Partilhar

Grávida pode comer creme de leite?

 
Por Leonardo Simon. 24 fevereiro 2020
Grávida pode comer creme de leite?

Se você está pensando em engravidar ou ficou sabendo que está de bebê, algumas das primeiras dúvidas que podem surgir têm relação com a alimentação. Durante a gravidez, a dieta deve ser monitorizada, não somente para controlar os açúcares e evitar uma diabetes gestacional, mas também para evitar alimentos proibidos. Sabemos muito bem que não podemos comer peixe cru ou presunto antes do exame de toxoplasmose, mas há outros alimentos que nos causam certa dúvida. Também é sabido que não se deve comer leite ou queijo sem pasteurizar, mas o que acontece com o creme de leite? Posso usar creme de leite para cozinhar durante a gravidez? Posso adicionar creme de leite em minhas sobremesas E tomar chantilly? Neste artigo do ONsalus vamos tirar suas dúvidas e te explicamos se grávida pode comer creme de leite.

Também lhe pode interessar: Umbigo coçando na gravidez é normal?

Creme de leite líquido para cozinhar ou bater

Os queijos ou produtos lácteos pasteurizados podem ser consumidos durante a gravidez já que têm menos risco de conter bactérias, embora há quem prefira evitá-los completamente para garantir. Contudo, se foram feitos com leite fresco sem pasteurizar, podem conter bactérias que podem causar doenças como a listeria ou a listeriose que danificam o feto.

O creme de leite, por sua vez, é um derivado do leite, assim como o iogurte, e portanto deve-se ter cuidado. Atualmente, é possível encontrar creme de leite quase todos os tipos, com mais ou menos gordura, para cozinhar ou bater, preferencialmente para bolos ou massas, inclusive sem lactose. Todos estes produtos nada mais são que creme de leite cru. Vamos ver de que é feito e se é possível consumi-lo durante a gravidez, de acordo com o seu tipo.

O creme de leite é a substância gordurosa que está na forma emulsionada no leite recém ordenhado. Antigamente os leites não levavam tantos aditivos e nem eram tão processados, por isso continham muito mais gordura (nata). Isto era principalmente visto quando o leite era esquentado e o creme de leite ficava separado na superfície, formando um tecido. Atualmente os leites são processados e podemos encontrar inclusive leites desnatados ou desengordurados.

Como pode ver, o creme de leite na verdade é uma parte do leite cru que não passou por nenhum processo. Contudo, as marcas creme de leite líquido que compramos no supermercado foram obtidas através de procedimentos. Vamos ver quais tipos de cremes de leite podemos encontrar e quais são recomendáveis durante a gravidez.

Creme de leite fresco na gravidez

É a nata que foi tratada com temperaturas muito altas (entre os 75°C e 85°C). Isto é feito durante pouco tempo, por volta de quinze segundos, contudo este tempo é suficiente para eliminar as bactérias que poderiam existir nela, já que os organismos não aguentam altas temperaturas, portanto, você pode comer creme de leite pasteurizado na gravidez. Suas propriedades físico-químicas e nem o valor nutricional são modificados e costumam durar aproximadamente 25 dias.

Creme de leite esterilizado

De outro lado está o creme de leite esterilizado, que também é submetido a temperaturas quentes, mas muito mais alta, superiores aos 100°, durante um tempo determinado de acordo com a temperatura. Este processo é chamado de esterilização e garante a eliminação completa dos germes. Dura mais que a anterior, devendo ser consumido dentro de um ano.

Creme de leite UHT e gravidez

As siglas UHT em inglês significam Ultra High Temperature - temperaturas muito altas ou temperaturas ultra altas -, o que quer dizer que se as duas anteriores tinham sido eficazes para eliminar as bactérias, os leites ou natas UHT são os melhores para evitar doenças bacterianas. Suas altas temperaturas destroem os germes e suas formas de resistência e, além disso, são embalados em condições assépticas. Costumam durar, da mesma forma que as esterilizadas, um máximo de 12 meses.

