Partilhar

Manchas marrons na pele: o que pode ser e como tirar

 
Por Ana Ferraz. 1 julho 2019
Manchas marrons na pele: o que pode ser e como tirar

A pele constitui o nosso escudo de proteção contra diversos agentes que se encontram no meio ambiente, por isso, é alvo constante de múltiplas "agressões" que podem lesioná-las. Por outro lado, diferentes condições próprias do indivíduo também podem se manifestar na pele. Uma dessas manifestações podem ser as manchas marrons na pele ou até mesmo manchas escuras na pele, que podem aparecer em lugares muito específicos ou se disseminar por todo o corpo de acordo com o que as estão causando. Assim, nesse artigo do ONsalus, te explicaremos tudo sobre manchas marrons na pele: o que pode ser e como tirar.

Também lhe pode interessar: Manchas nas mãos: causas e como tirar

Como se produz a coloração da pele

Antes de saber quais são as principais causas de manchas marrons na pele, e para entender melhor porque elas surgem, explicaremos brevemente como se produz a coloração normal da pele.

Em nossa pele, existe um grupo de células denominadas melanócitos. Essas células são encarregadas de produzir um pigmento chamado melanina, que dá a coloração aos diferentes tons de pele. Quanto mais escuro for o tom de pele da pessoa, maior a quantidade de melanina no organismo dela. Assim que, se uma pessoa não contar com nada de melanina na pele, ela pode ter albinismo.

O estímulo principal para a produção de melanina é a exposição solar. É por isso que quando se passa muito tempo no sol, você se "queima" e sua pele escurece, já que o nível de melanina aumenta e isso faz com que a pigmentação da sua pele mude. Isso também explica porque áreas mais expostas, como o rosto e os braços, têm uma coloração diferente e geralmente mais escura que do resto do corpo que está mais coberto.

No entanto, esse mecanismo pode sofrer alterações e fazer com que certas regiões do corpo se escureçam exageradamente resultando em manchas marrons na pele. Por isso, na seção seguinte explicaremos o que pode ser manchas escuras na pele.

Manchas marrons na pele: o que pode ser

Já sabendo que manchas escuras na pele, geralmente de tons de marrom, surgem por alterações do mecanismo normal de coloração e pigmentação da pele, confira agora quais as principais causas dessas manchas.

Manchas marrons na pele por idade

De forma natural, à medida na qual ficamos mais velhos, certas áreas que habitualmente ficaram muito expostas ao longo da vida, como rosto, mãos e braços, acabam desenvolvendo pequenas manchas marrons na pele. Acredita-se que, depois dos 50 anos, algumas células podem sair do estado de equilíbrio no qual estavam e começar a produzir melanina em excesso.

Essa condição é normal, não fruto de alguma patologia, e por isso não precisa de um tratamento específico. No entanto, qualquer nova mancha marrom na pele que aparecer deve ser estudada para se ter certeza de que ela é apenas um produto da idade e poder, assim, descartar câncer de pele.

Manchas marrons na pele por exposição ao sol + cítricos

A combinação de suco de frutas cítricas, como limão e laranja, com exposição solar é garantia de desenvolver umas manchas marrons na pele nada uniformes e de formatos às vezes curiosos. Isso porque se você tiver derrubado um suco de limão na perna exposta e passado a mão na região para tentar secá-la, por exemplo, quando você sair ao sol, os traços dos seus dedos pela pele podem ficar marcados através de uma mancha escura. Esse fenômeno é denominado fitofotodermatite e pode resultar em queimaduras graves se a exposição solar se prolongar.

Manchas marrons na pele por Hiperinsulinismo

As pessoas que contam com excesso de insulina no sangue (pessoas pré-diabéticas, com diabetes tipo 1 ou com hiperinsulinismo primário) apresentam uma condição particular, já que os melanócitos se encontram super estimulados pela insulina, que é outro mecanismo de estimulação além do sol, e assim acabam produzindo mais melanina que o normal.

É por isso que uma das manifestações da diabetes é o surgimento de manchas marrons na pele do corpo todo, mas principalmente em dobras ou articulações, como pescoço, axilas, cotovelos e joelhos. Se você quiser saber mais sobre Diabetes tipo 1: causas, sintomas e tratamento, leia essa matéria do ONsalus.

Manchas marrons na pele por Acantose Nigricans

Essa doença de pele também é consequência da alteração dos níveis de insulina no sangue, mas, nesse caso, além do aparecimento de manchas escuras na pele, que podem até ser pretas, se observa um engrossamento importante da pele afetada, o que resulta em uma aparência de sujeira nas áreas afetadas. Essa doença é muito frequente em pessoas obesas e que sofrem de síndrome metabólica.

