Partilhar

Insônia: causas e tratamento

 
Por Nicolas Garin, Redator ONsalus. Atualizado: 7 fevereiro 2018
Insônia: causas e tratamento

A insônia é uma pertubação do sono que provoca dificuldade em dormir com normalidade, impedindo uma recuperação correta do corpo e fazendo com que a pessoa se sinta cansada. A pessoa que padece de insônia tem problemas para conciliar o sono, dormir continuamente e não acordar durante a notie. A quantidade de horas de sono que uma pessoa deve dormir varia com a idade, sendo de 8 horas para as pessoas adultas e 6 horas para idosos. No ONsalus explicamos as causas e sintomas das insônias, continue lendo!

Também lhe pode interessar: Acordar cansado e desanimado é normal?

Consequências da insônia

A insônia ocorre quando a pessoa tenta descansar à noite, mas tem as suas consequências no dia seguinte, uma vez que não conseguiu recuperar energia e descansar o suficiente. Isso dificulta que a pessoa se concentre e se mantenha ativa, provocando uma sensação de cansaço durante todo o dia. É importante notar que, na maioria dos casos, a insônia, é um sintoma de outra condição.

Insônia: causas e tratamento - Consequências da insônia

Maus hábitos

A principal causa da insônia é, geralmente, um mau hábito no dia-a-dia por não ter um horário de sono regular Quando não nos deitamos na mesma hora todos os dias ou nos levantamos a horas diferentes, o corpo não se adapta a um horário fixo e tem problemas na hora de regular o relógio interno que ajuda a saber quando dormir e quando despertar. Consumir álcool, chá, refrigerantes com cafeína ou determinados fármacos, também pode ajudar a sofrer de insônias, pois são produtos estimulantes.

Insônia: causas e tratamento - Maus hábitos

Insônia psicofisiológica

Existem certas ações prévias que realizamos antes de dormir que, de forma inconsciente, avisam o nosso corpo que estamos prontos para dormir. É possível que, em algumas ocasiões, se produza um efeito contrário, fazendo com que tais ações estejam associadas a não dormir.

Insônia: causas e tratamento - Insônia psicofisiológica

Mudanças fisiológicas

Quando as pessoas envelhecem, existem mudanças no ciclo do sono. É por isso que as pessoas mais velhas dormem menos horas. Contudo, a qualidade do sono piora, o que faz com que se sintam mais cansadas durante todo o dia.

Insônia: causas e tratamento - Mudanças fisiológicas

Insônia como sintoma de outra perturbação

  • Jet-lag - O ciclo do sono se vê prejudicado por um desajuste no horário. Quando viajamos para outros lugares com outro fuso horário e, especialmente naqueles em que as diferenças são muito elevadas, nos sentimos cansados porque devemos dormir quando na realidade, no nosso país estaríamos despertos;
  • Problemas cardiovasculares - Arritmias cardíacas, insuficiência coronária ou outras perturbações que dificultam o sono;
  • Doenças médicas e neurológica -. Sintomas como a tosse, acidez estomacal, entre outras, impedem que possamos dormir com normalidade. As doenças neurológicas, dores de cabeça noturnas e doenças degenerativas também prejudicam o sono.
  • Insônia familiar fatal - Consiste em uma doença que se vai desenvolvendo de forma progressiva, chegando a um ponto em que o sujeito não pode conciliar o sono de nenhuma forma. É uma perturbação que se transmite geneticamente.
  • Síndrome das pernas inquietas . Necessidade de mover as pernas para parar sensações incomodas.
Insônia: causas e tratamento - Insônia como sintoma de outra perturbação

Tratamento para insônia

O tratamento das insônias depende da causa da mesma, assim como a intensidade com que ocorre. É por esse motivo que devemos solucionar o que provoca a insônia e não só o sintoma ou sintomas experienciados. Os tratamentos recomendados podem ser farmacológicos ou não farmacológicos.

Tratamentos não farmacológicos

Neste caso, não é necessário consumir medicamentos para solucionar o problema, apenas sendo necessário mudar o estilo de vida da pessoa afetada:

  • Dormir e despertar todos os dias no mesmo horário. Estabelecer uma rotina ajuda a criar um horário para o nosso corpo e acostumá-lo a ele;
  • Evitar o consumo de produtos estimulantes, como o álcool, tabaco, cafeína, etc.
  • Não dormir durante o dia. Desta forma, garantimos que estaremos mais cansados durante a noite;
  • Comer em horários adequados, tentando seguir uma dieta equilibrada e evitando comer muito ao jantar;
  • Realizar exercício físico. Os esportes exige energia ao seu corpo e fazem com que você se sinta mais cansado. No entanto, é melhor evitar praticar esporte antes de você ir dormir;
  • Evitar luzes, sons ou outros elementos que possam chamar a sua atenção e com isso perturbar o sono;

Tratamento farmacológico

O objetivo é solucionar o problema da raiz que causa a insônia, como ansiedade, depressão, etc.

  • Fármacos suaves que provocam poucos efeitos secundários, com o fim de facilitar e conciliar o sono: zolpidem, zaleplon.
  • Dependendo do tipo de insônia, os benzodiazepínicos são usados para tratar a insônias de curta duração.
  • Neurolépticos com efeitos sedativos, utilizados para a insônias persistentes: haloperidol ou clozapina.
Insônia: causas e tratamento - Tratamento para insônia

Este artigo é meramente informativo, no ONsalus.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos médicos nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Insônia: causas e tratamento, recomendamos que entre na nossa categoria de Transtornos mentais.

Escrever comentário sobre Insônia: causas e tratamento

O que lhe pareceu o artigo?

Insônia: causas e tratamento
1 de 7
Insônia: causas e tratamento

Voltar ao topo da página