Partilhar

Bolinha no ânus: o que pode ser

Por Martim Pereira, Redator ONsalus. Atualizado: 14 agosto 2018
Bolinha no ânus: o que pode ser

O ânus é um orifício situado no final do reto que tem a finalidade de expulsar as fezes do nosso organismo. Ao contrário do que se pensa, existem diversas patologias que afetam essa zona que são bem comuns. Um dos sintomas que podem provocar é o aparecimento de um carocinho no ânus que, geralmente, se pode sentir ao toque e que provoca muito desconforto.

Perante a presença desse caroço no ânus, é normal que você fique alarmado. Contudo, tenha em conta que não se trata necessariamente de algo grave e que pode desaparecer após alguns dias. Continue lendo esse artigo do ONsalus e descubra - Bolinha no ânus: o que pode ser.

Também lhe pode interessar: Coceira no ânus, o que pode ser?

Bolha no ânus por hemorroidas

As hemorroidas são uma condição caracterizada pelo inchaço das veias localizadas no ânus. Geralmente, aparecem como consequência de uma pressão anormal na zona, seja por problemas de prisão de ventre na gravidez ou por parto. Esta pressão faz com que os tecidos do ânus aumentem de volume, podendo até sangrar. Outros fatores como a má alimentação, obesidade, maus hábitos na hora de ir no banheiro como fazer muita força para defecar ou genética são outros fatores de risco. Entre os seus sintomas, se encontram:

  • presença de sangue vermelho brilhante no ânus e no papel higiênico ao limpar-se.
  • Prurido anal.
  • Dor ao sentar-se e ao defecar.
  • Aparecimento de protuberâncias duras e sensíveis perto do ânus, como uma bolha no ânus.

A explicação é que, em alguns casos, as hemorroidas podem descender do interior do ânus até ao exterior graças à pressão na zona. Quando isso acontece, recebe o nome de trombose hemorroidal externa e se manifesta através de uma bolinha de tamanho variável nas margens do ânus que costuma incomodar e por vezes doer.

Bolinha no ânus: o que pode ser - Bolha no ânus por hemorroidas

Caroço no ânus por abcesso anorretal

Outra causa do caroço no ânus é o abcesso anorretal que se produz pela acumulação de pus na região do ânus e do reto. Normalmente, o problema surge como consequência da infecção de uma fissura anal, uma pequena greta na mucosa da parte inferior do reto, por uma infecção sexualmente transmissível ou por uma obstrução das glândulas anais. Alguns fatores de risco na hora de sofrer desse problema incluem a prática de sexo anal, a diabetes, o HIV, doenças intestinais como doença de Crohn ou colite ulcerosa e a ingestão de medicamentos corticosteroides ou quimioterapêuticos. Pode provocar os seguintes sintomas:

  • Inchaço, endurecimento e dor constante em redor do ânus, especialmente na hora de defecar.
  • Bolinha ou caroço inflamado, vermelho e suave na margem do ânus.
  • Secreção de pus pelo reto.
  • Constipação.
  • Febre, fadiga, transpiração e calafrios.

O caroço no ânus por abcesso são mais comuns em lactantes e crianças que ainda usam fralda. Essa bolinha pode manifestar sensibilidade e irritar o bebê pelo desconforto que provoca, mas não costuma originar problemas graves.

Espinha no ânus por câncer de ânus

Consideramos que existe câncer de ânus quando se formam uma série de células malignas nos tecidos da zona. os tecidos não incluem a pele externa em redor do ânus, mas apenas o tecido tecido que circunda a abertura do mesmo e o canal anal dentro dessa abertura. Sofrer de VIH, ter diversos companheiros sexuais, praticar sexo anal, ter mais de 50 anos de idade, sofrer de mal-estar anal frequente ou de fístulas anais e fumar tabaco são alguns dos fatores de risco a ter em conta. Entre os sintomas de câncer de ânus encontramos os seguintes:

  • Diarreia, constipação ou alterações nos hábitos de evacuação.
  • Sangramento do ânus, por vezes com secreção.
  • Dor, pressão e coceira em redor do ânus, por vezes com secreção.
  • Massa perto do ânus que pode ser percebida como uma protuberância.
  • Fezes com formato mais fino.
  • Perda peso, fadiga e náuseas.

