Partilhar

Caroço no bico da mama, o que pode ser?

 
Por Leonardo Simon. 21 agosto 2019
Caroço no bico da mama, o que pode ser?

Encontrar um caroço no bico da mama ou em qualquer outra parte do peito é, sem dúvidas, um sinal de alerta para qualquer mulher, pois a incidência de câncer de mama é tanta na sociedade que, inevitavelmente, a primeira coisa que pensamos é que se trata de um tumor. E a verdade é que muitas vezes não é isso.

As glândulas mamárias são compostas por tecido, o qual pode sofrer muitas transformações e não necessariamente tumorais. São muitas as mulheres que, por causa de um caroço no bico da mama ou em outra zona do seio podem consultar um ginecologista e a verdade é que, em 80% dos casos, se trata de um diagnóstico benigno. As causas de um caroço no mamilo são diversas e neste artigo do ONsalus te explicaremos as mais frequentes. Continue lendo e descubra: Caroço no bico da mama, o que pode ser?

Também lhe pode interessar: Dor no bico da mama, o que pode ser?

O que fazer se notar um caroço no bico da mama

Os caroços no bico da mama costumam ser muito comuns. Em geral, quando se tratam de mulheres jovens, entre a adolescência até a fase adulta, estes ocorrem devido a alterações benignas. Do contrário, quando a mulher está em idade avançada, por volta dos 40 anos ou após a menopausa, o exame deve ser mais detalhado para descartar qualquer anomalia maligna.

Contudo, toda vez que notar um caroço no mamilo que dure mais de três semanas e não desaparece depois da menstruação, é recomendável visitar um ginecologista especializado em seios para examinar a área e descartar qualquer malignidade. O aparecimento destes caroços é muito frequente antes e durante a menstruação, assim como quando ocorrem muitas alterações hormonais na mulher que podem causar a formação de massas temporárias.

É importante não ignorar o aparecimento de um caroço no mamilo e visitar o especialista o quanto antes possível para que ele examine as mamas, verifique o histórico familiar, avalie em qual parte do ciclo menstrual a mulher está e solicite, se necessário, exames mais profundos, como uma ecografia mamária ou uma mamografia.

Caroço no bico da mama, o que pode ser? - O que fazer se notar um caroço no bico da mama

Caroço no bico da mama: o que pode ser

Fibroadenoma

É o tumor benigno mais frequente que aparece nas mamas e se trata de um caroço que se forma no tecido da glândula mamária, em geral tem forma redonda e possui muita mobilidade. Como seu crescimento é lento, na maioria dos casos a mulher não nota uma mudança repentina no tamanho da massa. Este tipo de tumor costuma desaparecer por si só e em pouquíssimos casos é removido, apenas quando muda repentinamente de tamanho, textura ou cor.

Nódulo mamário

Também é um caroço redondo, mas neste caso costuma ser muito doloroso. Quando se trata deste tipo de massa pode haver secreção no mamilo ou retração do mesmo, assim como inflamação, inchaço ou deformidade das mamas. O tratamento nestes casos dependerá dos resultados do exame profundo do nódulo: cor, tamanho, mudanças, textura e resultados das ecografias, mamografia e biopsia, caso realizada.

Mastopatia fibrocística

Quando o tecido mamário cresce em excesso, é dito que a mulher apresenta uma mastopatia fibrocística, que é reconhecida porque o tecido fibroso produz uma sensação de pequenos caroços duros, esta condição costuma ser dolorosa, sobretudo nos dias anteriores à menstruação. A mastopatia é uma alteração que ocorre em muitas mulheres, não é considerada uma doença e, em alguns casos, pode ser necessário tomar anti-inflamatórios para desinchar o tecido fibroso. Em geral, é diagnosticada com o tato.

Cistos

São uma das causas mais comuns que explicam o que pode ser caroço no bico da mama. Os cistos, diferente dos tumores, são lisos, se movem por toda a mama e seu tamanho pode variar. Em alguns casos podem ser dolorosos, em outros não, e podem ser tão pequenos que são imperceptíveis ao tato ou tão grandes que podem ser vistos a olho nu. Para tratar os cistos nas mamas é necessário fazer uma punção para saber o que há em seu interior.

Papiloma intraductal

Ocorre devido ao crescimento de uma verruga na parte de trás do bico da mama, a qual é muito dolorosa, pois ocorre no canal e apresenta inchaço e sangramento.

Tumor maligno

Não apresenta nenhum tipo de sintoma. Trata-se de um caroço indolor e sua principal característica é que tem bordas irregulares, o qual pode ser que não seja notado ao tato, mas será evidente em uma eco ou mamografia. São muitos os tipos de tumores malignos e, apesar da maioria apresentar estas características, também há exceções, por isso é importante sempre ir ao especialista.

Lipoma

Esta é outra das causas mais comuns de caroços no mamilo e se trata de algo tão inofensivo quanto uma bola de gordura ou tecido adiposo nas mamas. Em geral desaparece por conta própria.

Caroço no bico da mama, o que pode ser? - Caroço no bico da mama: o que pode ser

Caroço no bico da mama: sinais de alarme

Embora o caroço no mamilo possa ser devido a diversas causas, somente um especialista pode realizar o diagnóstico, por isso é essencial visitar o especialista, sobretudo se há a presença de algum dos seguintes sintomas:

  • Engrossamento da mama.
  • Inflamação da axila.
  • Secreção no mamilo.
  • Mudança no aspecto do mamilo.
  • Mudanças nas mamas.
  • Mudanças na sensibilidades dos seios.

Lembre-se que é importante ir ao médico sempre que notarmos alguma anomalia em nosso corpo, pois nossa saúde e bem-estar dependem dele.

Este artigo é meramente informativo, no ONsalus.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos médicos nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Caroço no bico da mama, o que pode ser?, recomendamos que entre na nossa categoria de Sistema reprodutor feminino.

Escrever comentário sobre Caroço no bico da mama, o que pode ser?

O que lhe pareceu o artigo?

Caroço no bico da mama, o que pode ser?
1 de 3
Caroço no bico da mama, o que pode ser?

Voltar ao topo da página