Partilhar

Trombocitopenia - o que é? Causas, sintomas e tratamento

Por Nicolas Garin, Redator ONsalus. 17 janeiro 2018
Trombocitopenia - o que é? Causas, sintomas e tratamento

Na medula óssea encontramos a célula mãe conhecida com o nome de hematopoiética. Ela é responsável por produzir as restantes células sanguíneas indispensáveis para o funcionamento correto do corpo humano, tais como: glóbulos brancos, glóbulos vermelhos e plaquetas. A trombocitopenia é qualquer distúrbio que possa estar causando um défice de células plaquetárias no organismo, indispensáveis para que o sangue coagule. Por esta razão, uma das principais complicações desta condição são as hemorragias e o sangramento anormal.

Geralmente, as pessoas com trombocitopenia notam que sofrem desta condição depois de realizar uma hematologia sanguínea simples. Este exame detalha os valores de todas as partículas e células que compõem o fluxo sanguíneo do corpo. Perante este diagnóstico, é muito importante consultar um hematologista para prescrever exames médicos que permitam encontrar a causa deste distúrbio. Afinal, o que é trombocitopenia? Neste artigo do ONsalus, você pode conhecer melhor as causas, sintomas e tratamento da trombocitopenia.

Trombocitopenia: Causas

As plaquetas no organismo podem estar com níveis baixos devido a três causas principais:

  • A medula óssea não produz a quantidade suficiente de plaquetas;
  • Existe um aumento da destruição de plaquetas no fluxo sanguíneo;
  • Aumento da decomposição das plaquetas no baço e no fígado.

Quando a trombocitopenia resulta de uma produção escassa de plaquetas na medula óssea, as principais causas são:

Anemia aplástica: é um tipo de anemia na qual a medula óssea não produz células sanguíneas suficientes devido ao dano das células mães imaturas no sangue, o que diminui os valores das plaquetas, dos glóbulos vermelhos e dos glóbulos brancos.

Leucemia: é um tipo de câncer que tem origem no sangue e começa na medula óssea. Quando uma pessoa tem leucemia, é comum dizer que ela tem o sangue branco, já que a médula produz uma quantidade excessiva de glóbulos brancos. As células cancerosas impedem a produção de glóbulos vermelhos, glóbulos brancos saudáveis e plaquetas, razão pela qual é considerada uma das causas da trombocitopenia.

Deficiência de folato: ocorre quando uma pessoa tem um nível deficiente de ácido fólico no organismo, uma das vitaminas que compõem o complexo B, especificamente a vitamina B9. Esta substância é indispensável para a produção de células sanguíneas no organismo.

Deficiência de vitamina B12: esta vitamina do complexo B tem como função produzir células sanguíneas como os glóbulos vermelhos, razão pela qual a sua deficiência é associada a alguns tipos de anemia.

Síndrome mielodisplásica: As células mães não amadurecem e, portanto, não podem ser convertidas em células sanguíneas saudáveis, o que pode ser a causa dos níveis baixos de plaquetas, glóbulos vermelhos e glóbulos brancos. Estas condições são muito pouco comuns e, geralmente, afetam pessoas com mais de 60 anos ou que tenham recebido tratamentos com quimioterapia ou radioterapia.

Quando a descomposição das plaquetas no baço e no fígado aumenta, as principais causas são:

Cirrose: é a cicatrização do fígado e a deterioração quase total deste órgão, o que faz com que funcione de forma muito deficiente, podendo destruir uma maior quantidade de plaquetas sanguíneas do que é normal, resultando em trombocitopenia. A cirrose é a fase final da doença hepática crônica.

Inflamação do baço: o baço inflama, na maioria dos casos, em consequência de outras doenças como a leucemia ou a policitemia vera. Quando isto ocorre, o baço não funciona corretamente e destrói uma maior quantidade de plaquetas que o normal.

Quando aumenta a destruição de plaquetas no fluxo sanguíneo, as causas podem ser:

Coagulação intramuscular disseminada (CID): ocorre quando as proteínas que controlam a coagulação do sangue começam, inesperadamente, a trabalhar de maneira hiperativa, eliminando uma maior quantidade de plaquetas do fluxo sanguíneo. Geralmente este distúrbio está associado a doenças graves como doença hepática, pancreatite e leucemia.

Purpura trombocitopênica trombótica: é uma desordem hematológica que faz com que se formem pequenos coágulos de sangue dentro dos vasos sanguíneos. Isso resulta em níveis de plaquetas baixas no organismo, uma vez que as plaquetas são agrupadas com esses coágulos, diminuindo a sua concentração.

  • Distúrbio autoimune no qual o sistema imunológico reconhece as plaquetas (equivocadamente) como um fator de risco para o organismo e as destrói.
  • A trombocitopenia também pode ocorrer devido à ingestão de alguns medicamentos, mas sobretudo pela aplicação de quimioterapia e radioterapia.
  • As pessoas que tomam anticoagulantes para tratamentos cardíacos geralmente têm níveis baixos de plaquetas como consequência de fármacos como a aspirina.
Trombocitopenia - o que é? Causas, sintomas e tratamento - Trombocitopenia: Causas

Trombocitopenia: Sintomas

As plaquetas baixas geralmente não causam nenhum tipo de sintoma. Na verdade, a maioria das pessoas apenas se apercebe que padece de um distúrbio hematológico através de uma análise de sangue de rotina. No entanto, quando a trombocitopenia é sintomática, ela pode se manifestar da seguinte maneira:

  • Sangramento da boca e das gengivas;
  • Hematomas na pele que não doem;
  • Hemorragias nasais;
  • Pequenas bolas vermelhas na pele conhecidas como petéquias;
  • Dependendo da causa da trombocitopenia, podem aparecer outros sintomas.
Trombocitopenia - o que é? Causas, sintomas e tratamento - Trombocitopenia: Sintomas

Trombocitopenia: Tratamento

A trombocitopenia é um distúrbio que representa um sinal de alarme de possíveis hemorragias internas ou externas no organismo, já que impede que o sangue coagule corretamente. Por esta razão, o tratamento desta condição consiste em equilibrar os níveis de plaquetas no sangue o mais rápido possível. No entanto, para conseguir isso com sucesso, é necessário conhecer a causa da referida desordem. A trombocitopenia apenas pode ser corrigida através do tratamento da origem.

Em alguns casos de níveis muito baixos de plaquetas devido a doenças como o câncer, hemorragias ou tratamentos muito invasivos como a quimioterapia, pode ser necessário realizar transfusões de plaquetas para estabilizar a concentração destas células sanguíneas no sangue e melhorar a saúde da pessoa.

Este artigo é meramente informativo, no ONsalus.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos médicos nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Trombocitopenia - o que é? Causas, sintomas e tratamento, recomendamos que entre na nossa categoria de Sangue, coração e circulação.

Escrever comentário sobre Trombocitopenia - o que é? Causas, sintomas e tratamento

O que lhe pareceu o artigo?
1 comentário
Susana susy
Trombocitopenia será trombopatia? Tenho tido hematomas que doem. O médico disse que tenho trombopatiA. Que tipo de medicamentos não devo tomar. Pois agora estou com febre tifoide.

Trombocitopenia - o que é? Causas, sintomas e tratamento
1 de 3
Trombocitopenia - o que é? Causas, sintomas e tratamento

Voltar ao topo da página