Erupção cutânea

Erupção cutânea no rosto sem coceira: causas e tratamento

 
Magce Bonilla
Por Magce Bonilla, Química. 3 julho 2023
Erupção cutânea no rosto sem coceira: causas e tratamento

Uma erupção cutânea no rosto é uma inflamação da pele que geralmente causa uma mudança na textura, cor e aparência. Geralmente, é causada por uma reação alérgica a determinados alimentos ou produtos químicos. Essas lesões cutâneas geralmente melhoram rapidamente e não causam coceira, portanto, quase sempre têm pouco impacto sobre a saúde. No entanto, às vezes, as lesões podem piorar, tornando-se mais vermelhas, espessas e com pus, e permanecer no rosto por um tempo considerável.

Se você tem erupção cutânea no rosto sem coceira e não sabe a que ela pode se dever, recomendamos que continue lendo este artigo do ONsalus para descobrir as principais causas e os possíveis tratamentos.

Também lhe pode interessar: Erupção nas costas - Causas e tratamento
Índice
  1. Dermatite de contato irritativa
  2. Miliária cristalina
  3. Irritação por medicamentos
  4. Febre alta
  5. Acne
  6. Rosácea
  7. Estresse

Dermatite de contato irritativa

Esse tipo de irritação cutânea aparece exatamente quando a pele entra em contato com um produto irritante, como produtos químicos de limpeza ou detergentes. Em particular, essa condição tende a ser desencadeada em áreas do corpo em que a pele é fina, como a área do rosto, de modo que a erupção cutânea geralmente aparece primeiro nas pálpebras, bochechas e testa.

Essa dermatite geralmente não causa coceira, mas sim uma coloração avermelhada da pele e queimação.

Tratamento

Nesses casos, é essencial lavar bem o rosto para tentar eliminar os resíduos do produto irritante e, em seguida, aplicar cremes hidratantes ou emolientes para manter a pele úmida e ajudá-la a se regenerar.

Além disso, dependendo do caso, o médico responsável pelo tratamento pode prescrever pomadas de corticoides para reduzir a inflamação.

Erupção cutânea no rosto sem coceira: causas e tratamento - Dermatite de contato irritativa

Miliária cristalina

A Miliária cristalina é uma irritação provocada pelo calor muito comum que aparece na pele como uma reação esbranquiçada com pequenas bolhas de suor, que estouram repentinamente. Esse tipo de irritação aparece com frequência em bebês, no rosto, no pescoço e nas costas, e geralmente não causa coceira.

Também é comum em adultos após atividade física extenuante, inflamando a pele e causando tontura devido à falta de suor, que não é liberado adequadamente.

Tratamento

O que se deve fazer imediatamente é minimizar a exposição ao sol, permanecer em um local fresco e usar roupas leves. É aconselhável não usar loções pesadas e muito oleosas na pele para evitar o entupimento dos poros. Essas rosetas tendem a desaparecer gradualmente.

Irritação por medicamentos

Em determinadas circunstâncias, alguns medicamentos, como diuréticos, antibióticos ou anticonvulsivos, podem causar irritação na face, no pescoço, no abdome ou em qualquer parte do corpo, como efeito colateral ou reação alérgica. Essa irritação na pele aparece alguns dias após o uso do medicamento, especificamente como rosetas irregulares em todo o rosto que não causam coceira. Portanto, certos remédios podem provocar uma erupção cutânea no rosto.

Tratamento

Se essa irritação na pele for observada, é aconselhável consultar o médico responsável pelo tratamento para avaliar a situação e considerar a possibilidade de substituir o medicamento por outro.

Por outro lado, é importante prestar atenção aos sintomas, pois às vezes essa irritação na pele pode evoluir para uma reação alérgica respiratória, o que exige tratamento médico imediato e específico para neutralizar o processo alérgico e evitar complicações.

Febre alta

A febre alta causada pela presença de algumas doenças ou infecções virais, ou bacterianas tende a gerar irritações na pele, ou pequenas lesões avermelhadas no corpo, principalmente na face, que podem ser muito intensas, dependendo do caso clínico do paciente.

Os episódios de irritação febril ocorrem em qualquer idade, mas são muito mais comuns em crianças. Esse tipo de brotoeja geralmente é de curta duração e se manifesta como pequenos inchaços avermelhados, que não causam coceira. O que é evidente é uma mudança perceptível na textura e na coloração da pele.

Tratamento

Nesses casos, é necessário reduzir a febre para diminuir a erupção cutânea no rosto. Dependendo da situação clínica do paciente, é aconselhável tomar medicamentos como paracetamol e anti-inflamatórios não esteroides para normalizar a temperatura e aliviar o desconforto.

