Partilhar

Osteoporose: tratamento, prevenção e sintomas

 
Nicolas Garin
Redator ONsalus
Osteoporose: tratamento, prevenção e sintomas

A osteoporose é uma condição que se manifesta maioritariamente nas mulheres, sendo caracterizada por debilidades nos ossos devido à disfunção da massa óssea, o que tem como consequência um aumento na possibilidade de sofrer fraturas e lesões ósseas. Esta condição surge, geralmente, depois dos 50 anos, quando a mulher inicia a etapa de pré-menopausa e menopausa, aumentando o risco de sofrer lesões sérias como a fratura das vértebras da coluna, do quadril ou dos pulsos. Descobrir as causas e as técnicas de prevenção desta condição ajuda a evitar a osteoporose, enquanto que manter um bom controlo médico pode favorecer o seu diagnóstico. Continue lendo este artigo do ONsalus.com.br para conhecer os sintomas, tratamento e prevenção da osteoporose.

Também lhe pode interessar: Fibromialgia: tratamento, sintomas e causas

O que é osteoporose?

A osteoporose é uma doença em que a densidade óssea vai diminuindo, o que tem como consequência a debilidade dos ossos e o aumento do risco de sofrer fraturas e lesões. Esta condição degenerativa avança de forma lenta e,normalmente, sem sintomas, tornando os ossos mais porosos e mais finos, o que finalmente acabará por resultar numa fratura por um traumatismo simples.

Embora esta condição possa afetar também os homens, é uma patologia que se manifesta com uma maior incidência nas mulheres após a menopausa.

Osteoporose: causas

Ao longo de nossas vidas, os nossos ossos se renovam constantemente dando lugar a uma formação óssea que permite o crescimento de ossos novos e a reabsorção, um processo no qual se destrói o osso que está envelhecido. A osteoporose aparece quando o equilíbrio entre ambos os processos não é adequado, seja porque os ossos deixam de se renovar ou porque reabsorvem mais rápido do que é suposto. Isto interfere na densidade óssea dos mesmos, originando debilidades.

Esta é uma condição progressiva que, em muitos casos, aparece sem causa aparente. Uma porcentagem importante das pessoas que sofre desta condição só se apercebe da sua existência depois da menopausa e,nestes casos, a debilidade é manifestada devido à falta de estrogênios. Esta condição afeta também as pessoas de terceira idade, quer seja porque o próprio processo de envelhecimento impede a adequada renovação do osso, ou porque os ossos deixaram de absorver adequadamente o cálcio e o fosfato, minerais necessários para manter a densidade dos mesmos.

Além disso, existem diversos factores de risco que aumentam a possibilidade de sofrer de osteoporose:

  • Ser mulher, de raça branca e maior de 50 anos.
  • Não ingerir a quantidade necessária de cálcio na dieta.
  • Não consumir a quantidade adequada de vitamina D, para favorecer a absorção de cálcio.
  • Ter níveis baixos de estrógenos no caso da mulher e testosterona no homem.
  • Ter casos de osteoporose em familiares diretos.
  • Fumar e beber.
  • Ser muito magro, pois esta condição é mais comum em pessoas com peso baixo.
  • Problemas para absorver os nutrientes ou minerais, algo frequente em pessoas que foram operadas para reduzir o estômago.
  • Sofrer de transtornos alimentares como a anorexia ou bulimia.
Osteoporose: tratamento, prevenção e sintomas - Osteoporose: causas

Quais os sintomas da osteoporose?

Infelizmente a osteoporose é uma condição que avança de forma silenciosa e sem manisfestar nenhum sintoma, até ao momento em que os ossos já se encontram debilitados e começa a aparecer situações como fracturas de vértebras, quadril ou pulsos.

Quando ocorrem fraturas na coluna, é possível sentir dores em qualquer parte das costas, incluindo zonas sensíveis como as cervicais. Este tipo de lesão também pode originar deformações evidentes na coluna, curvatura, corcundas e redução da altura. Se aparece ocorrer uma fratura em qualquer osso sem causa aparente ou por um leve traumatismo, também se pode também suspeitar da presença desta doença.

Osteoporose: tratamento, prevenção e sintomas - Quais os sintomas da osteoporose?

A osteoporose tem cura?

Se você suspeita da presença desta doença, é importante consultar um médico para fazer uma revisão completa e realizar os exames necessários para fazer um diagnóstico. A densitometria óssea é o exame mais comum para diagnosticar a osteoporose, através da qual se consegue medir a densidade do osso e determinar a sua perda de minerais.

A osteoporose é uma condição que não tem cura, masexistem diversos tratamentos que permitem favorecer o fortalecimento dos ossos e prevenir fraturas. Em casos de lesões prévias nas vértebras, as mesmas não são reversíveis.

O tratamento da osteoporose abrange vários aspetos:

Toma de medicação

São usados suplementos de cálcio e vitamina D para garantir uma maior absorção dos mesmos, assim como medicamentos para diminuir a perda do osso e melhorar a densidade óssea. Os medicamentos devem ser receitados por um especialista e adequados a cada paciente em particular.

