menu
Partilhar

Tipos de verrugas no rosto

 
Por Magce Bonilla, Química. 28 novembro 2023
Tipos de verrugas no rosto

As verrugas no rosto são geralmente de vários tipos, muitas das quais são causadas pelo papilomavírus humano (HPV), enquanto outras não são de origem viral. Elas aparecem na pele como pequenas protuberâncias benignas, de morfologia e cor variáveis, que normalmente aparecem em diferentes locais do rosto. É justamente a consistência e o formato das verrugas que estabelecem os critérios para classificá-las em diferentes tipos, incluindo verrugas comuns, pedunculadas, filiformes e planas. Cada uma delas tem suas particularidades, que devem ser levadas em conta no tratamento da lesão.

Neste artigo do ONsalus, explicamos os tipos de verrugas no rosto, suas características e a melhor forma de removê-las. Continue lendo!

Também lhe pode interessar: Por que a verruga fica preta?

Por que aparecem verrugas no rosto?

As verrugas que aparecem no rosto são pequenas protuberâncias que surgem na pele ou nas membranas mucosas, às vezes causadas pelo papilomavírus humano e são disseminadas por meio do contato com a pele ou objetos compartilhados, mas não imediatamente, pois, uma vez exposta ao vírus, a verruga pode levar de 2 a 6 meses para aparecer na pele.

Nesse contexto, o rosto é uma das áreas mais vulneráveis onde as verrugas tendem a se formar, pois fica muito exposto à fricção e ao contato com as mãos, os dedos e as unhas.

Outras verrugas, por outro lado, não são virais, são hereditárias e, portanto, não podem ser disseminadas pelo toque, mas ainda assim podem aparecer no rosto e causar algum desconforto.

Essas lesões se manifestam em diferentes formas, aparência e sensibilidade ao toque; por isso, são classificadas clinicamente de acordo com suas características, levando em conta a cor, o tamanho, a forma e a consistência.

Em geral, não são graves, embora algumas cepas possam estar associadas a outras patologias de maior risco, e geralmente são inofensivas. No entanto, podem ser muito incômodos e desagradáveis quando crescem.

Explicamos aqui os tipos mais comuns de verrugas virais e não virais.

Verrugas vulgares

As verrugas vulgares são lesões virais pequenas redondas e sobressalentes da epiderme. Muitas delas manifestam-se predominantemente na região facial, embora também possam surgir no pescoço, mãos, dedos e couro cabeludo.

Estas elevações cutâneas podem se apresentar de forma isolada ou em aglomerados, caracterizando-se por uma textura áspera ao toque e exibindo coloração marrom ou acinzentada. Tipicamente, surgem em áreas faciais propensas a pequenas lesões ou traumas induzidos por fricção, ou atividades como o ato de barbear. Além disso, têm uma propensão a ocorrer em indivíduos com comprometimento do sistema imunológico.

Verrugas planas

As verrugas planas, igualmente de etiologia viral, caracterizam-se por apresentarem dimensões reduzidas e protrusão mínima da pele. Sua aparência é esbranquiçada, procurando mimetizar a tonalidade da pele, com uma superfície escamosa.

Essas lesões geralmente se distribuem em forma de aglomerados, exibindo uma elevada quantidade, e têm uma predileção por surgir em crianças e adolescentes. Embora possam manifestar-se em qualquer região corporal, é comum encontrá-las no rosto, especialmente na testa, ao redor da boca e na área da barba em indivíduos do sexo masculino.

O manejo adequado dessas lesões envolve uma avaliação por um profissional especializado, possibilitando a aplicação de tratamentos eficazes para a completa eliminação das verrugas planas.

Verrugas pedunculadas

Esse tipo de verruga, também viral, é menos comum e evolui rapidamente. Elas têm uma aparência pendente, muito semelhante a uma couve-flor. Podem aparecer na barba, no couro cabeludo e, às vezes, nos órgãos genitais.

