Partilhar

Colesterol alto - Causas e tratamento!

Por Rita Matos Parreira, Médica e Médica Dentista. Atualizado: 7 fevereiro 2018
Colesterol alto - Causas e tratamento!

O colesterol é uma substância gordurosa que se encontra naturalmente em todas as células do nosso corpo e que, apesar de ser muito conhecida pelos seus efeitos negativos, é absolutamente fundamental para o normal funcionamento do corpo.

O problema ocorre quando este material gorduroso se encontra em excesso no nosso sangue, levando ao estreitamento e até entupimento de artérias que terá como consequência as conhecidas doenças vasculares, particularmente no coração e cérebro. O colesterol alto, conhecido medicamente como hipercolesterolemia, pode não ter sintomas e pode detectar-se através de um exame de sangue. No ONsalus.com.br explicamos-lhe as causas e tratamento do colesterol alto.

Também lhe pode interessar: Valores normais de colesterol

Causas do colesterol alto

As causas do colesterol alto, na sua maioria, estão relacionadas com a alimentação e com um estilo de vida pouco saudável, que inclui o sobrepeso, o consumo de alimentos ricos em gorduras e falta de exercício. Contudo existem algumas doenças como hipercolesterolemia familiar, que é herdada, que também pode promover a subida dos valores de colesterol mas esta situação é bastante mais rara. Da mesma forma, existem medicamentos que provocam a subida de colesterol como os anticoncepcionais, alguns fármacos para a depressão e diuréticos.

Colesterol alto - Causas e tratamento! - Causas do colesterol alto

Tipos de colesterol

Existem diferentes tipos de colesterol que são medidos individualmente nas análises de sangue. Os triglicéridos são outro tipo de lípido que circula nacorrente sanguínea e, usualmente, são também avaliados em conjunto com o colesterol.

O colesterol aparece detalhado nas suas análises em três tipos:

  • Colesterol LDL (Lipoproteína de baixa densidade): conhecido por mau colesterol por ter uma forte correlação com o aumento do risco de evento cardiovascular. O valor ideal a atingir varia de pessoa para pessoa, dependendo da presença de outros fatores que contribuem para aumentar esse risco como ter Diabetes Mellitus, ser fumador, ser do sexo masculino, ter doença renal, idade mais avançada.
  • Colesterol HDL (Lipoproteína de baixa densidade): conhecido como colesterol "bom". Este tipo de colesterol deve estar o mais elevado possível, idealmente acima de 60mg/dL ou 1,55mmol/L. Valores abaixo de 40mg/dL ou 1,03mmol/L são preocupantes.
  • Colesterol Total: corresponde à soma do colesterol LDL e HDL e como junta essas duas classes já não é tão utilizado. Os valores propostos são:
  1. Até 200 mg/dL (5.17 mmol/L) o seu valor é normal;
  2. Entre 200 e 239 mg/dL (5.17 e 6.18 mmol/L) está no limite alto;
  3. Acima de 240 mg/dL (6.21 mmol/L) é considerado elevado.
  • Em relação aos triglicerídeos, estes também aumentam o risco cardiovascular se estiverem aumentados e os seus valores ideais são inferiores a 150 mg/dL (1.69 mmol/L).

Perceber exatamente qual o tipo de colesterol / triglicerídeo que está aumentado é importante porque a terapêutica com fármacos é dirigida de acordo com isso. Assim é normal que o seu Médico preste atenção a cada valor individualmente.

Para isso é necessário um exame de sangue idealmente em jejum, mas não necessariamente.

Quando devo começar a fazer rastreio

A idade em que deve começar o seu rastreio para hipercolesterolemia varia com o facto de ser Homem ou Mulher e ainda com a presença de outros factores de risco.

Assim, no caso dos Homens, o rastreio deve começar aos 35 anos, caso não tenha nenhum factor de risco para doença coronária.