Melhorar a alimentação

Os pacientes com osteoporose devem melhorar os seus hábitos alimentares para garantir um consumo adequado de cálcio e vitamina D, imprescindível para a absorção deste mineral. Além da ingestão de suplementos, é necessário aumentar o consumo de cereais, bebidas fortificadas com cálcio e alimentos que os contenham, como por exemplo vegetais de folha verde, como espinafre, acelga ou brócolis, legumes como o grão-de-bico ou feijão, frutos secos ou leite com baixo teor de gordura. Parte da vitamina D pode ser encontrada no peixe azul, ovos, óleos de peixe, marisco, moluscos e também no nosso próprio corpo, pois o sol favorece a sua produção. Por esse motivo, recomendados banhos de sol de 30 minutos por dia.

Exercícios para a osteoporose

A atividade física é a base para garantir um boa densidade óssea, por isso se recomenda realizar exercício físico de forma frequente assim como caminhar, nadar, dançar, realizar exercícios com pesos ou máquinas ou praticar aulas como o yoga ou o taichi, que favorecem o equilíbrio. Os exercícios de alto impacto como correr ou qualquer atividade com risco de quedas devem ser evitadas por completo.

Osteoporose: tratamento, prevenção e sintomas - A osteoporose tem cura?

Quantidade diária de cálcio e vitamina D

Conhecer as nossas necessidades diárias de cálcio e vitamina D é muito importante para dar ao nosso corpo os nutrientes que vão garantir ossos saudáveis ou, no caso da osteoporose, que possa prevenir fraturas ou lesões.

A quantidade recomendada destes nutrientes é:

  • Adultos menores de 50 anos: 1000 mg de cálcio e entre 400 e 800 UI de vitamina D.
  • Mulheres entre 50 e 70 anos: 1200 mg de cálcio e entre 400 e 800 UI de vitamina D.
  • Homens entre 50 e 70 anos: 1000 mg de cálcio e entre 400 e 800 UI de vitamina D.
  • Adultos maiores de 70 anos: 1200 mg de cálcio e entre 400 e 800 UI de Vitamina D.

Apenas um especialista pode indicar se é necessário ingerir suplementos de algum destes nutrientes.

Osteoporose: tratamento, prevenção e sintomas - Quantidade diária de cálcio e vitamina D

Recomendações para pessoas com osteoporose

Além de seguir as recomendações médicas, ingerir os medicamentos e suplementos indicados, melhorar a dieta e fazer exercício físico, existem outras coisas úteis que vão ajudar a otimizar a densidade óssea e prevenir lesões:

  • Se você fuma, é importante que o deixe pois o tabaco aumenta o avanço de esta condição. Do mesmo modo, a ingestão de álcool deve ser moderada.
  • Evitar as atividades físicas que possam favorecer as quedas assim como qualquer esporte ou atividade de impacto: correr, tênis, saltar, etc.
  • Retirar de casa qualquer objeto que possa originar quedas como tapetes que escorreguem, móveis ou objetos mal localizados.
  • É importante usar sapatos com sola antideslizante para evitar quedas perigosas.
  • Instalar no duche ou na banheira tapetes antideslizantes para evitar acidentes.
  • Você não deve caminhar na casa com as luzes desligadas, você corre o risco de tropeçar em um objeto e se magoar.
  • No caso das pessoas com baixa mobilidade, é importante que as mesmas contem com a ajuda de uma pessoa responsável ou uma enfermeira para garantir a sua segurança.

Chaves para prevenir a osteoporose

Se você deseja prevenir a osteoporose e garantir a saúde dos ossos, é importante:

  • Consumir alimentos ricos em cálcio na dieta diária que permitam a absorção da quantidade necessária deste mineral.
  • Ingerir alimentos ricos em vitamina D e tomar sol com frequência durante alguns minutos ao dia. Para evitar lesões na pele, recomendamos que a exposição seja feita antes das 10 da manhã e depois das 4 da tarde.
  • Manter um peso adequado, pois estar abaixo do peso recomendado aumenta o risco de sofrer desta doença.
  • Fazer exercício físico frequentemente, várias vezes por semana ajuda a favorecer e melhorar a densidade óssea, pelo que é um excelente método para prevenir a osteoporose.
  • Você deve deixar de fumar e moderar a ingestão de álcool.
Osteoporose: tratamento, prevenção e sintomas - Chaves para prevenir a osteoporose

Este artigo é meramente informativo, no ONsalus.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos médicos nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Osteoporose: tratamento, prevenção e sintomas, recomendamos que entre na nossa categoria de Ossos, articulações e músculos.

Escrever comentário sobre Osteoporose: tratamento, prevenção e sintomas

O que lhe pareceu o artigo?

Osteoporose: tratamento, prevenção e sintomas
1 de 6
Osteoporose: tratamento, prevenção e sintomas

Voltar ao topo da página