Partilhar

Triglicerídeos altos: causas e tratamento

Por Nicolas Garin, Redator ONsalus. 29 novembro 2017
Triglicerídeos altos: causas e tratamento

Os triglicerídeos altos, uma condição clinicamente conhecida como hipertrigliceridemia, é uma das patologias mais comuns na atualidade. Os triglicerídeos são um tipo de gordura necessária para fornecer energia ao nosso corpo a longo prazo. No entanto, a sua presença em excesso coloca a saúde do nosso coração em risco, fazendo com que esses lipídios se acumulem nas artérias, podendo originar obstruções e, com isso, a presença de diversas doenças cardiovasculares. Se você foi diagnosticado com triglicerídeos altos, neste artigo do ONsalus explicamos as causas e tratamento desta condição que requer grandes mudanças no estilo de vida para favorecer a saúde e o bem-estar geral.

Também lhe pode interessar: Colesterol alto - Causas e tratamento!

O que é triglicerídeos? Níveis, sintomas e diagnóstico

Os triglicerídeos são formados pela união de três ácidos gordos com uma molécula de glicerina. Estes provêm dos alimentos que consumimos diariamente e cujas gorduras são absorvidas pelo nosso intestino, mas também dos lípidos que o fígado consegue produzir.

A função dos triglicerídeos é muito importante, pois ajudam a distribuir a energia pelo nosso corpo para ser usada ao longo do dia. Quando eles não são usados dessa maneira, começam a ser armazenados no nosso corpo como uma fonte de gordura para ser usada quando for necessário. No entanto, quando a presença de triglicerídeos ultrapassa os níveis recomendados, este tipo de lípido pode começar a se acumular nas artérias formando uma placa que, num futuro próximo, pode impedir a correta circulação do sangue ao coração, o que aumenta consideravelmente o risco de sofrer de doenças cardíacas graves. Além disso, pode originar doenças no fígado, pâncreas e baço, o que vai comprometer seriamente a saúde do paciente.

Os níveis de triglicerídeos podem ir de normais a muito altos. Como referência, você pode ter os seguintes valores, sem esquecer que podem variar entre laboratórios:

  • Níveis normais de triglicerídeos: menos de 150 mg/dL
  • Nível limítrofe alto: de 150 a 199 mg/dL
  • Nível alto de triglicerídeos: entre 200 e 499 mg/dL
  • Níveis muito altos: 500 mg/dL ou mais.

Esta condição geralmente não apresenta nenhum tipo de sintoma, a menos que já tenha provocado danos em órgãos como o fígado e o baço ou obstruções arteriais, caso em que os sinais variam dependendo da patologia. Normalmente, os níveis de triglicerídios são medidos numa simples análise de rotina ao sangue, daí a importância de realizar este exame uma vez por ano para determinar o estado de saúde geral.

Triglicerídeos altos: causas e tratamento - O que é triglicerídeos? Níveis, sintomas e diagnóstico

O que causa triglicerídeos altos?

Os níveis de triglicerídeos podem aumentar por diversas causas, sendo os nossos hábitos o principal gatilho para que ocorra a hipertrigliceridemia. As principais causas dos triglicerídeos altos são:

  • Dieta rica em gordura e pouco equilibrada. O consumo excessivo de frituras, álcool, fast-food (comidas rápidas), snacks, balas e doces de padaria, embutidos ou carnes com alto teor de gordura aumenta significativamente a presença de colesterol e triglicerídeos no nosso sangue, podendo fazer com que os seus níveis se convertam em um problema para a saúde;
  • Sofrer de obesidade também aumenta o risco de ter lípidos elevados e de sofrer de outras patologias como fígado gordo, tensão alta, diabetes tipo 2 e problemas cardíacos;
  • Ter um estilo de vida sedentário influencia consideravelmente o aparecimento desta condição, pois a gordura ingerida com os alimentos não necessita de ser convertida em energia. Uma vida sedentária implica que o corpo consome pouca energia, favorecendo a acumulação de lípidos no nosso corpo;
  • Existe uma condição conhecida como hipertrigliceridemia familiar que se transmite de pais para filhos, fazendo com que os níveis de triglicerídeos sejam propensos a estar elevados;
  • Em casos muito concretos, os triglicerídeos podem aumentar com a ingestão de certos medicamentos ou devido a doenças crônicas como a diabetes e o hipertireoidismo.
Triglicerídeos altos: causas e tratamento - O que causa triglicerídeos altos?