Deverá começar mais cedo, após os 20 anos, se tiver algum dos seguintes factores de risco:

  • Diabetes
  • História em familiar próximo de doença cardíaca antes dos 50 anos
  • História familiar de colesterol alto
  • Ser fumador
  • Ter pressão alta.

Para as mulheres o rastreio deverá começar mais tarde, cerca dos 45 anos. Caso haja algum dos factores de risco descritos anteriormente deverá igualmente começar aos 20 anos.

Tratamento para o colesterol alto

A alteração no estilo de vida é fundamental para o tratamento do colesterol alto, sendo em muitos casos suficiente para repor valores normais:

  • Fazer exercício físico regularmente;
  • Deixar de fumar, uma vez que reduzirá o risco de acidentes vasculares cerebrais e cardiopatias;
  • Evitar alimentos ricos em gorduras saturadas;
  • Consumir alimentos baixos em gorduras como verduras, grãos e frutas;
  • Perder peso, se estiver com excesso de peso;
  • Diminuir o uso molhos e temperos artificiais nas suas comidas, preferindo ervas de cheiro para aumentar o sabor dos seus cozinhados.

Os medicamentos para tratar o colesterol só serão receitados caso as alterações no estilo de vida não estejam dando resultado. Estes medicamentos serão escolhidos pelo seu Médico de acordo com o seu perfil de lípidos (qual o tipo de colesterol aumentado) e se tem ou não outros fatores de risco a considerar bem como se faz alguma outra medicação.

Atenção: O medicamento que funciona no seu familiar pode não ser indicado para você.

O prognóstico desta condição dependerá da alteração dos seus hábitos. Não ter um tratamento adequado poderá produzir aterosclerose e derivar noutras doenças graves.

Colesterol alto - Causas e tratamento! - Tratamento para o colesterol alto

Dieta para o colesterol alto

Para conseguir baixar o colesterol é fundamental uma mudança na alimentação, por isso é necessário basear a sua dieta em cinco refeições por dia, que devem conter verduras e cereais integrais como arroz, pão e massa. Consuma leguminosas como as lentilhas e feijões pelo menos três vezes por semana. Os peixes azuis como o salmão, as sardinhas e o atum têm uma gordura saudável e nutrientes para reduzir o colesterol "ruim".

Não ingira alimentos com elevados índices de gorduras saturadas como os das casas de comida rápida, uma vez que estas podem afectar gravemente a sua saúde cardiovascular. Substitua os produtos lácteos gordos por desnatados e consuma carnes magras como o frango, o coelho, o peru. Os embutidos e bolos industriais devem ser considerados como alimentos proibidos para pode baixar o colesterol de forma eficaz.

Complicações derivadas do colesterol alto

Quando os nossos valores de colesterol não se encontram no nível adequado este vai se acumulando e formando placas nas artérias, obstruindo-as e fazendo com que o sangue deixe de circular corretamente até ao coração ou permitindo a formação de coágulos.

Caso uma artéria deixe de passar sangue ao coração, produzir-se-á um infarto ou ataque cardíaco e se a artéria obstruída fornecer sangue ao cérebro poderá originar um acidente vascular cerebral (AVC).

Este artigo é meramente informativo, no ONsalus.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos médicos nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Colesterol alto - Causas e tratamento!, recomendamos que entre na nossa categoria de Sangue, coração e circulação.

Escrever comentário sobre Colesterol alto - Causas e tratamento!

O que lhe pareceu o artigo?
1 comentário
A sua avaliação:
Josiane Araújo Souza
Gostei muito dos esclarecimentos. Obviamente não substitui um médico. Mas às vezes, você tem um problema e sequer imagina e é aí que eu gostei: Nos ajuda assim, a ir ao nosso médico. Obrigada
Nídia do Carmo (Editor/a de ONsalus.com.br)
Oi Josiane! Essa é a nossa missão mesmo, que bom que pudemos te ajudar :)

Colesterol alto - Causas e tratamento!
1 de 3
Colesterol alto - Causas e tratamento!

Voltar ao topo da página