Partilhar

Retenção de líquidos: causas e remédios

 
Por Nelson Ferreira, Redator ONsalus. Atualizado: 31 outubro 2017
Retenção de líquidos: causas e remédios

Sente que está fazendo retenção de líquidos? Esta condição, também chamada de hidropisia ou edema, é muito comum especialmente nas mulheres e pode ser causada por diversos fatores, desde uma má alimentação, o sedentarismo, mudanças hormonais até doenças ou patologias de maior gravidade. Estas últimas requerem cuidados médicos desde muito cedo e de forma regular. A acumulação de líquidos é um problema que também favorece o aumento de peso e de volume. Se quer saber com exatidão o que causa a retenção de líquidos e quais sãos os melhores remédios para a combater, continue lendo este artigo do ONsalus.com.br.

Também lhe pode interessar: Remédio caseiro para pernas cansadas

Porque acontece a retenção de líquidos?

A retenção de líquidos ou edema é a consequência direta da acumulação de líquidos nos tecidos do corpo. Esta produz-se quando existe um desequilíbrio no nível dos líquidos, quer seja porque os vasos sanguíneos passam mais líquidos para os tecidos corporais ou o inverso, quando os líquidos ficam retidos nos tecidos e não retornam aos vasos sanguíneos. além disso, isto também pode acontecer quando os vasos linfáticos não conseguem transportar aqueles líquidos excedentes.

Esta condição pode afectar várias partes do corpo, sendo as mais comuns zonas como as pernas, os tornozelos e o abdômen. Os principais sintomas são os seguintes:

  • Inchaço generalizado ou localizado nas pernas, tornozelos, abdômen, braços e mãos.
  • Sensação de peso.
  • Diminuição da flexibilidade nas articulações.
  • aparência de pele lisa, apertada ou brilhante na região afetada.
  • Rachaduras na pele ao exercer pressão sobre a mesma, a qual se mantém marcada durante um tempo. Este pode ser o teste que lhe farão para averiguar se está retendo líquidos ou não.
  • Aumento rápido de peso.
  • Diminuição da urina.

Causas físicas da retenção de líquidos

A acumulação de líquidos no corpo pode ser desencadeada por várias causas físicas, além disso, em muitos casos é uma condição derivada de um problema de saúde concreto que é o responsável por esse desequilíbrio no níveis de líquidos no organismo que a originam. Assim sendo, será conveniente tratar a doença ou condição subjacente de forma adequada seguindo, sempre, as indicações do médico.

Em seguida, detalhamos as possíveis causas físicas que podem dar lugar à retenção de líquidos:

  • Obesidade: O sobrepeso é em muitas ocasiões o principal responsável da retenção de líquidos.
  • Gravidez: As alterações hormonais que o corpo da mulher sofre na gravidez, especialmente no primeiro trimestre, podem ser os responsáveis pela retenção de líquidos e o aparecimento do inchaço em algumas zonas como os tornozelos e os pés.
  • Menopausa: Durante a menopausa produz-se uma redução dos níveis de estrogênio (hormônios femininos por excelência) que envolve, entre outras coisas, a dificuldade para eliminar líquidos de forma adequada.
  • Doenças inflamatórias: condições de caráter inflamatório como a artrite ou a gota produzem um aumento da quantidade de sangue na região afetada, o que pode dar lugar ao aparecimento de edemas.
  • Mau funcionamento das glândulas linfáticas: É possível que devido a fatores genéticos, infecções, determinadas intervenções cirúrgicas ou tratamentos médicos fortes contra o câncer, os vasos linfáticos já não sejam capazes de transportar a linfa e os líquidos excedentes como deveriam.
  • Insuficiência renal: A retenção de líquidos pode ser também consequência de uma deficiência do funcionamento dos rins quando estes não são capazes de eliminar os líquidos, os sais e as substâncias residuais do organismo.
  • Insuficiência cardíaca: Um dos sintomas comuns em pacientes com insuficiência cardíaca é a inflamação nas pernas, pés e tornozelos e a redução de urina, que se produz por um retenção de líquidos.
  • Insuficiência hepática: Origina uma falta de eliminação de líquidos que leva a um inchaço generalizado, sobretudo, quando esta patologia é bastante grave.
  • Insuficiência venosa: Quando as veias não retornam o sangue ou o coração de forma adequada, origina-se uma acumulação de líquidos.
Retenção de líquidos: causas e remédios - Causas físicas da retenção de líquidos

