Partilhar

Dores ao defecar com sensação de rasgadura e ardência

 
Por Martim Pereira, Redator ONsalus. 8 outubro 2018
Dores ao defecar com sensação de rasgadura e ardência

Você está sentindo coceira e ardência no ânus ao evacuar e não sabe o pode provocar esse sintoma? A verdade é que ele pode ser explicado por várias condições, por isso é importante prestar atenção a outro tipo de sintomas para identificar a causa. Dependendo da condição, o médico irá receitar um ou outro tratamento. A coceira, a dor e a ardência são sintomas que costumam intensificar-se depois de evacuar devido ao esforço realizado, sendo muito importante evitar se coçar para não piorar o problema e não provocar infecções com as lesões criadas com as unhas.

Neste artigo do ONsalus, explicamos quais podem ser as possíveis causas da dor e ardência no ânus ao defecar e recomendamos também alguns conselhos que ajudam a aliviar este desconforto.

Ardência e dor no ânus após defecar: diarreia

Um quadro de diarreia prolongada pode provocar danos severos na mucosa anal, irritando-a e, em casos mais graves, provocando a formação de uma fissura anal, condição que explicaremos com mais detalhe no próximo ponto. Além da evacuação de fezes líquidas frequentes, isto pode provocar dor, coceira e ardência no ânus ao defecar.

A diarreia é uma condição que pode ser originada por diversos motivos como gastroenterite, doenças infecciosas, intolerâncias ou alergias alimentares, doenças digestivas, ansiedade ou estresse, medicamentos, etc. Quando a diarreia não cessa ou piora com o passar dos dias, é muito importante consultar o médico para averiguar qual é a causa exata e iniciar um tratamento apropriado. O paciente deve aumentar o consumo de líquidos saudáveis e tomar soluções de reidratação oral ou medicamentos antidiarreicos se for necessário. Além disso, seguir uma dieta adstringente para restabelecer o trânsito intestinal é recomendado.

Dores ao defecar com sensação de rasgadura e ardência - Ardência e dor no ânus após defecar: diarreia

Dor e sangramento ao defecar: fissura anal

Uma das causas da coceira e ardência ao defecar mais comuns é a denominada fissura anal. Esta é uma ferida ou rasgo que se produz na mucosa anal devido, normalmente, a constipação, diarreia prolongada, redução do fluxo sanguíneo na região ou após o parto.

Entre os seus sintomas mais característicos encontram-se a dor ao defecar bastante intensa, a qual pode perdurar depois da evacuação e ser acompanhada de fisgadas, coceira e ardência no ânus. Também é possível observar dor e sangramento ao defecar e que o paciente note uma sensação de peso na região retal durante todo o dia.

Existem fissuras anais que se curam de forma espontânea, no entanto, em outros casos pode ser necessário tratamento médico que pode incluir o uso de pomadas anestésicas, utilização de laxantes ou injeções de toxina botulínica ou cirurgia para casos em que os tratamentos anteriores não funcionam. Além disso, é recomendado que se realizem modificações na dieta e nos hábitos de vida para combater a constipação ou diarreia.

Ardência no ânus ao defecar: hemorroidas

Outra possível condição que pode provocar ardência e dor ao defecar e ardência são as hemorroidas. Trata-se de uma dilatação das veias na região retal que se manifesta através do aparecimento de uma espécie de protuberâncias em volta do ânus que costumam originar coceira, prurido e dor anal, mais intensos durante e depois das evacuações. Devido ao esforço realizado na defecação, também pode surgir sangramento anal.

Geralmente, as hemorroidas são consequência de constipação ou de outras situações ou condições que dão lugar a um aumento da pressão no ânus, como pode ser o caso de estar muito tempo em pé ou sentado em uma má posição, sobrepeso, esforço realizado durante o parto ou doenças como a cirrose hepática.

Dores ao defecar com sensação de rasgadura e ardência - Ardência no ânus ao defecar: hemorroidas

Ardência no ânus: fungos

A coceira e ardência no ânus ao defecar também podem ser sintoma de uma infecção por fungos chamada candidíase anal ou retal. Geralmente, esta é consequência de candidíase na região genital que se estendeu até à região anal. No reto, os fungos encontram o ambiente perfeito para proliferar e crescer de forma desmesurada, o que provoca sintomas como coceira e irritação no ânus, vermelhidão, inflamação, pele áspera e com descamação, desconforto durante as evacuação e, por vezes, presença de pequenas bolhas.

