Partilhar

Por que tenho as costelas saltadas?

 
Por Redação ONSalus. Atualizado: 9 novembro 2020
Por que tenho as costelas saltadas?

A não ser que já tenham sofrido acidentes ou sofram de defeitos congênitos, os seres humanos possuem vinte e quatro costelas. Isto serve tanto para os homens quanto para as mulheres, embora muitas vezes tenha sido repetido que Eva surgiu de uma costela de Adão, o que faz algumas pessoas acharem que os homens têm menos costelas que as mulheres. Na verdade, é muito raro um ser humano ter menos costelas que o normal e, em geral, são quatorze costelas verdadeiras, seis falsas e quatro flutuantes.

Por diferentes razões relacionados ao peso, a postura ou simplesmente causas genéticas, as costelas podem se abrir e aparentar estarem saltadas. Nesse artigo do ONsalus, te respondemos à pergunta "por que tenho as costelas saltadas?".

Também lhe pode interessar: Dor entre as costelas: causas e tratamento

A função das costelas

As costelas são uma parte importante da estrutura óssea do ser humano. Trata-se de uma série de osso planos e longos em forma de arco que dão o volume da caixa torácica, dado que são unidas com a parte de trás do tórax, na coluna vertebral, e na frente se juntam com o esterno. Desta maneira, forma-se um tipo de jaula que serve para proteger os órgãos moles, como o coração, os pulmões e o fígado.

A caixa torácica de todos os seres humanos, salvo em raras exceções, é formada por doze pares de costela, ou seja, um total de vinte e quatro costelas. Estas são classificadas de cima para baixo como:

  • Esternais, superiores ou verdadeiras: são os primeiros sete pares de costelas que estão diretamente unidas ao esterno.
  • Asternais, inferiores ou falsas: são os próximos três pares de costelas e não estão diretamente articuladas com o esterno, contudo ficam articuladas entre elas mesmas.
  • Flutuantes: são os dois últimos pares de costelas, as quais só estão unidas à coluna vertebral, estando soltas na frente.

As costelas são mais importantes do que muitas pessoas pensam. Na verdade, alguns experimentos demonstraram que as costelas são os únicos ossos humanos que conseguem se regenerar sozinhos se a seção do osso chamada pericôndrio for mantida. Nos casos nos quais os pesquisadores removeram o pericôndrio, as costelas não conseguiram se regenerar. Segundo a National Scoliosis Foundation[1] uma costela pode se regenerar completamente em dois ou três meses.

Por que tenho as costelas saltadas? - A função das costelas

Por que tenho as costelas saltadas?

Todas as costelas são importantes, até mesmo as flutuantes estão ali para proteger os órgãos vitais. Contudo, se tornou comum pensar que, como as costelas flutuantes não estão presas ao esterno, não cumprem nenhuma função importante no organismo. Sem sombra de dúvidas, estas também têm uma função protetora de certos órgãos vitais e que, caso fossem retiradas, deixariam estes órgãos expostos a possíveis traumatismos.

Por outro lado, as costelas flutuantes não estão realmente soltas, na verdade, estão ligadas a certos músculos do diafragma, que permitem a respiração, e a outros do abdômen, que contribuem com o movimento do tronco e, inclusive, são úteis quando levantamos coisas. Mas as vezes estas costelas aparentam estarem saltadas ou voltadas para fora. Em alguns casos, isto se deve a:

  • Mudanças de peso corporal.
  • Gravidez.
  • Passar do tempo.
  • Posturas ruins.
  • Fatores hereditários.

Na verdade, ter as costelas saltadas, a menos que causem dor, como ocorre em certos casos, não é uma condição médica. Em vez disso, nos causa considerações estéticas, na maioria dos casos. Sobretudo porque afeta a aparência das mulheres, fazendo com que suas silhuetas fiquem mais largas bem na altura da cintura, onde estão localizadas as costelas flutuantes.

Por que tenho as costelas saltadas? - Por que tenho as costelas saltadas?

Como corrigir costelas saltadas

Ter as costelas saltadas não é necessariamente uma condição médica. Pode simplesmente ser uma característica particular da pessoa e, em geral, não tem nenhum impacto em sua saúde. Contudo, se mesmo assim ela deseja mudar esta aparência, existem algumas recomendações que podem ser levadas em consideração.

Em certos casos, partindo do princípio de que as costelas flutuantes são vestígios inúteis, algumas mulheres recorrem a práticas muito drásticas, como as cirurgias. Estas cirurgias permitem eliminar as costelas flutuantes para dar uma cintura mais fina ou de "vespa". Contudo, não se trata de uma operação tão simples e eficaz, pois as costelas flutuantes, embora não estejam fixas no esterno, estão ligadas a certos músculos, como mencionamos anteriormente.

Quiropraxia de costelas flutuantes

Em outros casos, a quiropraxia pode ser uma opção mais natural para ajudar a melhorar o aspecto que as costelas saltadas causam. Geralmente, a quiropraxia é aplicada para tratar problemas de postura, contrações musculares e dores nas costas causas por escoliose, entre outros. Recentemente, esta prática milenar recebeu usos estéticos, como no caso das costelas flutuantes saltadas, que são tratadas para se obter uma cintura mais fina.

De qualquer forma, nunca é demais comer saudável e fazer exercícios físicos para manter uma aparência esbelta e ajudar para que, tanto os músculos quantos as costelas, se desenvolvam de forma harmônica. Algumas vezes o uso de um espartilho também pode ajudar, sobretudo depois de certas cirurgias ou depois da gravidez, enquanto tudo volta ao seu lugar dentro do abdômen.

Este artigo é meramente informativo, no ONsalus.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos médicos nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Por que tenho as costelas saltadas?, recomendamos que entre na nossa categoria de Ossos, articulações e músculos.

Referências
  1. National Scoliosis Foundation, disponível em: https://www.scoliosis.org/resources/medicalupdates/ribthoracoplasty.php

Escrever comentário

O que lhe pareceu o artigo?

Por que tenho as costelas saltadas?
1 de 3
Por que tenho as costelas saltadas?

Voltar ao topo da página