Os sintomas são muito semelhantes aos de outras doenças como as mencionadas anteriormente ou de fístulas anais, pelo que recomendamos que você consulte um especialista para fazer os exames necessários na presença dos mesmos. Com um diagnóstico atempado, a maioria dos casos de câncer de ânus são curáveis.

Bolinha no ânus: o que pode ser - Espinha no ânus por câncer de ânus

Bolinha no ânus que coça por fístula perianal ou anal

A presença de uma bolinha no ânus que coça e provoca dor pode corresponder ao padecimento de uma fístula perianal. Consiste em um conduto ou abcesso anormal que se produz entre o canal anal e a pele perineal que existe na saída do ânus. Normalmente, a zona acaba se enchendo de líquido e material purulento, provocando uma infecção que causa desconforto intenso. Entre os principais sintomas, se encontram:

  • Dor durante a evacuação.
  • Presença de um caroço duto no local onde a fístula se localiza.
  • Irritação anal.
  • Supuração e secreções que podem chegar a manchar a roupa interior.
  • Coceira e prurido.
  • Presença de sangue nas fezes.
  • Em casos de infecção mais severos, febre.

Verrugas no ânus ou condilomas por HPV

As verrugas no ânus, também chamadas de condilomas, são provocadas pelo vírus do papiloma humano (HPV). Pessoas com múltiplos parceiros sexuais e que consomem álcool e tabaco são mais propensas a sofrer dessa doença, assim como quem sofre de infecções virais ou herpes, estresse ou sistema imunológico debilitado. Quando surgem verrugas no ânus, a principal via de transmissão dessa doença é o sexo anal.

Estas verrugas no ânus são altamente contagiosas e devem ser tratadas de imediato com medicamentos tópicos ou injetáveis (recomendados por um profissional) ou com cremes tópicos. Saiba mais sobre a condição no artigo Verrugas no ânus: causas e tratamento.

Caroço no ânus por prolapso retal

Outra das condições que pode responder à pergunta "caroço no ânus, o que significa?" é o prolapso retal. Quando ocorre, a parede do reto sobressai do ânus para o exterior de forma parcial ou total, descendendo assim da sua posição normal. Entre as principais causas, se encontram a constipação e a diarreia crônicas, o envelhecimento, um esfíncter anal debilitado, lesões anteriores na área anal, danos nos nervos que controlam os músculos retais e anais ou o padecimento de outras doenças.

Os sintomas de prolapso retal variam de acordo com o grau de gravidade do mesmo, mas podem incluir os seguintes:

  • Sensação de que existe um caroço no ânus que sobressai para fora do mesmo. Numa fase inicial, esse sinal será aparente apenas depois de evacuar mas, à medida que o prolapso avança, pode chegar a sobressair até quando a pessoa está caminhando ou e pé.
  • Dor.
  • Secreção de muco pelo ânus.
  • Sangue no ânus.
  • Dificuldade em evacuar.
  • Coceira.
  • Sensação de evacuação incompleta.
  • Pesadez na zona anal.
  • Constipação ou diarreia.
  • Incontinência fecal.

O prolapso retal requer tratamento cirúrgico, o qual se estabelece na base da gravidade do mesmo e da idade do paciente.

Este artigo é meramente informativo, no ONsalus.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos médicos nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Bolinha no ânus: o que pode ser, recomendamos que entre na nossa categoria de Sistema digestivo.

Escrever comentário sobre Bolinha no ânus: o que pode ser

O que lhe pareceu o artigo?
1 comentário
A sua avaliação:
Dalila gentil
apareceu uma bolinha de carne no anus, o artigo me ajudou. grata

Bolinha no ânus: o que pode ser
1 de 3
Bolinha no ânus: o que pode ser

Voltar ao topo da página