Partilhar

Pode ter relação usando óvulo Albocresil?

 
Por Ivonne Nieves Blanco, Médica Cirurgiã. 14 fevereiro 2019
Pode ter relação usando óvulo Albocresil?

Todas as mulheres sofrem, em algum momento da sua vida, de infecções vaginais que necessitam de tratamento médico e farmacológico de acordo com os sintomas apresentados.

Muitas mulheres sexualmente ativas acabam se perguntado se podem ou não ter relação durante o tratamento indicado pelo ginecologista. Uma vez feito o diagnóstico de uma infeção vaginal que requer o uso de óvulos vaginais, devem ser tomadas algumas precauções para evitar o contágio do parceiro e para garantir que a eficácia do tratamento não é afetada. No seguinte artigo do ONsalus, respondemos com detalhe à pergunta: "Pode ter relação usando óvulo Albocresil?".

Também lhe pode interessar: Sangramento após relação é normal?

Albocresil: para que serve

As infecções vaginais comuns em mulheres que requerem o uso de Albocresil óvulos são provocadas por:

  • Diminuição dos níveis de estrógenos: o que provoca o aumento do pH vaginal, diminuindo a acidez da vagina e dificultando o controlo das bactérias que originem processos infecciosos.
  • Falta de higiene.
  • Uso de roupa interior justa ou de materiais sintéticos.
  • lesão de tecidos e irritação durante o processo infeccioso.

Dentro dois diferentes tipos de patologias vaginais que afetam as mulheres, encontramos:

Todas estas doenças devem ser diagnosticadas por médicos especialistas em ginecologia para obter a receita médica adequada a cada um dos sintomas que a paciente apresenta e, assim, iniciar o tratamento específico para o tipo de infecção.

As doenças vaginais infecciosas são tratadas com medicamentos administrados por via oral ou local, dependendo do microorganismo que provoca a doença a nível local, tanto em creme como em óvulos, como é o caso do Albocresil. Esta aplicação serve para garantir que o tratamento funciona mais rapidamente, evitando assim possíveis complicações. Este tipo de tratamento deve ser cumprido de acordo com as indicações do especialista e, em muitos casos, o parceiro da mulher também deve ser tratado para garantir reincidências da infecção em um curto período de tempo.

Óvulos ginecológicos para infecção

Em infecções vaginais como candidíase ou vaginose, o médico pode recomendar o uso de Albocresil óvulos vaginais, já que atuam de forma direta sobre o problema e na zona afetada sem necessidade de passar pelo estômago, como é o caso dos antibióticos administrados por via oral. Com o uso de óvulos vaginais, evitamos alterações gastrointestinais.

Os benefícios obtidos são imediatos devido à aplicação do tratamento de forma discreta na zona vaginal. A pessoa indicada para comunicar o tempo de duração e tipo de óvulo vaginal a usar é o médico especializado em ginecologia.

Durante a aplicação do tratamento, devem ser tomadas certas medidas de precaução, como é o caso das relações sexuais. No seguinte apartado, explicamos se pode ter relação usando óvulo Albocresil.

Albocresil óvulos: pode ter relação?

As infecções vaginais podem provocar alterações na flora vaginal e alterar o pH vaginal de forma a lesionar a mucosa e provocar irritação e desconforto. Tudo isto se evidencia durante o ato sexual, não sendo recomendado ter relações sexuais durante o uso de Albocresil óvulos ou outros óvulos vaginais, assim como nos sete dias seguintes ao tratamento. Assim, é possível garantir que o tratamento é mais eficaz.

Entre as razões que explicam porque não pode ter relação usando Albocresil em óvulos vaginais, encontramos:

  1. Aumento do risco de infecções vaginais após a alteração da flora vaginal. Ter relações sexuais durante a persistência do processo infeccioso pode piorar a infecção existente.
  2. Existe o risco de que os métodos anticoncepcionais como os preservativos se rompam ou percam a sua eficácia devido à alteração do pH da vagina.
  3. Ter relações sexuais sem preservativo pode provocar o contágio do parceiro e, dessa forma, criar um ciclo vicioso que coloca a saúde sexual do casal em risco.

O efeito do tratamento com os óvulos pode ser afetado pela irritação da mucosa vaginal e os benefícios do tratamento podem ser minimizados, aumentando assim o risco de manter o processo infeccioso por mais tempo.

Para manter uma relação sexual saudável, os especialistas recomendam não ter encontros sexuais antes ou depois de colocar um óvulo vaginal, já que pode afetar o processo terapêutico. O ideal é esperar por um período de 7 dias depois de finalizar o tratamento com Albocresil.

Caso o casal se encontre sob indicações de um tratamento preventivo, é essencial concluir o processo para retomar as relações sexuais, já que essa é a única forma de evitar reinfecções.

Cada processo infeccioso é avaliado de forma individual e, por isso, é essencial manter o contato com o especialista, que será a pessoa indicada para oferecer orientação sobre cada caso em particular. Não hesite em consultar o seu médico de confiança.

Este artigo é meramente informativo, no ONsalus.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos médicos nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Pode ter relação usando óvulo Albocresil?, recomendamos que entre na nossa categoria de Sexualidade.

Referências

1. Revista Médica Herediana. Prevalência de vaginite e vaginose bacteriana em pacientes com corrimento vaginal anormal no Hospital Nacional Arzobispo Loayza. Disponível em <http://www.scielo.org.pe/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1018-130X1999000400005> Acessado em 14 de fevereiro de 2019.

Bibliografia
  • ANVISA. Albocresil. Disponível em <http://www.anvisa.gov.br/datavisa/fila_bula/frmVisualizarBula.asp?pNuTransacao=21325852016&pIdAnexo=3775985>. Acessado em 14 de fevereiro de 2019.

Escrever comentário sobre Pode ter relação usando óvulo Albocresil?

O que lhe pareceu o artigo?

Pode ter relação usando óvulo Albocresil?
Pode ter relação usando óvulo Albocresil?

Voltar ao topo da página