Jul;21(7):827-831. doi: 10.4103/njcp.njcp_337_17. PMID: 29984711.
  • Chang WP, Peng YX. Occurrence of Phlebitis: A Systematic Review and Meta-analysis. Nurs Res. 2018 May/Jun;67(3):252-260. doi: 10.1097/NNR.0000000000000279. PMID: 29698331.
  • Grandl G, Wolfrum C. Hemostasis, endothelial stress, inflammation, and the metabolic syndrome. Semin Immunopathol. 2018 Feb;40(2):215-224. doi: 10.1007/s00281-017-0666-5. Epub 2017 Dec 5. PMID: 29209827; PMCID: PMC5809518.

Escrever comentário

O que lhe pareceu o artigo?

Como diminuir veias saltadas
1 de 2
Como diminuir veias saltadas

Voltar ao topo da página