Partilhar

Ferida no colo do útero: sintomas, causas e tratamento

 
Por Leonardo Simon. Atualizado: 13 novembro 2018
Ferida no colo do útero: sintomas, causas e tratamento

O colo do útero faz parte do aparelho reprodutor feminino, está localizado na parte superior da vagina e é o final, ou parte inferior, da matriz. Está situado exatamente no ponto onde o útero e a vagina se ligam. É composto por fibras musculares, pode ter tamanhos diferentes de acordo com o ciclo de vida da pessoa e possui forma cônica ou cilíndrica. Sua função é a de canalizar o sangue menstrual ou o feto até a vagina, além de criar mucosidade protetora.

Por outro lado, uma úlcera é uma ferida ou lesão na área muscular ou na pele que afeta diretamente o tecido das mucosas. É um desequilíbrio corporal e das defesas que pode causar dores, hemorragias ou doenças. Algumas mulheres sofrem com lesão no colo do útero. Neste artigo do ONsalus, vamos conhecer as causas, os sintomas e o tratamento das úlceras no colo do útero.

Lesão no colo do útero: o que é

As feridas no colo do útero são lesões que afetam esta área por diversos motivos e causas e que danificam o tecido muscular e aumentam a criação de mucosidade protetora dos possíveis agentes externos e vaginais.

Estas lesões ou úlceras podem ser causadas por uma simples irritação e não serem malignas, ou também podem se tratar de um caso de infecção vaginal que causa uma reação corporal com elementos de tipo maligno para nosso corpo. O tipo de úlcera só pode ser determinado por um ginecologista com um teste ginecológico simples, uma colposcopia, ou com a extração de tecido da área.

Muitas vezes, uma lesão no colo do útero pode ser difícil de curar, já que o corpo produz mais mucosidade para combatê-la. Contudo, esta mucosidade acaba irritando a mucosa e a faz perdurar. É por isso que, caso você ache que possa ter esse tipo de úlcera no colo do útero, é conveniente que visite seu médico para que ele possa analisar se você precisa de algum remédio ou alguma intervenção específica.

Ferida no colo do útero: sintomas, causas e tratamento - Lesão no colo do útero: o que é

Ferida no colo do útero: o que pode ser

Em seguida, detalhamos o que causa ferida no colo do útero:

  • Excesso de higiene corporal: lavar as genitais com água e sabão em abundância pode causar efeitos negativos. Se a lavagem é muito agressiva, profunda e muito frequente, podemos estar eliminando a mucosidade e os organismos combatentes que nosso próprio corpo gera para combater as infecções e vírus. Por isso, é importante manter a região limpa, mas não abusar da água e sabão, além de sempre utilizar um sabão com um pH neutro.
  • Colocação incorreta de tampões e elementos externos: pode gerar um atrito constante no colo do útero que causa uma irritação ou úlcera. No caso de haver um tampão mal colocado, será notado imediatamente, já que pode causar dor ou desconforto.
  • Infecção vaginal simples: há muitos elementos exteriores que podem causar uma infecção, seja por vírus ou bactérias. Um exemplo é sofrer de candidíase ou infecções durante longos períodos de tempo, que podem irritar, secar ou contaminar a área criando a úlcera.
  • Uso de elementos químicos: cremes ou espermicidas. Outra causa da ferida no colo do útero pode ser o uso de elementos químicos como cremes, lubricantes ou espermicidas. Estes podem conter elementos químicos nocivos para nosso corpo ou que eliminem certos organismos protetores, gerando ressecamento vaginal, infectando as mucosas ou irritando as paredes.
  • Trichomonas Vaginalis: são protozoários parasitas transmitidos através das relações sexuais e que parasitam a área útero-genital de homens e mulheres. Ao ter estes parasitas no corpo, deve ser feito um acompanhamento do caso, já que podem ser eliminados de forma natural ou, pelo contrário, permanecer no corpo e, junto com outras infecções ou agentes, causarem doenças mais graves, como o conhecido papiloma, que pode se tornar um câncer do colo do útero.

