Partilhar

Espinhas na testa: como acabar

 
Por Ivonne Nieves Blanco, Médica Cirurgiã. 13 maio 2019
Espinhas na testa: como acabar

A presença de muitas espinhas na testa surge com frequência desde nossa adolescência e pode nos acompanhar até na idade adulta. Para muitas pessoas, representa um problema devido à sua localização, uma vez que é uma área muito visível no rosto.

É um problema dermatológico que, devido a sua localização, indica em muitos casos a causa do seu aparecimento. Dependendo da gravidade das lesões, podem afetar mais, ou menos, o estado de ânimo das pessoas que as possuem e inclusive chegar a desencadear um problema psicológico.

Existem muitos motivos que podem causar o aparecimento de espinhas na testa, desde o estresse, os hormônios, alergias ou má alimentação. Cada uma delas contribui com a eliminação das espinhas conforme forem controladas e se evitar a exposição constante a cada uma delas. Neste artigo do ONsalus, você aprenderá mais sobre as espinhas na testa: como acabar e suas causas.

Também lhe pode interessar: Espinhas no pescoço: o que pode ser

Espinhas na testa: causas

A presença de espinhas na testa é comum durante a adolescência ou na fase adulta e em muitos casos está relacionada com:

  • Maus hábitos alimentares: uma má alimentação resultado do consumo excessivo de laticínios, doces, gorduras e carboidratos estimula a inflamação da pele e a formação das espinhas. Problemas intestinais e gástricos são um dos fatores de risco para surgir a acne na testa.
  • Excesso de gordura na pele: a área da testa tem maior probabilidade de aparecimento de espinhas quando o cabelo se mantém permanentemente sobre ela, fazendo desta forma com que a gordura do cabelo caia sobre a mesma.
  • Obstrução dos folículos pilosos: o acúmulo de gordura e células mortas são as principais causas do surgimento de espinhas na testa.
  • Excesso de atividade hormonal: em algumas fases da vida, o corpo sofre mudanças hormonais maiores, as quais podem desencadear transtornos na pele, como as espinhas na testa ou no resto do rosto.
  • Problemas hepáticos: os transtornos hepáticos, em especial o fígado gordo, podem causar o aparecimento de espinhas na testa. Nesta situação, estudos hepáticos ajudam com o diagnóstico preciso desta alteração.
  • Estresse: a tensão acumulada no corpo pode se manifestar com lesões no rosto, especialmente na testa.
  • Reações alérgicas a produtos para o cabelo: os xampus e condicionadores contêm componentes que, ao entrar em contato com a pele, podem obstruir os poros da face. Neste caso, a testa sofre mais devido a sua proximidade com o cabelo.
  • Contaminação de pincéis de maquiagem: é de suma importância limpar bem os utensílios de maquiagem, como escovas e pincéis, para assim evitar a contaminação do rosto.
  • Uso de lentes: podem vir a se tornar um reservatório de germes e micróbios.
  • Uso de almofadas: este acessório indispensável para dormir pode se tornar um importante armazém de bactérias, as quais são soltas na hora de dormir e que depois são reabsorvidas pela pele.

Como acabar com as espinhas na testa

A presença das muitas espinhas na testa precisa da avaliação médica especializada de um dermatologista para que ele possa implementar um tratamento médico de acordo com o tipo de pele e as medidas adequadas para resolver esta alteração.

Para eliminar as espinhas na testa se devem fazer mudanças que podem incluir:

  • Dieta saudável com um maior consumo de frutas, vegetais, hortaliças, alimentos ricos em Ômega-3 devido aos seus efeitos antioxidantes e anti-inflamatórios.
  • Evitar a exposição ao sol por longos períodos de tempo, pois as radiações UV são muito nocivas para a pele. Deve-se tomar o sol antes das 10 da manhã e depois das quatro da tarde com um protetor solar adequado à pele de cada pessoa.
  • Fazer as medidas higiênicas de acordo com o tipo de pele. Deve-se lavar o rosto 2 vezes ao dia, especificamente ao se levantar e antes de dormir, desta forma, elimina-se o excesso de gordura e sujeira.
  • Nos casos de pele oleosa, a pele deve ser lavada de 3 a 4 vezes ao dia com produtos adequados para o efeito.
  • Utilizar maquiagem de acordo com o tipo de pele. Nos casos de pele oleosa, a maquiagem deve ter uma base de água e você deve usar removedores de maquiagem que não deixem resíduos que podem gerar ou agravar ainda mais as lesões existentes.
  • Usar produtos conhecidos como "não comedogênicos", os quais diminuem a probabilidade de obstrução dos poros da pele.

