menu
Partilhar

Ranger os dentes dormindo é normal?

 
Por Dra. Ivonne Nieves Blanco, Médica Cirurgiã. 21 dezembro 2021
Ranger os dentes dormindo é normal?

Você acorda de manhã com dor na mandíbula acompanhada de dor de cabeça e que às vezes afeta até sua audição? Isto pode ser o aviso de que você está rangendo os dentes ao dormir.

São várias as pessoas que durante o sono rangem os dentes, sendo esta uma condição com o nome de bruxismo. Pode ser difícil de detectar, mas o som é alto suficiente para que você ou seu parceiro note.

Geralmente, o bruxismo é descoberto pelos dentistas após constatar os sintomas que o paciente apresenta. A seguir, neste artigo do ONsalus, explicamos em detalhes se ranger os dentes dormindo é normal e como tratar esta questão. Boa leitura.

Como saber se rangemos os dentes ao dormir

O bruxismo se refere ao fato de ranger os dentes enquanto dorme. É considerado um transtorno do movimento relacionado com o sono.

Esta alteração é muito mais comum em crianças, adolescentes e adultos jovens do que em adultos de idade média ou mais velhos. Pode ser grave de acordo com as lesões que provoque na cabeça, mandíbula ou dentes.

Talvez os sinais para reconhecer que você aperta ou range os dentes dormindo possam ser confundidos com outra alteração, motivo pelo qual é importante que você consulte seu dentista para que, após fazer uma avaliação dos seus dentes, constate a presença de certas lesões em sua dentição que são características desta condição.

Os sintomas do bruxismo comuns são:

  • Dor de cabeça ou no pescoço: geralmente, a dor de cabeça é incômoda e sentida próxima as têmporas ao acordar.
  • Mudança na aparência dos dentes: apertar os dentes pode desgastar o esmalte e fazer com que os dentes pareçam planos ou até mesmo lascados. Dependendo da extensão do dano causado, pode ser necessária a aplicação de uma coroa dentária ou uma troca completa do dente danificado.
  • Dentes mais frouxos: a pressão constante sobre os dentes pode fazer com que fiquem frouxos, o que pode ser notado pelo movimento dos mesmos.
  • Dor na mandíbula: se apertar os músculos desta região enquanto range os dentes, é possível que, ao acordar pela manhã, esteja com mandíbula rígida e dolorida, ou com uma abertura limitada.

Do mesmo modo, pode acontecer que não existam sintomas perceptíveis, apenas mudanças nos dentes que serão notadas somente por um(a) dentista, como por exemplo:

  • Sensibilidade nos dentes.
  • Língua rachada.
  • Machucados no interior das bochechas.

Ranger os dentes dormindo: causas

As causas que te fazem ranger os dentes dormindo são várias, é por isto que os médico chegaram à conclusão que ela pode ocorrer por diferente fatores, entre os quais podemos citar:

  • Físicos.
  • Genéticos.
  • Psicológicos.

Por causa disto existem certos fatores de risco que estão associados a esta condição, alguns deles são:

Idade

É normal aparecer em crianças, mas geralmente desaparece na idade adulta.

Estresse

A ansiedade ou o estresse alto podem fazer com que você aperte os dentes ao dormir. A raiva e a frustação também provocam esta alteração.

Consumo de alguns medicamentos

Apertar os dentes durante o sono pode ocorrer devido a um efeito colateral de medicamentos psiquiátricos como alguns antidepressivos e, inclusive, ao ingerir substâncias como a cafeína ou o álcool. Fumar tabaco e o uso de drogas recreativas são condutas que podem aumentar o risco de sofrer bruxismo.

Histórico familiar

O bruxismo pode ser uma doença comum entre os membros da família, por isso, é importante conhecer seu histórico familiar, já que podem ser a causa da sua condição.

Outras doenças

O aparecimento deste transtorno pode estar associado com problemas médicos e de saúde mental como:

Ranger os dentes dormindo é normal? - Ranger os dentes dormindo: causas

Consequências de ranger os dentes dormindo

Ranger os dentes durante o sono pode danificar seriamente os dentes, fazendo com que fiquem doloridos, desgastados ou frouxos.

Da mesma forma, as coroas, obturações e implantes dentários também podem ser danificados. Além disso, pode aumentar o risco de ter problemas na articulação que conecta a mandíbula inferior com o crânio, o que se conhece como Articulação Temporomandibular (ATM).

Outras consequências do bruxismo que se pode apresentar são:

  • Dificuldade para mastigar.
  • Dor crônica e bloqueio da mandíbula.
  • Estalos.

Nem todas as pessoas terão consequências graves por apertar os dentes ao dormir. Isto vai depender da gravidade do bruxismo, do alinhamento dos dentes de cada pessoa, sua alimentação e se sofre de outras condições que possam danificar sua dentição.

Tratamento para o ranger dos dentes dormindo

Se você sofre com o bruxismo, como viu, há diferentes causas e, portanto, diversos tratamentos possíveis, de acordo com a causa específica. Ranger os dentes dormindo é algo que afeta milhões de pessoas e é preciso tratar esse sintoma para reduzir o desconforto e possíveis dores além de, claro, evitar danos à dentição e o surgimento de doenças nos dentes como as cáries.

Como tratar o ranger dos dentes ao dormir

  • Uma das possibilidades é utilizando uma placa de mordida, um tipo de protetor que deve ser colocado nos dentes superiores sob indicação de um dentista
  • Em alguns casos, pode ser necessário fazer um tratamento dentário para corrigir o alinhamento dos dentes e ossos em questão. Para as situações mais graves, uma prótese dentária pode ser uma opção.
  • Combater o estresse e a ansiedade é fundamental, já que são algumas das principais causas do ranger dos dentes dormindo.
  • Se você sentir dores na mandíbula, você pode colocar um pouco de gelo ou calor na região afetada, até mesmo para reduzir a inflamação.
  • Também é possível fazer auto-massagens nos ombros, pescoço e rosto para relaxar um pouco e diminuir as dores.
  • Outra recomendação é evitar alimentos que sejam muito duros e difíceis de mastigar, assim como chicletes.

Reiteramos que o mais imporante para combater o ranger dos dentes dormindo é buscar um dentista para ele analisar seu caso, fazer o diagnóstico e aplicar o melhor tratamento.

Neste outro artigo você conhece as causas da dor de dente.

Este artigo é meramente informativo, no ONsalus.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos médicos nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Ranger os dentes dormindo é normal?, recomendamos que entre na nossa categoria de Dentes e boca.

Bibliografia
  • Castellanos, J. L. (2015). Fisiopatología del bruxismo nocturno. Factores endógenos y exógenos. Revista ADM, 72(2).
  • Ingrassia Tonelli, M. E., Rivarola, E. M., & Bongiovanni, I. (2005). Bruxismo nocturno. Rev. Asoc. Odontol. Argent, 21-23.
  • Pérez, R. C., Castellanos, J. L., & Rodríguez, A. P. (2015). El factor dentoesquelético y el bruxismo nocturno. Revista de la Asociación Dental Mexicana, 72(2), 85-91.

Escrever comentário

O que lhe pareceu o artigo?
Ranger os dentes dormindo é normal?
1 de 2
Ranger os dentes dormindo é normal?

Voltar ao topo da página