Ferida no colo do útero: sintomas

Os sintomas de ferida no colo do útero são os seguintes:

  • Aumento do fluxo vaginal: como comentamos anteriormente, o corpo detecta a úlcera e gera mais mucosidade porque, para ele, é um agente exterior contaminante e a mucosidade é a forma que tem para neutralizá-lo.
  • Forte odor do fluxo vaginal: ao sofrer uma infecção ou ao ter uma úlcera, nosso corpo gera mais mucosidade e pode desequilibrar o pH da região, o que faz com que nosso fluxo vaginal tenha um odor mais forte do que o normal.
  • Dor abdominal: outro sintoma das úlceras no colo do útero é sentir uma dor constante ou algumas pontadas na região baixa do abdômen e do útero. Isto se deve ao fato de que, com a infecção, as paredes incham e geram pressão. Também podemos sentir a dor na parte lombar das costas, devido ao fato de que as conexões nervosas fazem ressaltar a dor nesta região.
  • Sensação de ardência: a mucosidade extrema causa uma irritação das paredes do útero, gerando ardência e dor.
  • Perdas de sangue entre ciclos menstruais: quando a úlcera está aberta, gera uma ferida que pode sangrar, já que rompe os tecidos musculares. O sangramento é pouco e irregular, pode aparecer simplesmente como um escurecimento do fluxo vaginal, ou como pequenas perdas de sangue entre as menstruações.
  • Dor e possíveis sangramentos durante o sexo: pela existência de uma infecção ou ferida, a região fica inchada e as paredes vaginais e uterinas costumam ficar muito irritadas. Ao ter relações sexuais, você pode sentir dor devido ao atrito gerado nestas paredes irritadas.

Como tratar ferida no colo do útero

Se você acha que pode estar sofrendo de uma lesão no colo do útero, deve consultar o seu médico para que ele faça os exames necessários. Estes podem ser desde uma raspagem da área, uma citologia ou uma inspeção visual, o que dependerá do seu médico e de seu critério.

Dependendo da causa e do estado da úlcera, serão feitos diferentes tratamentos. Esses são os tratamentos para ferida no colo do útero mais comuns:

  • Acompanhamento do processo natural: em muitos casos, não é necessário um tratamento específico, já que o próprio corpo é capaz de eliminar os agentes causadores da úlcera. Neste caso, será realizado apenas um acompanhamento médico para atestar sua eliminação.
  • Medicação e remédios: é comum o uso de remédios, como óvulos que são injetados na área vaginal para eliminar fungos, antibióticos que podem ser tomados via oral ou outros remédios que ataquem diretamente a causa da úlcera.
  • Eletro cauterização ou cauterização com laser: consiste na aplicação de uma corrente elétrica na área afetada ou, no segundo caso, na aplicação de luz laser. Serve para eliminar os tecidos danificados e indesejados e para fechar os vasos sanguíneos, eliminando a úlcera.
  • Crioterapia: é um tratamento para as úlceras no colo do útero que consiste em aplicar temperaturas muito baixas na área afetada para, assim, congelar e combater os elementos danificados e negativos que temos na área.

O tratamento será decidido por um profissional que o adaptará às necessidades de cada paciente de acordo com sua causa e seu estado. Esperamos que este artigo do ONsalus tenha te dado a informação do seu interesse e, nesse caso, te incentivamos a deixar um comentário sobre a sua experiência com ferida no útero.

Este artigo é meramente informativo, no ONsalus.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos médicos nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Ferida no colo do útero: sintomas, causas e tratamento, recomendamos que entre na nossa categoria de Sistema reprodutor feminino.

Escrever comentário sobre Ferida no colo do útero: sintomas, causas e tratamento

O que lhe pareceu o artigo?

Ferida no colo do útero: sintomas, causas e tratamento
1 de 2
Ferida no colo do útero: sintomas, causas e tratamento

Voltar ao topo da página