Partilhar

Dor na fonte - causas e tratamento

Nicolas Garin
Redator ONsalus
Dor na fonte - causas e tratamento

Todo o mundo já sentiu pelo menos uma vez na vida uma dor de cabeça que, dependendo da sua localização ou intensidade, pode ser aguda, tensional ou enxaqueca. As dores de cabeça podem incidir na parte frontal e afetar a testa ou as fontes, ou ocorrer na parte detrás da cabeça e se estender até à nuca e ao pescoço. Para muitas pessoas, este sintoma não é mais que um mal-estar passageiro, enquanto para outras é um pesadelo que as leva a marcar uma consulta no médico.

As dores de cabeça são as causas mais comuns das consultas no neurologista que, dependendo das características do mal-estar e da zona onde se localiza, poderá determinar se se trata de uma enxaqueca ou de uma outra condição mais grave. A dor nas fontes da cabeça é uma das mais comuns e geralmente é causada pelas mesmas condições tanto em adultos como em crianças. Se você deseja saber mais sobre este sintoma, continue lendo este artigo do ONsalus sobre dor na fonte: causas e tratamento.

Também lhe pode interessar: Pontadas na cabeça: causas

Causas da dor nas fontes

As principais causas de dor nas fontes da cabeça incluem:

  • Desidratação
  • Sinusite
  • Arterite temporal
  • Hipertensão arterial
  • Tensão visual
  • Estresse
  • Tumores no cérebro
  • Meningite
  • Encefalite

Continue lendo para conhecer cada uma destas condições em detalhe e saber como aliviar esta condição.

Dor na fonte: desidratação

Muitas das vezes a dor nas fontes da cabeça surge como uma reação do organismo para avisar, juntamente com a sede, que não se encontra devidamente hidratado e que é necessário ingerir mais água. Quando o corpo fica desidratado e a quantidade de água no organismo diminui, ocorre uma redução grande de líquido vital nas células e nos músculos, fazendo com que estes sequem e comprometam o seu funcionamento.

Tratamento da desidratação

Para combater a desidratação corporal, o mais recomendável que você se acostume a beber 2 litros de água por dia. Quando as pessoas fazem algum tipo de exercício físico ou esporte, devem beber pelo menos 3.5 litros de água para repor todos os líquidos perdidos através da transpiração. Existem muitas maneiras de aumentar o consumo de água e líquidos através da alimentação tal como comer caldos, sopas, cremes, beber sucos naturais e águas aromatizadas.

O nosso artigo do ONsalus, benefícios de beber água, tem tudo o que você precisa saber para fazer uma correta hidratação do seu organismo.

Dor na fonte: desidratação

Dor na fonte: Sinusite

Uma das causas mais comuns da dor de cabeça na fonte ou têmpora é a sinusite, a inflamação do tecido que cobre os seios paranasais por causa de uma infeção originada por fungos ou bactérias. A gripe e o resfriado podem também causar sinusite. Para entender a relação entre esta condição e a dor na têmpora é importante compreender que os seios paranasais são cavidades ocas e cheias de ar que estão localizadas no crânio, mais especificamente atrás da testa, nariz, maçãs do rosto e olhos.

Quando os seios paranasais estão saudáveis, não contêm bactérias nem nenhum tipo de micro-organismo, o muco pode sair facilmente da cavidade e o ar circula corretamente através deles. No entanto, quando estas cavidades ficam bloqueadas, se acumula uma quantidade excessiva de muco e dificulta a passagem de ar. Um septo desviado pode bloquear os seios paranasais e ser causa de sinusite crônica.

Existem dois tipos de sinusite:

  • Aguda: os sintomas podem durar menos de duas semanas. A causa geralmente é a proliferação de bactérias no seios paranasais;
  • Crônica: Ocorre quando a inflamação dos seios paranasais permanece por mais de 3 meses. Geralmente é causada por fungos e bactérias.

Os sintomas de sinusite são:

  • Mau hálito e perda parcial do olfato;
  • Mal-estar geral;
  • Febre;
  • Dor de cabeça;
  • Dor acompanhada de pressão que afeta as zonas detrás dos olhos e dos dentes;
  • Sensibilidade facial;
  • Congestão nasal e secreção pós-nasal.

Tratamento da sinusite

O tratamento da sinusite deve ser prescrito por um especialista e consiste em:

  • Uso de inaladores nasais para descongestionar o nariz e eliminar a acumulação de muco;
  • Consumo de analgésicos de venda livre para aliviar a dor e o mal-estar geral;
  • Antibióticos para eliminar as bactérias e tratar a febre;
  • A aplicação de injeções pode ser muito útil para tratar pessoas alérgicas com sinusite;
  • Uso de spray's nasais com corticosteroides para reduzir a inflamação;
  • Quando a sinusite é recorrente e as pessoas tem o septo desviado, é provável que seja necessário realizar uma cirurgia.