Baixar os triglicerídeos melhorando a alimentação

Para baixar os triglicerídeos de forma eficaz é importante melhorar os hábitos alimentares e ter uma dieta saudável. Os milagres não existem e, embora determinados remédios caseiros possam favorecer a redução dos lípidos no sangue, lutar para ter uma alimentação saudável é fundamental para conseguir que baixem.

Por isso, recomendamos:

  • Reduzir a ingestão de frituras e dar preferência a preparações feitas no forno, a vapor, grelhadas ou cozidas;
  • Moderar o consumo de carnes gordas e embutidos, ingerindo unicamente embutidos magros como o peru ou o peito de frango e optando por carnes magras como o peru, o frango e alguns cortes de carne de porco ou vitela. Também é recomendável aumentar a ingestão de peixes brancos para dar ao corpo uma proteína mais saudável;
  • Evitar os fast-food (comidas rápidas), leite gordo e seus derivados, balas, doces de padaria, açúcar processado e álcool. Todos esses alimentos contêm gordura que, neste momento, seu corpo não necessita;
  • Aumentar a ingestão de alimentos ricos em fibra como cereais integrais, a fruta e os vegetais frescos, pois este nutriente ajuda a eliminar a gordura do corpo;
  • Nos casos de obesidade, reduzir o peso corporal é imprescindível. Aposte numa dieta recomendada por um nutricionista ajude na perda de peso. Fazer uma reeducação alimentar e comer de forma adequada é a chave para cuidar da nossa saúde geral e garantir o bem-estar.

Baixar os triglicerídeos fazendo exercício

Melhorar a alimentação é só uma das partes da equação, para além disso é essencial fazer exercício para baixar os triglicerídeos. Aumentar a atividade física e deixar de lado o sedentarismo é indispensável para acabar com os depósitos de lípidos que se acumulam no sangue, por isso recomendamos:

  • Caminhar pelo menos 30 minutos por dia;
  • Iniciar um plano de treino elaborado por um profissional, especialmente em casos em que há um conhecimento prévio dos melhores exercícios ou atividades segundo a idade e o peso;
  • As atividades cardiovasculares como caminhar, correr, patinar, fazer natação, dançar ou praticar exercícios aeróbios são ideias para reduzir a presença de gordura e melhorar a saúde cardíaca.
Triglicerídeos altos: causas e tratamento - Baixar os triglicerídeos fazendo exercício

Seguir as instruções médicas

A ingestão de medicação para reduzir os triglicerídeos apenas é recomendada em alguns casos. os fármacos devem ser receitados por um médico e consumida sob supervisão médica rigorosa. Seguir todas as recomendações alimentares e de atividade física do especialista e fazer análises de sangue frequentemente para monitorizar os níveis de triglicerídeos é fundamental para salvaguardar a sua saúde e promover uma recuperação rápida.

Este artigo é meramente informativo, no ONsalus.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos médicos nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Triglicerídeos altos: causas e tratamento, recomendamos que entre na nossa categoria de Sangue, coração e circulação.

Escrever comentário sobre Triglicerídeos altos: causas e tratamento

O que lhe pareceu o artigo?
1 comentário
A sua avaliação:
Jacqueline Haas Ferreira
Tenho índice alto de triglicerídeos O medico indicou o Ciprofibrato É recomendável?

Triglicerídeos altos: causas e tratamento
1 de 4
Triglicerídeos altos: causas e tratamento

Voltar ao topo da página