Partilhar

Sangramento após relação é normal?

 
Por Martim Pereira, Redator ONsalus. 30 novembro 2018
Sangramento após relação é normal?

O sangramento depois da relação é uma condição que pode ser preocupante visto que, apesar de ser comum, não deve ser ignorada. Sangrar depois da relação pode dever-se a várias coisas, algumas delas podem ser corrigidas facilmente alterando os hábitos sexuais, no entanto, outras requerem um revisão ginecológica para descartar a presença de diversas patologias.

Se você quer saber se o sangramento após a relação é normal, continue lendo este artigo do ONsalus onde explicamos tudo.

Sangramento após primeira relação

O sangramento após primeira relação é algo completamente normal e, em princípio, não indica nenhum perigo. Embora nem todas as mulheres sangrem depois da primeira relação sexual, esse fenômeno é explicado pelo rompimento do hímen, a membrana fina que se encontra entre o conduto vaginal e a vulva.

Outras causas que podem originar sangramento depois da relação durante os primeiros encontros são as penetrações muito bruscas ou um excesso de fricção. É importante lembrar que é necessário avançar na relação lentamente e pouco a pouco, experimentando posições à medida que elas se tornam mais confortáveis e seguras, o que ajudará a evitar o desconforto. Se, algum tempo depois de iniciar a atividade sexual, a mulher continua sangrando, é oportuno visitar o ginecologista.

Pequeno sangramento após relação: sexo intenso

Esta é, possivelmente, uma das causas mais comuns para existir sangramento após a relação. Se a mulher não lubrifica de forma adequada, as penetrações não serão suaves e, quando são muito intensas, podem produzir-se pequenas lesões na mucosa vaginal que originam o sangramento.

A prática de preliminares para estimular a penetração, optar por um lubrificante comercial à base de água e evitar o sexo demasiado brusco são boas medidas para prevenir este problema.

Sangramento após relação sexual: DST's

Quem tem relações sexuais sem usar preservativo está arriscando o contágio de doenças de transmissão sexual ou DST's. Algumas delas não se manifestam e são assintomáticas, no entanto outras podem apresentar diversos sintomas como a alteração nas secreções vaginais, coceira na vagina, dor ao urinar ou ao ter relações e sangramento após relação.

Algumas das DTS's que podem ser responsáveis por esse sangramento são:

Após a prática de sexo sem proteção e na presença de vários dos sintomas mencionados anteriormente, recomendamos que você visite o seu ginecologista para descartar a possibilidade de ter uma DST.

Sangramento após relação e dor no pé da barriga: Inflamação

Infecções por fungos, bactérias, reações alérgicas a produtos como espermicidas ou lubrificantes ou inclusivamente a descida dos níveis de estrogênio durante a menopausa podem originar uma inflamação na vagina ou no colo do útero que, entre outros sintomas, dão lugar ao sangramento após relação.

Outros sintomas como a dor durante a penetração, coceira e ardência podem evidenciar que algo está errado. Nestes casos, é imprescindível visitar o ginecologista para determinar a causa da inflamação e o tratamento adequado.

Sangramento depois da relação: Doença inflamatória pélvica

Esta condição é originada por bactérias que entram pela vagina e viajam até ao colo do útero, às trompas de Falópio ou aos ovários, originando, geralmente, uma infecção. Trata-se de uma patologia comum em pacientes que sofrem ou já sofreram de DST's como a gonorreia e clamídia, mas também pode contagiar-se durante o parto, através da inserção de um DIU, por um aborto ou em qualquer condição que permita que esta região esteja exposta às bactérias.

A doença inflamatória pélvica provoca menstruações irregulares, dores menstruais e durante o sexo, febre, secreção vaginal de aspeto e odor anormal, assim como sangramento depois da relação. Perante a presença destes sintomas, é imprescindível visitar um ginecologista.

Sangramento fora do período menstrual: Endometriose

A endometriose apresenta-se quando o tecido do endométrio começa a crescer fora do útero, o que dá lugar a menstruações irregulares e muito dolorosas, dor e cãibras na pélvis assim como a possibilidade de sangramento após relação.

Se os seus períodos menstruais são irregulares e dolorosos, e além disso sangrou várias vezes depois do sexo, o melhor é recorrer ao ginecologista para descartar a presença desta condição.

Sangramento intermenstrual: outras causas

  • Mudanças hormonais como as que se produzem durante um tratamento de reposição hormonal ou devido às mudanças nos níveis de progesterona.
  • Pólipos no útero, caracterizam-se por sangramento intermenstrual e por episódios de sangramento depois da relação.
  • Displasia cervical, apresenta-se quando as células do útero apresentam mudanças anormais. É uma condição pre-cancerosa por isso deve ser atendida com rapidez para evitar o câncer. A maioria das vezes não apresenta sintomas, no entanto pode detectar-se facilmente através de um papanicolau ou citologia, razão pela qual é fundamental realizar este exame anualmente ou a cada 2 anos.
  • Câncer do colo do útero, em uma etapa inicial não apresenta sintomas, depois podem manifestar-se sinais como sangramento anormal entre menstruações, fluxo vaginal em grandes quantidades e menstruação abundante. Novamente, a citologia é a melhor arma para o detectar, por isso é fundamental realizá-la com frequência.

Quando ir ao médico com urgência

  • Se o sangramento é frequente ou abundante.
  • Se, além disso, apresenta dor ou ardência durante o sexo.
  • Quando se manifestam outros sintomas como alterações na sua menstruação, dores menstruais fortes, febre, coceira ou ardência na região vaginal.
  • Se falamos de sangramento após relação na gravidez.

Este artigo é meramente informativo, no ONsalus.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos médicos nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Sangramento após relação é normal?, recomendamos que entre na nossa categoria de Sexualidade.

Bibliografia
  • "Sangramento vaginal" por David H. Barad, MD, MS, Director of Assisted Reproductive Technology, Center for Human Reproduction. Disponível em: https://www.msdmanuals.com/pt-pt/profissional/ginecologia-e-obstetr%C3%ADcia/sintomas-de-dist%C3%BArbios-ginecol%C3%B3gicos/sangramento-vaginal

Escrever comentário sobre Sangramento após relação é normal?

O que lhe pareceu o artigo?

Sangramento após relação é normal?
Sangramento após relação é normal?

Voltar ao topo da página