Partilhar

O que é bruxismo - causas, sintomas e tratamento

 
Por Nicolas Garin, Redator ONsalus. Atualizado: 31 janeiro 2018
O que é bruxismo - causas, sintomas e tratamento

Bruxismo é o nome do hábito involuntário de ranger os dentes. Isto ocorre quando se apertam os dentes superiores contra os inferiores de forma brusca e intensa, o que pode ser verdadeiramente prejudicial para a dentadura e para a saúde bucal a longo prazo. É uma condição mais frequente durante a noite mas também se pode manifestar durante o dia. Além do desgaste dos dentes, pode provocar dores faciais, mandibulares, de cabeça, cervicais, etc. Para evitar que o esmalte dentário se deteriore e outros danos dentários de maior gravidade, é necessário fazer um diagnóstico precoce para receber tratamento odontológico adequado. Para além de explicar o que é bruxismo nos dentes, no ONsalus mostramos em detalhe quais são os sintomas, as causas e o tratamento do bruxismo.

Também lhe pode interessar: Gosto salgado na boca: o que pode ser

Bruxismo: sintomas

Como este é um hábito involuntário, muitos os pacientes não têm consciência de que sofrem de bruxismo e que apertam e rangem os seus dentes, seja durante o dia ou durante a noite, enquanto dormem. Esta condição faz com que se exerça uma pressão excessiva nos dentes e estruturas ao redor na mandíbula e, como consequência, pode provocar sintomas como os que detalhamos em seguida:

  • Dores e/ou inflamação na mandíbula e problemas na articulação temporomandibular;
  • Dores de cabeça ocasionais;
  • Dores de ouvido devido à grande proximidade existente entre a articulação temporomandibular e o canal auditivo;
  • Dores faciais e de pescoço;
  • Dores de dentes prematuras;
  • Hipersensibilidade dentária: sensibilidade dos dentes perante os alimentos e bebidas quentes, frios ou doces;
  • Dentes desgastados;
  • Fraturas e fissuras dentais;
  • Perda da verticalidade dos dentes;
  • Ansiedade, estresse e tensão;
  • Insônias.

Caso você suspeite que sofre de bruxismo ou na presença dos sintomas anteriores, é fundamental consultar um dentista o quanto antes para que ele faça um diagnóstico correto e recomende um tratamento adequado para o seu caso, pois isso vai estar intimamente ligado ao fator que causa essa condição. Embora, na maioria dos casos, o bruxismo seja de natureza leve, a longo prazo pode prejudicar seriamente a saúde bucal, não devendo ser negligenciado em nenhuma circunstância.

Bruxismo: causas

Apesar de se desconhecer a causa exata do bruxismo, na grande maioria dos casos é um hábito que surge como consequência de um cúmulo de estresse, ansiedade ou tensão. Algumas pessoas processam o estresse emocional durante as horas de sono e, por isso, padecem de bruxismo noturno, o que se torna mais complicado de controlar, além de representar uma alteração do sono dificultando assim o descanso da pessoa afetada. Por outro lado, estão aqueles que têm tendência a apertar os dentes de forma temporal em situações de estresse durante o dia a dia, quer sejam provocadas por motivos pessoais, familiares, laborais ou outros.

Além do estresse, que é considerado o principal fator desencadeante, também existem outros que podem aumentar o risco de ter bruxismo tais como:

  • Problemas oclusais;
  • Dentes desalinhados;
  • Má postura corporal;
  • Maus hábitos ao dormir;
  • Consumo excessivo de bebidas alcoólicas e com cafeína;
  • Tabagismo.

Bruxismo: tratamentos

É necessário tratar o bruxismo para reduzir as dores e o desconforto, mas também para evitar que surjam graves danos na dentadura e prevenir o aparecimento de cáries ou doenças periodontais.

O tratamento dentário mais recomendado para os pacientes com bruxismo é o uso de uma placa de mordida. Esta pode ser necessária apenas para o dia, para a noite ou sempre, em função da gravidade da condição. Trata-se de uma espécie de protetor em forma de ferradura que se coloca nos dentes superiores e que serve para proteger a dentadura da forte pressão exercida quando se apertam ou rangem os dentes. Assim, a placa impede que os dentes se desgastem e se deteriorem progressivamente, evitando que surjam problemas que afetam a articulação temporomandibular. É imprescindível utilizar este aparelho de forma estrita, seguindo as indicações dadas pelo dentista.

Em outros casos de bruxismo, é possível que o paciente necessite de tratamento ortodôntico para corrigir o alinhamento da dentadura e o mau posicionamento dos dentes e ossos afetados. Em casos de bruxismo muito avançado em que existe um desgaste severo nos dentes, a condição pode chegar a um ponto em que o nervo do dente se torna visível. Para esta situação, é necessário iniciar um tratamento de reabilitação completa através de endodontias e a colocação de uma prótese dentária em zircônio.

O que é bruxismo - causas, sintomas e tratamento - Bruxismo: tratamentos

Reduzir a ansiedade e o estresse

Como mencionado antes, a ansiedade e o estresse são a principal causa do bruxismo e, por esse motivo, é necessário combatê-los para deixar de apertar e ranger os dentes com frequência.

Em primeiro lugar, é importante aprender a relaxar e eliminar todas as tensões acumuladas durante o dia. Para isso, você pode realizar atividades ou disciplinas relaxantes como ioga ou pilates, aprender técnicas de relaxamento para usar antes de dormir, receber massagens relaxantes feitas por um profissional ou fazer exercício físico com regularidade. Todas estas são boas opções para você se livrar do estresse, promover o relaxamento da mandíbula e, por fim, deixar de apertar os dentes superiores contra os inferiores.

Se for impossível reduzir a ansiedade ou o estresse com as técnicas mencionadas, você deve consultar um especialista e receber um tratamento profissional adequado às necessidades do seu caso.

Como tratar o bruxismo - recomendações

Além dos tratamentos explicados, as recomendações que mostramos em seguida podem ajudar a aliviar as dores provocadas pelo bruxismo e a controlar a condição com mais facilidade, evitando graves danos nos dentes:

  • No caso de dores na mandíbula, aplique um pouco de gelo ou calor úmido na zona afetada. Isto vai também ajudar a reduzir a inflamação;
  • Procure estar consciente do hábito involuntário e tentar relaxar tanto os músculos faciais como a mandíbula;
  • Faça auto-massagens no rosto, no pescoço e nos ombros para diminuir as dores e relaxar;
  • Evite alimentos muito duros e difíceis de mastigar;
  • Não masque chiclete nem morda outros objetos que não são alimentos;
  • Não esqueça que a posição correta da mandíbula é denominada de posição flutuante. Isto significa que não deve haver contato entre os dentes superiores e inferiores, que apenas deve ocorrer no processo de mastigação e em mais nenhum momento.

Este artigo é meramente informativo, no ONsalus.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos médicos nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se pretende ler mais artigos parecidos a O que é bruxismo - causas, sintomas e tratamento, recomendamos que entre na nossa categoria de Dentes e boca.

Escrever comentário sobre O que é bruxismo - causas, sintomas e tratamento

O que lhe pareceu o artigo?

O que é bruxismo - causas, sintomas e tratamento
1 de 2
O que é bruxismo - causas, sintomas e tratamento

Voltar ao topo da página