Outras causas da retenção de líquidos

Não só as condições anteriores podem desencadear a retenção de líquidos, uma vez que existem outros fatores externos a nós que também podem encontrar-se por trás deste problema. Aqui tem uma lista com alguns desses fatores:

  • Estar de pé ou sentado na mesma posição durante várias horas.
  • Usar roupa muito apertada que comprometa a boa circulação sanguínea.
  • O calor e a umidade excessivos que ocasionam uma vasodilatação nos vasos sanguíneos e uma passagem excessiva de líquidos para os tecidos do corpo.
  • A toma de certos medicamentos como os antidepressivos, os fármacos hormonais ou aqueles destinados a reduzir a hipertensão.
  • Abusar do sal nas comidas.
  • Seguir uma dieta rica em gorduras e açúcares.

Remédios para combater a retenção de líquidos

Existem vários hábitos de vida que serão os seus melhores aliados para prevenir e combater a retenção de líquidos, além de favorecerem a saúde do seu organismo de uma forma geral. Tome nota e não salte nenhum deles:

  • Dieta saudável. Além de praticar uma dieta equilibrada, os especialistas dão importância ao consumo de alimentos ricos em potássio e baixos em sódio para lutar contra a retenção de líquidos. Assim sendo, deve apostar por uma dieta baseada especialmente no consumo de muitas verduras e frutas, hortaliças, legumes, carnes magras e peixes frescos.
  • Reduza o consumo de sal. Evite jogar demasiado sal nas comidas e evite a ingestão de alimentos como embutidos, enchidos, molhos, condimentos, temperos industriais, etc.
  • Beba bastante água. Tentar beber entre 1,5 a 2 litros de água diariamente é a recomendação mais destacada pelos especialistas para combater a retenção de líquidos. Esta hidratação é vital para que o organismo possa manter-se limpo e expulsar as toxinas.
  • Beba infusões depurativas. Tomar uma infusão por dia de cavalinha, dente de leão, chá verde ou zimbro é um remédio natural excelente para favorecer a eliminação de líquidos e toxinas e melhorar o funcionamento dos rins.
  • Faça exercício de forma regular. Faça exercício durante 30 minutos por dia para se manter em forma. É especialmente importante que movimente os músculos das extremidades inferiores, visto que são os que tendem formar mais acumulação de líquido.
  • Pratique natação. Foi apontado que nadar habitualmente é uma prática perfeita para distribuir a água de forma uniforme por todo o corpo, visto que se exercita a musculatura ao mesmo tempo que se mantém o corpo completamente horizontal.
  • Evite as peças de roupa muito justas. Aquelas peças de roupa que ficam demasiado justas ao corpo dificultam a circulação sanguínea, assim como a expulsão de fluídos.
  • Auto-massagens. Faça uma pequena massagem nas pernas ou na região inchada quando chegar a casa. Faça-o utilizando um óleo essencial do seu agrado através de movimentos circulares e sentirá um grande alívio. Isto é ideal para aquelas pessoas que passam muitas horas de pé ou sentadas na mesma posição.
  • Tratamentos profissionais: Os mais recomendados contra a retenção de líquidos são a drenagem linfática e a pressoterapia. Ambos são excelentes para reativar a circulação sanguínea e favorecer a expulsão de líquido. Informe-se em um centro de estética profissional e escolha o que mais se ajusta às suas necessidades.
Retenção de líquidos: causas e remédios - Remédios para combater a retenção de líquidos

Este artigo é meramente informativo, no ONsalus.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos médicos nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Retenção de líquidos: causas e remédios, recomendamos que entre na nossa categoria de Sangue, coração e circulação.

Escrever comentário sobre Retenção de líquidos: causas e remédios

O que lhe pareceu o artigo?

Retenção de líquidos: causas e remédios
1 de 3
Retenção de líquidos: causas e remédios

Voltar ao topo da página