Doenças da garganta

Engasgar com saliva dormindo - Causas e o que fazer

 
Dra. Ivonne Nieves Blanco
Por Dra. Ivonne Nieves Blanco, Médica Cirurgiã. 12 julho 2023
Engasgar com saliva dormindo - Causas e o que fazer

A saliva é um líquido produzido pelas glândulas salivares, com a função de auxiliar a digestão e contribuir para a saúde bucal, limpando as bactérias e os alimentos da boca. Todos os dias, o corpo produz de 1 a 2 litros de saliva, que engolimos sem perceber.

Quando a saliva não flui facilmente pela garganta, você pode engasgar com ela a qualquer momento, mesmo enquanto dorme, fala ou come. Em alguns casos, isso pode ter consequências muito graves se o paciente não for ajudado rapidamente.

Você engasga com a saliva dormindo? então continue lendo este artigo do ONsalus, onde você aprenderá sobre cada uma das causas e o que fazer a respeito.

Índice

  1. Por que me engasgo com saliva dormindo?
  2. O que fazer se engasgar com a saliva enquanto dorme
  3. Como evitar engasgar com a saliva dormindo

Por que me engasgo com saliva dormindo?

Enquanto você dorme, a saliva pode se acumular na boca e passar para os pulmões, causando aspiração e asfixia, razão pela qual você acorda com falta de ar e afogado com a própria saliva. Por trás dessa situação, pode haver diferentes condições e problemas, como:

Apneia obstrutiva do sono

Essa é uma causa de sufocamento que ocorre durante o sono e é gerada pelo relaxamento do tecido mole do pescoço. Isso resulta na obstrução do fluxo de ar pelas vias aéreas.

Quando a via aérea entra em colapso, o ar não consegue chegar aos pulmões, portanto, você pode acordar repentinamente sem ar, engasgando-se com a própria saliva.

Alergias ou problemas respiratórios

Nesses casos, a saliva fica espessa e não flui facilmente pela garganta. Durante o sono, a saliva e o muco podem se acumular na boca, causando asfixia.

Quando um problema respiratório ou alergias são a causa do engasgo com a saliva, você também terá:

  • Tosse.
  • Espirros.
  • Rinorreia.
  • Dor de garganta.

Dentaduras mal ajustadas

Quando os nervos da boca detectam um objeto estranho, como um alimento, as glândulas salivares produzem mais saliva. No caso de dentaduras, o cérebro pode confundir as dentaduras com alimentos e, assim, aumentar a produção de saliva. O excesso de saliva pode causar engasgos ocasionais.

À medida que o corpo se adapta às dentaduras, a produção de saliva pode diminuir e o risco de engasgar com a saliva durante o sono desaparecerá.

Problemas neurológicos

A doença de Parkinson e a doença de Lou Gehrig são distúrbios neurológicos que podem danificar os nervos na parte posterior da garganta, resultando em dificuldade para engolir e engasgar com a saliva. Além disso, podem ocorrer os seguintes problemas:

  • Problemas de voz.
  • Dificuldade para falar.
  • Fraqueza muscular.
  • Espasmos musculares em outras partes do corpo.
  • Lesões ou tumores na garganta
  • Lesões benignas ou cancerosas, inclusive tumores na garganta, fazem com que o esôfago se estreite e dificultem a deglutição da saliva. Isso leva a engasgos com a saliva.

Excesso de álcool

O engasgo com a saliva dormindo pode ser causado pelo consumo excessivo de álcool. Excesso de álcool no corpo diminuem a resposta muscular porque o álcool age como um depressor.

A inconsciência devido ao excesso de álcool no corpo pode fazer com que a saliva se acumule na parte posterior da boca em vez de fluir pela garganta.

Hipersalivação induzida por medicamentos

A ingestão de determinados medicamentos pode desencadear um aumento na produção de saliva. Os medicamentos capazes de produzir hipersalivação incluem:

  • Clozapina.
  • Aripiprazol.
  • Cetamina.

Ao mesmo tempo, você pode ter dificuldade para engolir e até sentir vontade de cuspir.

O que fazer se engasgar com a saliva enquanto dorme

Se você engasgar com a saliva durante o sono, a melhor coisa a fazer é tossir todo o líquido que aspirou. A tosse é a maneira de seu corpo expelir naturalmente o que estiver obstruindo sua garganta. Você deve evitar levar pancadas nas costas e adotar uma posição melhor para dormir.

Se não conseguir tossir, tente engolir a saliva para evitar que ela se acumule na garganta e você não consiga respirar. Mesmo que você se sinta sobrecarregado, tente respirar fundo, mantenha a calma, seja paciente e se acalme, você verá que isso passará rapidamente.

Se a saliva continuar a bloquear sua garganta e você não conseguir respirar adequadamente, ligue para os serviços de emergência e procure ajuda médica.

Lembre-se de que engasgar com a saliva enquanto dorme é um problema médico que deve ser tratado por um especialista, especialmente se for algo que acontece com frequência ou interfere na qualidade do seu sono diário.

Como evitar engasgar com a saliva dormindo

Existem algumas medidas que você pode tomar para evitar engasgar com a saliva dormindo:

  • Durma de lado, evite dormir de costas ou sem travesseiro.
  • Durma com a cabeça levantada para que a saliva possa fluir pela garganta.
  • Eleve a cabeceira da cama alguns centímetros para manter o ácido estomacal no estômago.
  • Coma alimentos em pequenas porções.
  • Beba água durante o dia para ajudar a eliminar a saliva da boca.
  • Não chupe doces, pois isso aumenta a produção de saliva.
  • Nessa situação, é importante manter a calma.

Não perca nosso artigo no qual explicamos as causas que levam algumas pessoas a morder a língua dormindo e o que fazer.

Este artigo é meramente informativo, no ONsalus.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos médicos nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Engasgar com saliva dormindo - Causas e o que fazer, recomendamos que entre na nossa categoria de Ouvido, nariz e garganta.

Bibliografia
  • Cazco, M. D. P., & Lorenzi-Filho, G. (2021). Síndrome de apnea obstructiva del sueño y sus consecuencias cardiovasculares. Revista Médica Clínica Las Condes, 32(5), 561-569.
  • De Sueño, A., & Centrales, A. (2000). Los trastornos respiratorios durante el sueño. Vitae, (4).
  • Julián, E. F., Navarro, M. E., Callejo, F. G., Orts, M. H., Morant, A., Ferris, G., & Marco, J. (2002). Una etiología infrecuente de síndrome de resistencia de las vías aéreas superiores. Acta Otorrinolaringológica Española, 53(9), 701-706.

Escrever comentário

O que lhe pareceu o artigo?
Engasgar com saliva dormindo - Causas e o que fazer