A maioria dos cremes de leite líquidos que são vendidos nos supermercados são pasteurizadas ou UHT, contudo convém observá-las antes de consumir. Sobretudo se vai usá-los para fazer chantilly, já que desta forma precisará usá-la desta forma, sem esquentar. No caso dos cremes de leite líquidos que vão ser usados para preparar comidas quentes, como um molho para macarrão, além de ser UHT, você estará colocando altas temperaturas no cozimento, então não haverá problema.

Importante

Quando você comer em restaurantes, pergunte antes qual tipo de creme de leite que usaram e qual tratamento lhe foi dado na cozinha, embora caso queira evitar problemas o mais seguro seja não consumir creme de leite fora de casa.

Grávida pode comer creme de leite? - Creme de leite líquido para cozinhar ou bater

Chantilly e gravidez

No caso do chantilly ocorre o mesmo. O chantilly ou creme batido, como é chamado em alguns países, nada mais é que a gordura do leite (creme de leite) que foi batida energeticamente de forma a pegar consistência e ar. Deste modo ficou com uma textura esponjosa.

Se você consome chantilly, deve ter certeza, assim como com a nata líquida, que seja UHT. Além disso, para bater o creme de leite, é preciso que ela tenha ao menos 35% de gordura e que, no seu preparo, seja adicionado açúcar. Será sempre mais saudável fazê-lo você mesmo em casa, uma vez que pode adicionar outro adoçante que não tenha aditivos, uma vez que a comprada pronta pode ter leite em pó para que a consistência seja mantida.

Se na embalagem, você pode ver que o produto inclui nata ou creme de leite em pó como aditivo, não precisa se preocupar, pois esta nada mais é que o pó obtido ao se desidratar a nata pasteurizada.

No entanto, em qualquer um dos casos o problema do chantilly é seu alto conteúdo em gordura e açúcar, por isso que não é a melhor opção durante a gravidez, já que poderia causar sobrepeso ou diabetes gestacional. Portanto é melhor evitar este tipo de creme de leite durante a gravidez, embora, caso você sinta desejo, deva sempre procurar um que seja UHT.

No caso do creme de leite líquido para cozinhar, não costuma ter tanta gordura (com no mínimo 12% e no máximo 30% de matéria gordurosa). Também são chamados de creme de leite leve ou light e costumam ter 18% de gordura. No entanto, como dissemos, existem muitos tipos de creme de leite diferentes e atualmente é possível encontrar algumas muito mais leves, com 5% de gordura. O mesmo não acontece com o chantilly para confeitaria, que precisa ter pelo menos 35% de gordura.

Listeriose na gravidez

A listeriose é uma infecção causada por uma bactéria chamada listeria. É contraída ao ingerir alimentos contaminados com esta bactéria, entre os quais se encontram os leites pasteurizados. A listeria, diferente de outros germes, pode sobreviver a temperaturas muito frias, de congelador, contudo não resiste a altas temperaturas.

As mulheres grávidas, os fetos, os recém nascidos ou pessoas em idade avançada são mais propensas a sofrer esta infecção. As mães podem transmitir a infecção ao feto através da placenta, mesmo que esta não apresente os sintomas, podendo causar graves problemas ao bebê.

Os sintomas são muito parecidos aos de uma gripe com febre, dor de cabeça ou calafrios, mas também pode provocar diarreia ou dor de estômago. Os sintomas podem aparecer dias, ou até mesmo semanas, após ter ingerido o alimento. Para tratá-la, são utilizados antibióticos que acabam com esta bactéria. No entanto, melhor que um tratamento, é muito mais importante evitar o contágio, razão pela qual deve-se evitar consumir produtos lácteos não pasteurizados durante a gravidez.

 

Este artigo é meramente informativo, no ONsalus.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos médicos nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Grávida pode comer creme de leite?, recomendamos que entre na nossa categoria de Gravidez e saúde do bebê.

Escrever comentário sobre Grávida pode comer creme de leite?

O que lhe pareceu o artigo?

Grávida pode comer creme de leite?
1 de 2
Grávida pode comer creme de leite?

Voltar ao topo da página