Geralmente são indolores, mas às vezes podem coçar e sangrar um pouco. Eles tendem a aparecer na população adulta.

Verrugas filiformes

As verrugas filiformes se manifestam como pequenos crescimentos macios e alongados, predominantemente nas pálpebras, lábios, queixo, couro cabeludo e pescoço. Agrupam-se, apresentando coloração rosa ou marrom, e estão fixadas à pele por uma porção ou uma pequena raiz. O desprendimento ocasional ocorre, podendo resultar na retenção nas dobras do pescoço, no pente ou nas unhas.

Estas lesões são assintomáticas e, geralmente, experimentam resolução espontânea sem causar dor.

Tipos de verrugas no rosto - Verrugas filiformes

Como remover verrugas no rosto

Não existe um tratamento único para a remoção eficaz de verrugas no rosto, pois muitas verrugas tendem a diminuir de tamanho e desaparecer por conta própria, enquanto outras precisam ser tratadas com medicamentos específicos e técnicas especiais devido à sua localização, tamanho, desconforto ou devido à infecção excessiva.

O importante é curar completamente as verrugas e estimular o sistema imunológico a combater o vírus.

Em vista disso, há vários métodos de tratamento para a remoção de verrugas, e aqui estão os mais recomendados:

  • Medicação local: um dos métodos mais comumente usados para remover essas lesões, especialmente as verrugas vulgares, é a aplicação de um medicamento irritante local, como o ácido salicílico. Esse produto é colocado diretamente sobre a superfície da protuberância, previamente raspada, para que penetre adequadamente. Esse procedimento é geralmente feito várias vezes, de preferência sob supervisão médica, pois as lesões na face são muito delicadas.
  • Crioterapia: esse é um método amplamente utilizado para remover verrugas faciais. Baseia-se na terapia de baixa temperatura, que busca congelar a lesão usando nitrogênio líquido, queimar o tecido e depois removê-lo ao longo de dias.
  • Laser: o laser de CO2 é um procedimento médico altamente recomendado nesses casos, justamente quando a medicação local ou outros procedimentos não eliminam completamente essas lesões. Consiste no uso de luz laser de alta intensidade sobre a verruga para coagular os vasos sanguíneos e causar necrose sem danificar a pele ao redor. O resultado pode ser visto quase imediatamente, é uma técnica ambulatorial muito segura que requer apenas anestesia local.
  • Eletrocoagulação: essa é uma técnica eletrocirúrgica que também é usada para remover verrugas no rosto. Caracteriza-se pelo uso de corrente elétrica de alta frequência diretamente sobre a verruga para causar a coagulação de suas células e conseguir sua eliminação. É um método ambulatorial que envolve anestesia local e a duração do procedimento dependerá do tamanho e do número de verrugas presentes.

Este artigo é meramente informativo, no ONsalus.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos médicos nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Tipos de verrugas no rosto, recomendamos que entre na nossa categoria de Pele, cabelo e unhas.

Bibliografia
  • Gerlero, P. y Hernández, A. (2016). Actualización sobre el tratamiento de las verrugas vulgares en niños. [Documento en Línea]. Disponible:https://www.actasdermo.org/es-actualizacion-sobre-el-tratamiento-verrugas-articulo-S0001731016300813
  • Manual MSD. (2021). Verrugas. [Documento en Línea]. Disponible:https://www.msdmanuals.com/es-mx/professional/trastornos-dermatol%C3%B3gicos/enfermedades-cut%C3%A1neas-virales/verrugas
  • Revenga, F. y Paricio, J. (2001). Las Verrugas [Documento en Línea]. Disponible:https://www.elsevier.es/es-revista-medicina-integral-63-articulo-las-verrugas-13013886

Escrever comentário

O que lhe pareceu o artigo?
Tipos de verrugas no rosto
1 de 2
Tipos de verrugas no rosto

Voltar ao topo da página