Manchas marrons na pele por outras alterações endócrinas

Algumas outras condições, como transtornos da tireoide, menopausa, gravidez e o uso de alguns anticoncepcionais, podem provocar alterações nos níveis normais de alguns hormônios, o que pode resultar no surgimento de manchas marrons na pele, principalmente no rosto, denominadas melasmas. Em outros casos, podem se formar manchas mais claras, chamadas de cloasmas. Essas manchas geralmente afetam mais mulheres que homens.

Manchas marrons na pele por doenças do fígado

Algumas alterações hepáticas, como a rara hemocromatose, pode ter com um dos primeiros sintomas o surgimento de manchas escuras na pele, geralmente de tons marrons, que podem aparecer no rosto e nos braços.

Manchas marrons na pele por medicamentos

O uso de alguns medicamentos também pode produzir manchas marrons na pele. Entre as principais substâncias que podem gerar essas manchas podemos citar estrógenos, tetraciclinas, amiodaronas, fenitoínas, fenotiazinas e sulfonamidas.

Muitas vezes manchas marrons ou pretas na pele também podem afetar a área do pescoço por outros motivos. Assim, leia esse artigo do ONsalus para saber tudo sobre manchas escuras no pescoço: o que pode ser e como tirar.

Manchas marrons na pele: o que pode ser e como tirar - Manchas marrons na pele: o que pode ser

Manchas marrons na pele: como tirar

Na maioria dos casos, na verdade, o melhor "tratamento" para manchas marrons na pele é a prevenção. Todas as pessoas, independentemente da cor de pele e idade, devem utilizar protetor solar se forem se expor ao sol, seja para sair de casa e ir ao trabalho andando ou para tomar sol na praia.

Os cuidados nesse sentido devem aumentar em períodos mais quentes e ensolarados do ano, mas não devem ser esquecidos mesmo durante o inverno ou em dias nublados e chuvosos. As substâncias presentes nos protetores solares fazem com que os raios UV que chegam na pele sejam inofensivos ou menos prejudiciais a ela através de reações químicas. Além disso, elas também criam uma barreira física que impede que a radiação atinja a pele. Além disso, usar chapéus e sombrinhas também pode ajudar a diminuir o dano solar.

Já em casos nos quais as manchas marrons na pele já tenham se desenvolvido, o tratamento dependerá da causa:

  • Quando se há manchas marrons na pele por idade avançada, não é necessário, como já mencionamos, realizar um tratamento, já que elas são inofensivas. No entanto, é imprescindível que um dermatologista dê uma olhada nas manchas, pois elas podem se parecer com câncer de pele. Além disso, se você já tiver recebido o diagnóstico descartando a presença de câncer e ainda quiser tirar essas manchas, existem muitas possibilidades disponíveis. As principais são cremes específicos e procedimentos como crioterapia, cirurgia a laser e peeling.
  • Em casos de fitofotodermatite, ou seja na combinação de exposição solar e cítricos, não há um tratamento específico, no entanto, as manchas costumam desaparecer espontaneamente em um período entre 2 e 4 semanas.
  • No hiperinsulinismo, o controle dos níveis de insulina resultará no desaparecimento gradual, mas progressivo das manchas marrons na pele.
  • Já em caso de acantose nigricans, melasmas ou cloasmas, lave as manchas com bicarbonato de sódio, isso contribuirá para as mesmas fiquem mais claras a curto prazo, mas procure um médico para que seja feito um controle hormonal, já que só isso fará com que as manchas sumam por completo.
  • Nas doenças hepáticas, o tratamento indicado por um especialista fará com que as manchas marrons na pele desapareçam progressivamente das regiões que tenham sido hiperpigmentadas.
  • Em relação às manchas marrons na pele por medicamento, a suspensão ou ajuste da dose dos remédios resultará na regressão da pigmentação da pele ao seu estado normal.

Este artigo é meramente informativo, no ONsalus.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos médicos nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Manchas marrons na pele: o que pode ser e como tirar, recomendamos que entre na nossa categoria de Pele, cabelo e unhas.

Bibliografia
  • Brannon, H., & Gallagher, C. An overview of dark spots. Disponível em: <www.verywellhealth.com/causes-of-dark-spots-1069545>. Acessado em: 25 de junho de 2019.
  • De Pietro, M., & Cobb, C. Dark spots on the skin: Causes and how to treat them. Medical News Today. Disponível em: <https://www.medicalnewstoday.com/articles/324833.php>. Acessado em: 25 de junho de 2019.
  • Sissons, Beth. What to know about age spots (liver spots). Medical News Today. Disponível em: <https://www.medicalnewstoday.com/articles/323287.php>. Acessado em: 25 de junho de 2019.
  • The Derm Review. Brown patches on skin. Disponível em: <https://thedermreview.com/brown-patches-on-skin/>. Acessado em: 25 de junho de 2019.

Escrever comentário sobre Manchas marrons na pele: o que pode ser e como tirar

O que lhe pareceu o artigo?

Manchas marrons na pele: o que pode ser e como tirar
1 de 2
Manchas marrons na pele: o que pode ser e como tirar

Voltar ao topo da página