Partilhar

Cortisol alto: sintomas, tratamento e causas

Por Nídia do Carmo, Editora e redatora ONsalus. 27 novembro 2017
Cortisol alto: sintomas, tratamento e causas

Ter o cortisol alto é um fenômeno conhecido clinicamente como hipercortisolismo ou Síndrome de Cushing.Embora não seja uma doença muito comum, o seu aparecimento pode ser provocado pelo consumo de corticoesteroides em excesso. Geralmente, quem sofre desta doença tende a ter sobrepeso, já que o descontrolo deste hormônio favorece a concentração de gordura (especialmente na zona abdominal). O cortisol é um hormônio produzido nas glândulas suprarrenais que se encarrega de armazenar e usar a energia proporcionada ao corpo, além de controlar outros processos como o nível de pressão arterial e o estresse corporal. No ONsalus, explicamos tudo o que você precisa saber sobre o cortisol alto: sintomas, tratamento e causas.

Também lhe pode interessar: Hirsutismo: tratamento e causas

Para que serve o cortisol?

Todos necessitamos do cortisol, o problema são as quantidades em que este hormônio é liberado. Quando você se encontra sob estresse, o hipotálamo envia sinais de alerta para os nervos. Os hormônios e os nervos são automaticamente ativados para serem liberados e enviarem quantidades de energia aos músculos. Na quantidade adequada, o cortisol serve para:

  • Regular a pressão arterial.
  • Controlar o efeito da insulina para manter um nível adequado de açúcar no sangue.
  • Regular o sistema imunológico.
  • Permite manejar, equilibrar e responder ao estresse corporal.
  • Usa o açúcar e a gordura como fonte de energia para o corpo e armazena para os momentos de jejum prolongado.

Cortisol alto: sintomas

Quando uma pessoa tem cortisol alto, ocorrem muitas mudanças no seu organismo, tanto a nível físico como comportamental. Em seguida, indicamos os sintomas do cortisol alto:

Sintomas físicos

  • Aumento de gordura na zona abdominal.

  • Problemas digestivos, já que diminui a formação de enzimas e reduz a absorção dos nutriente e dos minerais. Não esqueça que o estresse afeta consideravelmente o sistema digestivo.

  • Sistema imunológico enfraquecido.
  • Problemas de sono.
  • Menstruações irregulares.
  • Crescimento do pelo facial, sobretudo em mulheres.
  • Dores musculares.
  • Cansaço constante.
  • Tensão alta.
  • Dores de cabeça.
  • Desejo de comer doces.
  • Envelhecimento prematuro.

Sintomas de comportamento

  • Sensibilidade constante, mesmo sem motivo.
  • Irritabilidade.
  • Libido baixa.
  • Depressão leve.
  • Sentimentos de raiva.

É necessário destacar que estes sintomas também formam parte de outras condições médicas, pelo que você deve consultar um endocrinologista para que ele determine se você está sofrendo de uma elevação do cortisol ou não.

Cortisol alto: causas

Existem muitos fatores que podem subir o colesterol. Em seguida, detalhamos as causas do cortisol alto:

  • Estresse: o cortisol alto é conhecido como o hormônio do estresse e é produzido no nosso corpo para ajudar a reagir em momentos de tensão, quer seja física ou emocional. Quando ocorre, as funções deste hormônio bloqueiam, fazendo com que seja segregada em excesso.
  • Problemas na hipófise: a hipófise é uma glândula que se encontra na base do crânio que se encarrega de controlar a ação dos hormônios que regulam funções, junto com outras glândulas que controlam o sistema endócrino. Quando a hipófise falha, o cortisol é produzido em excesso.
  • Consumo de esteroides e de bebidas alcoólicas.
  • Problemas nas glândula suprarrenais: quer seja por câncer ou por um tumor, estas glândulas estão localizadas sobre os rins e permitem que o corpo controle o estresse, libertando cortisol.

Cortisol alto: tratamento

Antes de iniciar um tratamento para baixar o cortisol, é necessário que você faça um exame de sangue para comprovar que esse é realmente o problema e que não se trata de outra condição. Assim que você tenha o diagnóstico de cortisol alto, o tratamento será baseado numa mudança do seu estilo de vida, trabalhando os níveis de ansiedade e estresse. Caso seja necessário, o médico pode receitar algum medicamento. Algumas das medidas que você deve adotar são:

  • Controle o consumo de doces: qualquer carboidrato simples em excesso, assim como os alimentos processados, aumenta os níveis de insulina e, por isso, de açúcar no sangue, aumentando também o seu volume abdominal. Aposte numa dieta rica em proteína, carboidratos complexos, gorduras boas e muitos vegetais e verduras.

  • Elimine a cafeína e o álcool: estas bebidas alteram o nosso sistema nervoso e o seu consumo excessivo eleva os níveis de cortisol. Beba muita água para hidratar o seu corpo e determine que está ingerindo a quantidade adequada ao ver a cor da sua urina.
  • Pratique exercício: isso vai melhorar o seu ambiente hormonal e ajudar a queimar a gordura acumulada.
  • Inclua ômega 3 na dieta: consuma alimentos como sardinhas, salmão, marisco, gema de ovo, óleos vegetais e sementes.
  • Pratique técnicas de relaxamento: algumas recomendações incluem a meditação, a ioga. Se você deseja exercitar a musculatura um pouco mais, o pilates é uma excelente opção para conectar mente e corpo.

Este artigo é meramente informativo, no ONsalus.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos médicos nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Cortisol alto: sintomas, tratamento e causas, recomendamos que entre na nossa categoria de Sistema endocrino.

Escrever comentário sobre Cortisol alto: sintomas, tratamento e causas

O que lhe pareceu o artigo?
2 comentários
A sua avaliação:
Diana Mateus
Sofro de hipercortisolismo e essa matéria respondeu todas as minhas dúvidas!
Maria da Conceicao Pontes
Fiz exame e foi comprovado contizol elevado, gostaria de saber que medicamento posso usar

Cortisol alto: sintomas, tratamento e causas
Cortisol alto: sintomas, tratamento e causas

Voltar ao topo da página