Partilhar

Infecção urinária na gravidez: sintomas e tratamento

 
Nicolas Garin
Redator ONsalus
Infecção urinária na gravidez: sintomas e tratamento

Quando o trato urinário é infetado por micro-organismos ou bactérias, ocorre o que geralmente conhecemos como infecção urinária, condição que é mais frequente em mulheres do que em homens. Normalmente, a condição começa quando uma bactéria entra em contato com a uretra e daí passa para a bexiga. Se a infecção urinária não for tratada a tempo, pode até passar para os rins e derivar em uma pielonefrite ou infecção no rim.

Durante a gravidez, a mulher atravessa uma série de mudanças biológicas que podem aumentar a possibilidade de sofrer de uma infecção urinária que, durante a gravidez, é uma das patologias mais comuns. Reconhecer o mal-estar e tratar a infecção a tempo é muito importante para evitar complicações que possam colocar em risco a saúde do feto. Continue lendo este artigo do ONsalus e conheça todos os detalhes sobre a infecção urinária na gravidez: sintomas e tratamento.

Também lhe pode interessar: Sinais de alerta na gravidez

Infecção urinária na gravidez

Embora não exista uma relação entre a gravidez e as infecções urinárias, o corpo da mulher atravessa algumas mudanças que podem aumentar o risco de padecer desta doença durante a gestação, tais como:

  • Na gravidez existe um aumento da produção do hormônio progesterona e esta substância tem a capacidade de relaxar os músculos dos ureteres os quais, ao se dilatarem, fazem com que o fluxo de urina seja mais lento do que o normal. Isso aumenta o risco de reprodução de bactérias;
  • Assim como a progesterona relaxa os músculos dos ureteres, também relaxa os da bexiga, o que dificulta o seu esvaziamento completo e pode causar refluxo de urina, o que pode fazer com que a urina seja devolvida aos rins;
  • Durante a gravidez, a acidez da urina diminui, aumentando a sua concentração de glicose e permitindo assim que as bactérias proliferem mais facilmente.

Sintomas de infecção urinária na gravidez

Quando a infecção se encontra na bexiga, os sintomas de infecção urinária na gravidez são:

  • Ardência ao urinar;
  • Dor ao urinar;
  • Necessidade frequente de urinar, mesmo quando a bexiga está vazia;
  • Dor na parte inferior da barriga;
  • Sangue ou pus na urina;
  • Urina com cor turva e com cheiro forte.

Quando a infecção já afetou o rim (pielonefrite), os sintomas incluem:

  • Fortes dores no fundo das costas;
  • Calafrios;
  • Febre;
  • Fraqueza e fadiga;
  • Vômitos;
  • Perda de apetite.

Infecção urinária na gravidez: como tratar

Para tratar a infecção urinária na gravidez, é necessário que você faça uma análise de amostra de urina para conhecer a bactéria que está causando a infecção e assim saber qual é o antibiótico mais adequado para eliminá-la. Geralmente, o médico trata a infecção receitando antibióticos durante sete dias, no entanto, quando se trata de uma infecção reincidente, pode ser necessário o consumo de antibióticos por um tempo mais prolongado.

Além da medicação, os médicos costumam recomendar o consumo de vitamina C em suplementos para aumentar a acidez da urina e evitar que a a bactéria prolifere. Beber muita água e não segurar muito tempo quando você tem vontade de ir no banheiro é fundamental para curar completamente a infecção. Também se recomenda a ingestão de suco de arando, já que esta fruta tem um efeito antibacteriano que beneficia a saúde do trato urinário.

Quando a infecção urinária passa para o rim e causa pielonefrite, é importante que você vá ao hospital imediatamente, já que corre o risco que a infecção contagie o sangue e que produza uma septicemia que pode ser fatal tanto para a mãe como para o feto. O tratamento da pielonefrite consiste em administrar antibióticos por via intravenosa, hidratar com soro fisiológico e estar hospitalizada por pelo menos 5 dias até que se tenham controlado os sintomas e que a infecção comece a ceder. Uma vez que é dada alta, você deve ter pelo menos 10 dias de repouso absoluto e o tratamento com antibióticos pode inclusivamente continuar por mais 20 dias.

Como evitar infecção urinária na gravidez

  • Beba 2 litros de água por dia para manter os rins ativos e para limpar o trato urinário;
  • As infeções urinárias são comumente causadas pela bactéria escherichia coli que se encontra no intestino. Para evitar a sua passagem para a uretra, é muito importante que depois de evacuar você limpe as partes íntimas de frente para trás ou, de preferência, lave com água e sabão;
  • Evite usar roupa interior de tecidos sintéticos, dê preferência às de algodão;
  • Evite usar calças muito apertadas;
  • Quando você for na praia, não fique muito tempo com o fato de banho úmido, leve uma muda de roupa;
  • Beba um copo de água antes de ter relações sexuais e urine imediatamente depois;
  • Não segure a vontade de urinar.

Este artigo é meramente informativo, no ONsalus.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos médicos nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Infecção urinária na gravidez: sintomas e tratamento, recomendamos que entre na nossa categoria de Gravidez e saúde do bebê.

Escrever comentário sobre Infecção urinária na gravidez: sintomas e tratamento

O que lhe pareceu o artigo?

Infecção urinária na gravidez: sintomas e tratamento
Infecção urinária na gravidez: sintomas e tratamento

Voltar ao topo da página