Para tratar os fungos anais, o paciente deve iniciar um tratamento com fármacos antifúngicos que podem ser administrados por via anal ou oral. Além disso, é importante extremar a higiene da região, suspender as relações sexuais anais até que a infecção se cure e evitar usar peças de roupa apertadas.

Ardência ao evacuar: parasitas

Além dos fungos, alguns parasitas também podem provocar uma infecção que se manifesta com ardência e coceira no ânus. Os mais comuns são os chamados oxiúros ou lombrigas intestinais e causam uma infecção intestinal na qual existe a presença de vermes pequenos e brancos no intestino grosso. Estes parasitas reproduzem-se e, posteriormente, alojam os seus ovos nas margens do ânus, o que provoca coceira, ardência e irritação no ânus, embora este sintoma se apresente com maior intensidade durante a noite.

Este tipo de infecção é mais comum em crianças que em adultos e deve ser tratado com o fármaco antiparasitário adequado, além de exigir medidas de higiene intensificadas para evitar o seu contágio.

Dores ao defecar com sensação de rasgadura e ardência - Ardência ao evacuar: parasitas

Verrugas anais por HPV

Atendendo às possíveis causas das dores ao defecar com sensação de rasgadura e ardência, também devemos mencionar a infecção por Vírus do Papiloma Humano (HPV), que também pode afetar a região anal e manifestar-se através de verrugas anais. O HPV representa uma das doenças de transmissão sexual mais comuns e costuma ser causado por manter relações sexuais sem proteção adequada.

Quando a doença é sintomática, o principal sinal costuma ser o aparecimento de verrugas ou condilomas na região afetada que podem ser de tom rosa ou cinza, moles e apresentar-se em forma de cachos. Costumam ser acompanhadas de sintomas como a coceira, a ardência, o aumento de umidade e sangramento depois das relações sexuais.

O HPV não tem cura definitiva, mas existe uma série de tratamentos eficazes como a aplicação de cremes sobre as verrugas, a crioterapia, a eletro cauterização, o laser e a cirurgia. Descubra mais informação sobre este tema no artigo Verrugas no ânus: causas e tratamento.

Condições dermatológicas que podem causar ardência no ânus

A dor, coceira e ardência no ânus podem intensificar-se depois de defecar quando a região sofre de problemas cutâneos como os seguintes:

  • Dermatite atópica: condição da pele que se caracteriza por sintomas como ardência intensa, erupções com descamação, vermelhidão, pele irritada e seca.
  • Psoríase: condição que decorre com sintomas como coceira e vermelhidão e que pode ser confundida com outros tipos de condições.
  • Dermatite de contato: devido ao uso de produtos ou substâncias na pele do ânus que são irritantes ou que provocam uma reação alérgica.

Remédios caseiros para ardência no ânus

Agora que já sabe quais são as possíveis causas de ardência no ânus após defecar, é muito importante que você siga um tratamento adequado com base nas mesmas, visto que se deverá iniciar um tratamento específico para cada caso.

Em seguida, indicamos alguns remédios caseiros para ardência e coceira no ânus e uma série de cuidados que podem ajudar a aliviar o desconforto de forma momentânea:

  • Realize banhos de assento com água morna e um pouco de bicarbonato de sófio ou sal de Epsom.
  • Junte 1 xícara de vinagre de maçã na água da banheira e tome um banho relaxante durante cerca de 20 minutos.
  • Aplique um pouco de gel de aloé vera puro na região com coceira e ardência.
  • Junte 1 xícara de farinha de aveia na água da banheira e tome um banho de 15 a 20 minutos.
  • Evite coçar a região com frequência, uma vez que isso pode piorar os sintomas.
  • Evite o uso de papel higiênico perfumado e limpe a região anal com cuidado e tentando que fique o menos úmida possível. Você pode fazer a limpeza com um lenço umedecido e secar com papel higiênico seco posteriormente.
  • Evite o uso de roupa íntima muito apertada.
  • Tente não permanecer sentado na mesma posição durante muitas horas seguidas.

Este artigo é meramente informativo, no ONsalus.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos médicos nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Dores ao defecar com sensação de rasgadura e ardência, recomendamos que entre na nossa categoria de Sistema digestivo.

Escrever comentário sobre Dores ao defecar com sensação de rasgadura e ardência

O que lhe pareceu o artigo?

Dores ao defecar com sensação de rasgadura e ardência
1 de 4
Dores ao defecar com sensação de rasgadura e ardência

Voltar ao topo da página