Além destas medidas, o tratamento médico é de suma importância para alcançar o sucesso, a prescrição de cremes medicinais de uso dermatológico para aplicar nas espinhas localizadas na testa ajudarão a controlar e, no melhor dos casos, eliminar as lesões existentes.

Espinhas na testa: como acabar - Como acabar com as espinhas na testa

Remédios caseiros para as espinhas na testa

A utilização de remédios caseiros pode ser de grande ajuda para aliviar e eliminar as espinhas na testa. São muitos os remédios caseiros que estão ao nosso alcance e entre os mais eficazes para acne na testa podemos encontrar:

  • Suco de limão: a vitamina C presente no suco de limão recém exprimido aplicado sobre as espinhas da testa faz com que estas sequem rapidamente. Aplique o suco puro ou misturado com canela com uma gaze durante a noite. Ao amanhecer, lave a área com água morna em abundância. É essencial ter cuidado nos casos de pele é muito sensível, devido ao fato de que isto pode agravar as lesões.
  • Menta: o uso da menta é uma excelente opção natural para eliminar as espinhas na testa. Através do mentol, se obtém um efeito calmante sobre as lesões, além de diminuir a vermelhidão da área. Você pode utilizar as folhas frescas da menta trituradas para extrair a essência ou utilizar o seu óleo colocando 2 a 3 gotas sobre as espinhas.
  • Alho: o alho tem excelentes propriedades antissépticas e anti-inflamatórias. É um bom alimento para tratar as espinhas na testa. Aplica-se na forma de máscara. Ferva ½ litro de água, adicione 2 colheres de camomila e 2 dentes de alho. Assim que a água ferver, adicione 1 colher de aveia. Deixe a mistura descansar até se tornar uma pasta e aplique-a no rosto com uma máscara, por último, deixe agir por 30 minutos nas lesões para então removê-la com água em abundância.
  • Áloe vera: possui propriedades anti-inflamatórias e cicatrizantes, é uma excelente opção para eliminar as espinhas na testa. Primeiramente limpe a área onde vai ser colocada e, depois, passe o gel de áloe vera, deixe agir por alguns minutos e então remova o gel com água em abundância.
  • Chá verde: é um excelente antioxidante com diversos benefícios para a pele. O chá verde deve ser colocado na testa e no rosto com um pedaço de algodão e então espera-se ele secar. Depois, retire com água em abundância e repita vários dias. Ao fim de uma semana os resultados serão evidentes.
  • Bicarbonato de sódio: possui propriedades antissépticas e é de grande ajuda para eliminar as espinhas na testa, uma vez que pode ser utilizado como exfoliante para eliminar as impurezas da pele se misturado com água e aplicado sobre a área desejada.

As recomendações, além dos tratamentos médicos e caseiros sugeridos pelos dermatologistas, são uma excelente opção para tratar as espinhas na testa. O uso contínuo da combinação de tratamento garante o sucesso o mais rápido possível. Não hesite em ir ao seu médico de confiança, ele te orientará sobre o que é melhor para sua pele e para as suas feridas.

Espinhas na testa: como acabar - Remédios caseiros para as espinhas na testa

Este artigo é meramente informativo, no ONsalus.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos médicos nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Espinhas na testa: como acabar, recomendamos que entre na nossa categoria de Pele, cabelo e unhas.

Escrever comentário sobre Espinhas na testa: como acabar

O que lhe pareceu o artigo?

Espinhas na testa: como acabar
1 de 3
Espinhas na testa: como acabar

Voltar ao topo da página