Partilhar

Risco preto na unha: o que pode ser e tratamento

 
Por Nídia Figueira, Editora e redatora ONsalus. 20 abril 2020
Risco preto na unha: o que pode ser e tratamento

Os riscos pretos ou escuros nas unhas costumam ser um motivo de preocupação para quem os têm e para o/a profissional que deve atendê-lo, e isto ocorre porque, embora na maioria das vezes se trate de algo que não gera problemas mais sérios, uma parcela menor de pessoas podem sofrer de algum transtorno muito mais grave e que é importante descartar: o melanoma.

Se quer saber por que pode aparecer um risco preto na unha e como tratá-lo, te convidamos para que continue lendo este artigo do ONsalus, no qual você encontrará, de forma simples, todas as informações que precisa.

Também lhe pode interessar: Como tirar mancha preta da unha do pé

Risco preto na unha: o que pode ser

A condição médica pela qual aparecem riscos escuros (do marrom escuro ao preto) nas unhas é conhecida como melanoníquia. Este aumento na pigmentação de uma ou várias unhas, na maioria das vezes, se deve a causas que não são graves e apenas causam incômodo esteticamente, no entanto, em alguns casos pode se tratar de uma doença mais grave, que é fundamental ser descartada.

Entre as razões que fazem aparecer riscos pretos nas unhas, temos:

  • Mudanças na própria pigmentação da pessoa: não traz nenhuma complicação. Ocorre nas mãos e pés de homens e mulheres de pele escura, tanto em crianças quanto em adultos, sobretudo em pessoas mais velhas.
  • Mudanças hormonais: durante a gravidez, em uma ou várias unhas podem surgir riscos pretos ou podem adquirir uma coloração escura. Também não é um problema grave.
  • Tabagismo: o consumo de cigarros pode fazer com que seja gerada a melanoníquia.
  • Deficiência nutricional: maus hábitos alimentares que trazem consigo a falta de vitamina B12 e folatos são uma causa comum das manchas azuis e pretas nas unhas.
  • Medicação: pode escurecer uma ou várias unhas, geralmente, com riscos, após a utilização de medicamentos, tais como: quimioterápicos, antirretrovirais (para HIV), cloroquina, sais de ouro, mercúrio, psoralenos ou radioterapia. Costuma melhorar após suspendê-los, mas pode demorar muito tempo, até mesmo anos para que isto aconteça.
  • Traumatismos: pode ocorrer que ao sofrer alguma pancada, ou algum sapato apertado esfregando a unha ou ainda pelo costume de se morder as unhas (onicotilomania), se formem hematomas sob as unhas. Normalmente, conforme a unha vai crescendo, se ela não for machucada novamente, a mancha irá descendo em direção a sua ponta até desaparecer, conforme vai sendo substituída por tecido saudável.
  • Micose: certos tipos de fungos podem produzir melanina, causando assim linhas pretas em alguma unha.
  • Psoríase: a psoríase, além de afetar a pele, pode afetar as unhas de diversas formas, entre elas, fazendo aparecer riscos escuros. Outras doenças inflamatórias de pele menos frequentes (tais como acrodermatite de Hallopeau, líquen plano e paroniquia crônica) também podem gerá-las.
  • Síndromes de Peutz-Jeghers, Laugier-Hunziker e Addison: estas são doenças endocrinológicas e, além de diversos outros sintomas, podem fazer com que apareçam manchas lineares nas unhas.
  • Lunares: também conhecidos como nevos melanocíticos. Podem aparecer nas unhas como linhas pretas ou escuras, aparecem principalmente em crianças, são benignos, isto é, não geram maiores complicações com o tempo.
  • Melanoma: se trata de um tumor maligno, isto é, tem um prognóstico ruim se não for tratado. É muito raro, costuma ocorrer em pessoas de pele escura, mas também pode aparecer nas com pele clara, sobretudo, naquelas que têm familiares que tiveram o melanoma.

Risco preto na unha: tratamento

Como foi visto, as causas da melanoníquia são muitas e variadas, por isso, o tratamento também é diferente conforme sua origem.

Para saber certo o que deve fazer, o mais importante é consultar um(a) dermatologista, já que além de fazer algumas perguntas para você, te avaliará e observará sua unha com equipamentos especiais, afim de encontrar o que está causando seu problema e, sobretudo, descartar a presença de um melanoma. Para isso, as vezes é necessário fazer uma biópsia, ou seja, pegar um pedacinho da unha para determinar do quê se trata.

Uma vez identificada a causa dos riscos pretos nas unhas, pode ser necessário tratar uma condição subjacente, talvez o médico troque sua medicação que esteja causando as manchas ou, o mais provável, que não precise fazer nada. Se já descartou a presença do melanoma, somente resta observar e esperar para ver a evolução da lesão. Você deve continuar se consultando com seu médico para que ele continue te avaliando.

Por outro lado, você pode pôr em prática as seguintes medidas para tentar diminuir a pigmentação da sua unha:

  • Uso de calçado adequado: se sua unha está danificada por traumatismos constantes, é importante utilizar calçados confortáveis e que não estejam esfregando seus dedos constantemente. No seguinte artigo explicamos Como curar uma unha preta do pé.
  • Melhore sua alimentação: seja pela falta de vitaminas ou porque alguma doença está afetando suas unhas, é muito importante que sua dieta inclua frutas e verduras cruas, legumes, frutos secos e processados. Deixe de lado aquilo que te intoxica: açúcar branco, laticínios, farinha de trigo, carnes e alimentos processados. O que for mais natural sempre te ajudará a ficar mais saudável e, devido ao fato de que a causa das manchas nas suas unhas geralmente é devido a um desequilíbrio interno, fazendo esse mudança você pode recuperar a aparência normal das suas unhas.
  • Você pode se ajudar a recuperar este equilíbrio interno através de depurações ou desintoxicantes corporais. Para isso deve limpar seu cólon, fígado e rins.

Quando ir ao médico por linhas pretas nas unhas

Existem certas características que podem te fazer pensar no melanoma, é por isso que é fundamental consultar rapidamente seu médico(a) se apresentar alguma delas:

  • O risco mede mais de 3 mm.
  • Há diferentes cores no risco escuro.
  • Somente uma unha está afetada.
  • A unha está levantada ou partida.
  • Mancha em forma de triângulo.
  • Pele escurecida ao redor da unha afetada.

Este artigo é meramente informativo, no ONsalus.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos médicos nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Risco preto na unha: o que pode ser e tratamento, recomendamos que entre na nossa categoria de Pele, cabelo e unhas.

Vídeos relacionados com Risco preto na unha: o que pode ser e tratamento

Vídeos relacionados com Risco preto na unha: o que pode ser e tratamento

Escrever comentário sobre Risco preto na unha: o que pode ser e tratamento

O que lhe pareceu o artigo?

Risco preto na unha: o que pode ser e tratamento
Risco preto na unha: o que pode ser e tratamento

Voltar ao topo da página