menu
Partilhar

Como tratar a foliculite nas nádegas

 
Por Dra. Ivonne Nieves Blanco, Médica Cirurgiã. 2 setembro 2021
Como tratar a foliculite nas nádegas

A pele das nádegas é sensível ao aparecimento de lesões conhecidas como acnes ou foliculites, as quais tendem a ser bastante incômodas para as pessoas que as sofrem, por isso que é normal que sintam a necessidade de eliminá-los o quanto antes.

Existem diferentes tratamentos, tanto do ponto de vista médico quanto do natural e caseiro, que podem funcionar para eliminar a foliculite dependendo da gravidade do folículo inflamado ou da causa que esteja originando seu aparecimento.

Neste artigo do ONsalus, te oferecemos todas as informações sobre como tratar a foliculite nas nádegas de acordo com a lesão que apresentar.

O que é a foliculite nas nádegas

Como seu nome indica, a foliculite é a inflamação do folículo piloso, o qual pode ser o resultado de uma irritação ou infecção.

Esta lesão que surge no folículo, que é bastante comum nas nádegas, pode ser causada por:

  • Uma fricção ou atrito na pele.
  • Uso de roupas justas.
  • Depilação inadequada.
  • Clima quente e úmido.
  • Excesso de sudoração.

Este dano causa irritação e faz com que o folículo piloso se torne suscetível a sofrer uma infecção gerada por bactérias, leveduras ou fungos. A bactéria que frequentemente causa o aparecimento da foliculite é a Staphylococcus aureus, a qual se aloja na superfície da pele.

Neste outro artigo do ONsalus você também pode se interessar em saber mais sobre a foliculite nas pernas e tratamentos caseiros.

Como saber se tenho foliculite nas nádegas?

Frequentemente, a pele dos glúteos, virilha ou pernas pode ser afetada por este tipo de lesão. A foliculite nas nádegas podem ser notadas pelo aparecimento dos seguintes sintomas:

  • Pequenas protuberâncias de cor vermelha ou branca ao redor dos folículos pilosos.
  • Folículos pilosos irritados ou inflamados.
  • Aumento da sensibilidade acompanhada de dor, coceira e ardência.

Se a foliculite não for tratada a tempo, pode gerar bolhas com pus, como vemos na foto principal deste artigo, loco acima, as quais podem estourar provocando o surgimento de crostas.

Como tratar a foliculite nas nádegas

O tratamento para eliminar a foliculite nos glúteos dependerá do tipo da lesão que aparecer, assim como da causa que a esteja originando. Frequentemente, esta lesão desaparece sozinha, mas se persistir, é recomendado consultar um dermatologista.

Na maioria dos casos, o tratamento da foliculite inclui alguns remédios caseiros e práticos para colocar em prática:

  • Higiene frequente: para prevenir as infecções é importante manter uma boa higiene, especialmente nas nádegas. Para isso, você pode utilizar um sabonete antibacteriano pelo menos 2 vezes ao dia (pela manhã e de noite).
  • Usar roupas folgadas: roupas justas podem arrastar bactérias até os poros e causar a lesão. Isto acontece porque normalmente bactérias acabam ficando acumuladas na pele.
  • Utilize uma toalha morna para se sentar: manter uma toalha úmida com água morna no local da lesão relaxará e ajudará a abrir os poros, desta forma, será muito mais fácil drenar tanto as bactérias quanto o pus. Da mesma maneira, é recomendado fazer banhos de assento.
  • Usar água salgada: em casos de infecções leves, é recomendado o uso de uma toalha impregnada com água salgada, uma vez que ela possui um efeito anti-inflamatório.

Tratamento médico

No caso da foliculite não melhorar com o tratamento anterior, é um indicativo de que existe um processo infeccioso, o qual precisará ser avaliado por um dermatologista. Este especialista se encarregará por fazer o diagnóstico preciso, além de prescrever o tratamento de acordo com a lesão que você apresentar:

  • Antibiótico oral para combater a infecção internamente.
  • Dependendo da gravidade da lesão, pode ser necessária a drenagem do furúnculo, a fim de eliminar o pus que está em seu interior. É uma forma segura de fazer isso para evitar uma contaminação.
  • Analgésicos e anti-inflamatórios: são outros medicamentos indicados para aliviar a dor e a inflamação da lesão. Estes podem ser tomados via oral ou tópica.
  • Aplicação de cremes umectantes para manter a área da lesão lubrificada.

Que pomada usar para foliculite?

Para tratar a foliculite nas nádegas, é recomendado o uso de pomadas que contenham zinco, um mineral com excelentes propriedades anti-inflamatórias e bastante úteis no tratamento deste tipo de lesões.

É importante manter a pele úmida, para isso, você também pode utilizar pomadas umectantes não oleosas que contenham ácido lático, os quais ajudam a prevenir o aparecimento da foliculite em algumas pessoas. Este é similar ao ácido salicílico, que é frequentemente empregado no tratamento da acne. O ácido lático ajuda a manter a pele úmida e também contribui para eliminar as células mortas que ficam acumuladas na pele.

No caso da foliculite ser resultado de uma infecção por fungos, o dermatologista indicará pomadas antifúngicas que devem ser aplicadas no local da lesão, como miconazol ou terbinafina, ambos antimicóticos para tratar os fungos que desencadearam a infecção.

Agora que você viu como tratar a foliculite nas nádegas e conheceu diferentes opções de remédios caseiros e médicos, talvez possa se interessar em ler este outro artigo em que explicamos o que são, as causas e tratamento para as bolinhas brancas no braço.

Este artigo é meramente informativo, no ONsalus.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos médicos nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Como tratar a foliculite nas nádegas, recomendamos que entre na nossa categoria de Pele, cabelo e unhas.

Bibliografia
  • Manual MSD Versión para profesionales. Disponível em: <https://www.msdmanuals.com/es-ve/professional/trastornos-dermatol%C3%B3gicos/infecciones-bacterianas-de-la-piel/foliculitis>. Acesso em 25 de agosto de 2021.
  • Manual MSD Versión para profesionales. Disponível em: <https:/www.msdmanuals.com/es-ve/professional/trastornos-dermatol%C3%B3gicos/infecciones-bacterianas-de-la-piel/for%C3%BAnculos-y-%C3%A1ntrax>. Acesso em 25 de agosto de 2021.
  • PILOSEBÁCEO, F. (2003). Clínica y tratamiento. FARMACIA PROFESIONAL, 17(1).

Escrever comentário

O que lhe pareceu o artigo?

Como tratar a foliculite nas nádegas
Como tratar a foliculite nas nádegas

Voltar ao topo da página