As dores na fonte melhoram com o tratamento dos sintomas da sinusite.

Dor na fonte: Sinusite

Inflamação da fonte ou arterite

Pode ser difícil identificar quando se inflamam as artérias da têmpora ou fonte e causam o que conhecemos como arterite temporal. Isso acontece quando os vasos sanguíneos que estão localizados por detrás das orelhas e que vão até às têmporas incham. Esta condição é mais comum em pessoas adultas com mais de 50 anos com polimialgia reumática, uma doença do aparelho locomotor que causa uma rigidez grave nos ombros, quadris, pescoço e zona lombar.

A dor nas fontes da cabeça é o sintoma mais característico da arterite. Outras manifestações desta condição são:

  • Rigidez na mandíbula;
  • Dificuldade em mastigar;
  • Dificuldades na visão.

Para detectar esta condição é necessário efetuar uma biópsia do tecido da artéria lesionada.

Tratamento da arterite temporal

Na sua fase inicial, a inflamação das artérias da têmpora deve ser tratada com anti-inflamatórios comuns como o ibuprofeno. Quando a arterite já se encontra em estado avançado, é necessário que você consuma derivados de cortisona para reduzir a dor e os espasmos do vaso sanguíneo. Um pessoa pode viver com arterite controlada.

Dor nas fontes: Hipertensão arterial

A dor na fonte ou têmpora é, para muitas pessoas hipertensas, um sinal de que a sua tensão está elevada, assim como a vermelhidão das orelhas e a subida de temperatura do corpo. A pressão sanguínea é a força com que o sangue atinge as paredes das artérias - quando essa mesma força é muito elevada se considera que uma pessoa sofre de hipertensão.

A pressão arterial de uma pessoa pode ser afetada por beber pouca água, ingerir muito sal, ter idade avançada, sofrer de obesidade, ter níveis elevados de colesterol no sangue, beber muito álcool, ser diabético ou ser fumador. Entre os sintomas da hipertensão se destacam:

  • Dores de cabeça muito intensas;
  • Confusão;
  • Náuseas e vômitos;
  • Sagramento nasal;
  • Mudanças na visão.

Tratamento da hipertensão

As pessoas que sofrem desta condição devem apostar na alimentação equilibrada, baixa em gorduras e sal, cuidar minuciosamente da saúde dos seus rins e vigiar diariamente os valores da sua pressão arterial. O consumo de medicamentos anti-hipertensivos que ajudam a controlar a pressão do sangue que bombeia o coração é indispensável para manter a tensão controlada e evitar complicações como o infarto.

Se você também deseja saber quais são os alimentos que ajudam a reduzir a pressão alta, no nosso artigo do ONsalus Alimentos para baixar a pressão arterial encontrará uma lista completa.

Dor nas fontes: Hipertensão arterial

Outras causa de dor na fonte

  • A dor na têmpora é muito comum em pessoas que passam longos períodos de tempo sentadas na frente do computador. A estimulação visual do ecrã pode causar tensão visual que se estende até à fonte e causa dor de cabeça por tensão;
  • O excesso de estresse ou pressão pode resultar em episódios frequentes de dor nas fontes da cabeça devido à dilatação dos vasos sanguíneos que aumentam o seu volume e a pressão com que o sangue circula através dos mesmos;
  • O crescimento de tumores no cérebro pode aumentar a pressão do mesmo e causar dor na fonte;
  • Condições como a meningite e a encefalite.
Outras causa de dor na fonte

Como aliviar dor na fonte

  • Para aliviar este sintoma se recomenda tomar algum analgésico com efeito anti-inflamatório como o ibuprofeno. A dose recomendada é de uma cápsula a cada 6 horas.
  • Aplicar uma compressa fria ou quente na fonte pode ajudar a diminuir a inflamação dos vasos sanguíneos e combater a dor;
  • Massageie ambas as fontes com gotas de óleo de lavanda para estimular o fluxo sanguíneo e promover um estado profundo de relaxamento. Feche os olhos e massageie durante 10 minutos em um lugar tranquilo e escuro;
  • Descanse os olhos durante algumas horas para evitar que a estimulação da luz aumente a tensão visual. Pestanejar com frequência também pode ajudar a diminuir o incômodo;
  • Não durma menos de 8 horas por dia para evitar que a dor na têmpora seja um sintoma constante devido ao mau descanso durante a noite.

Este artigo é meramente informativo, no ONsalus.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos médicos nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Dor na fonte - causas e tratamento, recomendamos que entre na nossa categoria de Cérebro e nervos.

Escrever comentário sobre Dor na fonte - causas e tratamento

O que lhe pareceu o artigo?
1 comentário
elaine tabanez
Estou sentido dor na fonte a 1 semana o que pode ser ?

Dor na fonte - causas e tratamento
1 de 5
Dor na fonte - causas e tratamento

Voltar ao topo da página