Partilhar

Espinhas na cabeça: o que pode ser

Por Leonardo Simon. 17 junho 2019
Espinhas na cabeça: o que pode ser

Todos nós já tivemos espinhas ao menos uma vez em nossas vidas. Na adolescência e em outras fases em que há desajustes hormonais, como na gravidez ou na menstruação, são as fases em que estas protuberâncias de gordura costumam aparecer em diferentes áreas da derme. Apesar de poderem aparecer em qualquer lugar, o rosto costuma ser o local mais comum para seu crescimento, entre outras coisas, porque é onde pode haver maior acúmulo de sebo e sujeira. Contudo, algumas vezes elas não aparecem no rosto e sim na cabeça.

Além dos problemas que podem causar no rosto, como inflamação, irritação e sinais na pele, no couro cabeludo podem causar incômodos ainda mais problemáticos como, por exemplo, a queda de cabelo. No seguinte artigo do ONsalus queremos te falar sobre as espinhas na cabeça: causas e remédios, para que você saiba o que está causando esta situação e para que possa começar um tratamento adequado para acabar com elas.

Também lhe pode interessar: Espinhas na testa: como acabar

Espinhas no couro cabeludo: o que pode ser

A olho nu, as espinhas na cabeça não são diferentes das que podem aparecer em outras áreas do corpo. Normalmente, este tipo de acne que aparece no couro cabeludo surge como uma protuberância ou pústula. Comumente, este tipo de acne surge na linha capilar da testa, onde começa o cabelo, mas pode aparecer em qualquer outra área do couro cabeludo.

Os sinais que nos alertam de que está surgindo uma espinha na cabeça incluem coceira e ardência, junto com a irritação, vermelhidão e dor que podem aparecer nesta área. Tanto para evitar as espinhas na cabeça quanto para tratá-las, é necessário conhecer quais são suas causas. É por isso que a seguir te explicaremos o que podem ser espinhas na cabeça:

  • Infecção por Propionibacterium acnes, uma bactéria que causa a acne.
  • higiene, não se lavar corretamente ou com a regularidade necessária.
  • Uma alimentação mal balanceada com um excesso de gorduras saturadas na dieta.
  • As espinhas na cabeça por estresse são comuns, assim como quando há ansiedade.
  • Se alguém da sua família alguma vez já sofreu de acne na cabeça.
  • Má adaptação ao clima da estação.
  • Estar na puberdade, quando há um grande desajuste hormonal.
  • Outra causa é a alergia ou a intolerância a certos alimentos e bebidas

Se você está sofrendo um episódio de espinhas na cabeça, deve começar um tratamento o mais rápido possível, posto que de outro modo os sintomas podem ser agravados, sendo cada vez mais complicado tratá-los. Recomendamos que visite o dermatologista para que ele te explique qual é o tratamento indicado para seu tipo de pele. De qualquer modo, mais a frente te explicaremos alguns tratamentos e remédios caseiros para as espinhas no couro cabeludo.

Espinhas na cabeça: o que pode ser - Espinhas no couro cabeludo: o que pode ser

Espinhas na cabeça doloridas: tratamento

A primeira coisa que você deve fazer quando notar que estão surgindo espinhas no couro cabeludo, seja porque nota a ardência, a coceira ou a dor, é ir a um dermatologista para que ele te examine e decida qual é o tratamento mais indicado a ser seguido no seu caso. A maioria destes tratamentos são voltados a acalmar e aliviar os sintomas próprios das espinhas, como a inflamação e a dor, de modo que não haja o risco do cabelo desta área cair e que os folículos não sejam afetados. A seguir te explicamos quais são os medicamentos mais utilizados para tratar espinhas na cabeça:

  • O peróxido de benzoíla é um dos elementos mais utilizados para tratar a acne. Na verdade, costuma ser o composto com o qual são feitos a maioria dos cremes e loções para curar esta condição. Existem diferentes modos de aplicação e será o médico quem indicará o mais adequado. Este medicamento acaba com as bactérias que estão obstruindo os poros, bem como elimina a gordura que pode estar acumulada.
  • O ácido salicílico, que pode vir em forma de lenço, loção, creme, pomada ou adesivo é um produto típico para tratar a acne e outras condições da pele como a psoríase ou cravos. Suas propriedades ajudam a eliminar as espinhas do couro cabeludo.
  • O enxofre é um elemento que podemos encontrar em vários sabonetes e cremes, posto que entre suas propriedades encontramos a capacidade de reduzir o excesso de gordura e oleosidade da pele, prevenindo o aparecimento de espinhas e acne.
  • Os retinoides são um medicamento feito a partir de derivados da vitamina A, entre cujas funções encontramos a de prevenir que os folículos pilosos sejam obstruídos, que é a principal causa do aparecimento de espinhas.
  • Antibióticos, normalmente na forma de cremes para uso tópico, em geral são compostos a base de peróxido de benzoíla e de eritromicina, e são usados para as infecções mais graves que têm a capacidade de eliminar até as bactérias mais resistentes.
  • Por último, também se podem receitar antibióticos orais com tetraciclina, neste caso, para infecções não tão fortes. Além de combater a infecção, estas pílulas também podem reduzir a inflamação que causa a acne.

Espinhas na cabeça que coçam: remédios caseiros

Como já comentamos, é indispensável que você visite o dermatologista para que ele te dê a melhor solução para seu tipo de pele e sua condição em particular. Somente ele poderá te receitar o medicamento que melhor funcionará para seu caso. Além disso, ele também tem a sua disposição diversos produtos naturais que podem te ajudar a complementar o tratamento médico. A seguir te deixamos uma lista de remédios caseiros para espinhas no couro cabeludo e como usá-los. Os ingredientes que você pode usar são os seguintes:

  • Suco de limão
  • Vinagre branco
  • Óleo essencial de árvore do chá
  • Canela em pó
  • Henna natural

O método de aplicação é o mesmo para qualquer um destes remédios caseiros. Você simplesmente deve colocá-los na área afetada pela acne e deixar que façam seu efeito durante aproximadamente 20 minutos. Todos estes ingredientes são capazes de agir sobre o excesso de sebo, fazendo com que as espinhas ma cabeça sequem e previnam sua infecção. Você pode aplicá-los de uma a duas vez ao dia, lavando-se em seguida a área com água em abundância.

Espinhas na cabeça: o que pode ser - Espinhas na cabeça que coçam: remédios caseiros

Espinhas na cabeça: como evitar

Além dos tratamentos impostos pelo dermatologista e dos remédios caseiros que te explicamos anteriormente, é bastante recomendado que siga os seguintes conselhos para evitar ao máximo que possam aparecer espinhas na cabeça:

  • Se as espinhas no couro cabeludo aparecem com muita frequência, você deve lavar os cabelos diariamente, massageando o couro cabeludo para evitar o acúmulo de sebo e prevenir o aparecimento da acne.
  • Não use condicionadores para o cabelo, estes produtos podem acabar causando um acúmulo de gordura no couro cabeludo que pode levar à acne.
  • Utilize produtos para o cabelo que sejam feitos a base de água, deste modo evitará ao máximo que seus componentes possam obstruir seus poros.
  • Não use gorros, nem chapéus, nem bonés. Estas peças impedem que sua pele possa respirar e favorecem a obstrução dos poros.
  • Escove o cabelo diariamente, isto age como um tipo de esfoliação, eliminando as camadas de pele morta.

Este artigo é meramente informativo, no ONsalus.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos médicos nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Espinhas na cabeça: o que pode ser, recomendamos que entre na nossa categoria de Pele, cabelo e unhas.

Escrever comentário sobre Espinhas na cabeça: o que pode ser

O que lhe pareceu o artigo?
1 comentário
Natalia Farias e Silva
Olá. Bom já tem quase dois anos que eu descobri que sofro de Ansiedade e já faz uns meses que começaram a surgir muitas espinhas na minha cabeça, pescoço e costas. Moro em uma cidade do interior do MA e aqui não tem um médico dermatologista. E eu não sei mais o que fazer para melhorar o meu quadro de acne.

Espinhas na cabeça: o que pode ser
1 de 3
Espinhas na cabeça: o que pode ser

Voltar ao topo da página