Partilhar

Pérolas de éter: para que servem

Por Nídia do Carmo, Editora e redatora ONsalus. Atualizado: 22 agosto 2018
Pérolas de éter: para que servem

As pérolas de éter são umas cápsulas suaves e gelatinosas muito populares devido à quantidade de efeitos benéficos que têm para o organismo de quem ingere. As pérolas de éter contêm um produto químico no seu interior chamado éter etílico que costuma ser usado para obter numerosos efeitos desde a eliminação de gases contidos em alguma parte do corpo até para controlar a flacidez de uma mulher depois do parto. É um produto muito versátil, o que tem feito a sua popularidade crescer. Em seguida, explicamos detalhadamente para que servem as pérolas de éter.

Também lhe pode interessar: Neurobion, para que serve?

O que são pérolas de éter

As pérolas de éter são cápsulas de consistência gelatinosa e suave com formato de pérola, daí a origem do nome, que contêm uma pequena porção de éter etílico no seu interior. O éter é um líquido incolor com um cheiro característico e pode ser encontrado em farmácias e lojas de produtos naturais.

O éter etílico é menos denso que a água e insolúvel na mesma. Foi o primeiro produto usado como anestésico, além de ser usado para dissolver as gorduras, óleos, resinas ou borrachas. Além disso, também é muito usado para extrair os princípios ativos dos tecidos das plantas ou animais, uma vez que é muito fácil de eliminar. O éter etílico tem um efeito térmico no qual recupera o seu estado de gás, o que é muito útil para extrair outro gás presente no organismo.

Para que servem as pérolas de éter

O primeiro uso dado às pérolas de éter serviu para melhorar o desempenho de atletas de alto rendimento mas, atualmente, elas são usadas para muito mais coisas. Em seguida, explicaremos algumas das principais funções das pérolas de éter:

  • Para acalmar uma dor de ouvido forte: para isso, a pérola deve ser perfurada perto do orifício do canal auditivo, uma vez que o éter evapora rapidamente. O líquido que sai da pérola deve entrar no ouvido para exercer o seu efeito adormecedor e aliviar a sintomatologia.
  • Expulsar gases do peito, das costas ou do estômago: devido ao seu efeito térmico, o éter é capaz de retirar o gás que está provocando desconforto ou dor muscular. Para eliminar o ar, se deve tomar um comprimido ou cápsula a cada 6 horas, como mínimo. Não devem ser combinadas com outros medicamentos nem com bebidas alcoólicas.
  • Para desinflamar o abdômen: as pérolas de éter são uma excelente ajuda para diminuir a inflamação abdominal. Podem ser usadas colocando uma cápsula de éter no umbigo e aplicando um pouco de gel redutor, já que é usado na fabricação de produtos redutores e anti-celulíticos. Em poucos minutos, o inchaço deve desaparecer.
  • Funciona como anestésico: é muito usado atualmente como anestésico local, sobretudo em feridas abertas ou traumatismos de pequena dimensão nos quais não existe fratura. Também pode ser usado em perfurações de orelhas para anestesiar um pouco a zona.
  • Durante a ereção: as pérolas de éter são usadas para que a ereção dure por mais tempo. Para isso, se realiza uma massagem suave na glande depois de colocar o conteúdo da pérola de éter.
  • Pérolas de éter depois do parto: Se a sua barriga está flácida, inchada ou inflamada depois dos 40 dias do parto, pode se recomendar o uso de uma pérola de éter no umbigo pelas noites ou aplicando com um spray caseiro e fazendo massagens suaves na área.
Pérolas de éter: para que servem - Para que servem as pérolas de éter

Contraindicações e efeitos secundários das pérolas de éter

Existe uma série de contraindicações e efeitos secundários das pérolas de éter que devem ser considerados antes da sua ingestão:

  • Não devem ser tomadas antes dos 40 dias pós-parto, uma vez que podem afetar a lactância. Além disso, o seu odor pode enjoar o bebê.
  • As mulheres lactantes não devem tomar.
  • Não devem ser consumidas com bebidas alcoólicas, uma vez que potenciam o efeito da bebida, provocando um efeito negativo na pessoa (como se tivesse bebido o dobre):
  • O uso das pérolas de éter foi relacionado com o aparecimento de halitose ou mau hálito transitório.

Este artigo é meramente informativo, no ONsalus.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos médicos nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Pérolas de éter: para que servem, recomendamos que entre na nossa categoria de Medicação e testes médicos.

Escrever comentário sobre Pérolas de éter: para que servem

O que lhe pareceu o artigo?
1 comentário
A sua avaliação:
Karen Costa
Você sabe me explicar o que é formula estrutural éter dietílico?

Pérolas de éter: para que servem
1 de 2
Pérolas de éter: para que servem

Voltar ao topo da página