A erupção cutânea é quase sempre de curta duração, desaparecendo progressivamente à medida que a febre diminui.

Acne

A acne é uma doença de pele que ocorre quando os folículos pilosos ficam obstruídos com oleosidade e células mortas, causando o aparecimento de espinhas vermelhas e brancas, geralmente no rosto, corpo e costas.

Essa condição geralmente aparece em adolescentes e é vista como uma brotoeja avermelhada com pequenos caroços espalhados pela testa, bochechas e nariz. Elas não causam coceira, mas às vezes são dolorosas porque tendem a ficar inflamadas.

Tratamento

O tratamento da acne dependerá da natureza da lesão que o paciente apresenta. Nesse sentido, o médico assistente pode prescrever medicamentos tópicos, como géis contendo dapsona, tretinoína, etc. Antibióticos, queratolíticos e antiandrógenos também podem ser recomendados, dependendo do caso, para controlar a inflamação, a infecção e a produção de oleosidade.

Erupção cutânea no rosto sem coceira: causas e tratamento - Acne

Rosácea

É uma doença crônica da pele que afeta pessoas com mais de 30 anos e, embora a causa seja desconhecida, pode aparecer devido a fatores genéticos, ingestão de alimentos apimentados, álcool, exposição excessiva à luz solar, etc. Geralmente se manifesta como vermelhidão facial, destacando protuberâncias na área do nariz e da bochecha, que são muito sensíveis ao toque.

Essa patologia geralmente atinge pessoas com pele clara. Ocasionalmente, as protuberâncias podem se encher de pus e causar ardência, irritação e dor e, com o tempo, também levar a um inchaço do nariz com aparência de cera.

Tratamento

Não há cura para essa condição, mas há tratamentos para controlar os sintomas e evitar que ela se agrave. O dermatologista geralmente prescreve antibióticos como a doxiciclina, cremes especiais para a pele com ácido azelaico e hidratantes. Além disso, dependendo da opinião do especialista, podem ser recomendados tratamentos a laser.

Estresse

O estresse descontrolado às vezes pode causar erupções cutâneas, principalmente no rosto. É um sintoma bastante comum durante essa circunstância e, quando se torna crônico, é um problema a ser observado, pois desencadeia efeitos colaterais adversos muito delicados. Veja nosso artigo sobre manchas vermelhas na pele por estresse.

Os episódios de estresse e ansiedade aparecem espontaneamente na pele como erupções cutâneas ou pequenas rosetas, sem nenhum padrão que permita a associação com outra patologia. Em geral, não causam coceira ou desconforto importante, mas podem ser um gatilho para muitas doenças e afetar a qualidade de vida da pessoa. Por esse motivo, é necessário tratar essa situação o mais rápido possível.

Tratamento

O mais importante é identificar primeiro o que está causando o estresse para tentar minimizar os episódios que geram tensão. Por outro lado, é aconselhável tomar banhos relaxantes com água morna, usando um sabonete à base de ingredientes naturais, aplicar creme hidratante na pele do rosto e fazer exercícios de relaxamento.

Entretanto, se o estresse for crônico e outras doenças também aparecerem, é essencial consultar um médico para uma avaliação detalhada da situação e para determinar a possibilidade da presença de uma doença subjacente.

Agora que você já sabe as principais causas da erupção cutânea no rosto sem coceira, não perca este outro artigo sobre as causas do formigamento no rosto.

Este artigo é meramente informativo, no ONsalus.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos médicos nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Erupção cutânea no rosto sem coceira: causas e tratamento, recomendamos que entre na nossa categoria de Pele, cabelo e unhas.

Bibliografia
  • Gil, M y col. (2010). Rosácea: revisión y nuevas alternativas terapéuticas. Disponível: https://www.elsevier.es/es-revista-medicina-familia-semergen-40-articulo-rosacea-revision-nuevas-alternativas-terapeuticas-S1138359310002923
  • MedlinePlus (2022). Sarpullido. Disponível: https://medlineplus.gov/spanish/rashes.html
  • Tassi, V. y col. (2015). (Fiebre y exantema. Disponível: http://www.clinica-unr.com.ar/2015-web/Downloads/Fiebre%20y%20exantemas.pdf
  • Torres, P. (2017). Miliaria. Disponível: https://revistasocolderma.org/enfermedades-de-la-piel/otras-condiciones-de-la-piel/miliaria
Escrever comentário
O que lhe pareceu o artigo?
1 de 3
Erupção cutânea no rosto sem coceira: causas e tratamento