Partilhar

Pênis torto: causas e soluções

Pênis torto: causas e soluções

Muitos homens se preocupam com a curvatura do seu pênis e se perguntam se isso é normal ou se é uma condição incomum. Em primeiro lugar, você deve saber que o pênis apresenta uma curvatura considerada normal, que pode ser mais ou menos acentuada, mas que em nenhum caso se trata de um problema, com exceção do fator estético, que pode influenciar psicologicamente a mente do homem. Contudo, não devemos confundir o pênis curvo com o pênis torto, posto que enquanto o primeiro só traz consequências estéticas, o segundo pode gerar verdadeiros problemas na hora de ter relações sexuais. Este último é conhecido como a doença de Peyronie, que se desenvolve ao longo da vida do homem e pode provocar certos sintomas como disfunção erétil e dor. Neste artigo do ONsalus lhe explicamos as causas do pênis torto, assim como as soluções para o mesmo.

Pênis curvo é normal?

A curvatura do pênis é algo completamente normal, que a maioria dos homens possuem, e que não leva a nenhum sintoma além da questão do problema estético. O pênis pode aumentar sua curvatura ao longo do tempo, mas no caso do pênis curvo considerado como normal, nunca gerará problemas que causem dor, disfunção erétil ou outros sintomas que afetem a saúde do homem. Se trata de uma condição que pode acontecer em maior ou menor escala, e a curvatura pode ser para qualquer um dos dois lados. Por isso, o pênis curvo pode representar um complexo para o homem e fazer com que este se sinta incômodo ao mostrá-lo durante as relações sexuais. Por isso, deve-se estar ciente de que se trata de algo normal, e não dar tanta importância a isto.

Pênis torto ou doença de Peyronie

Como explicamos anteriormente, a curvatura do pênis é algo comum nos homens, podendo ser mais ou menos acentuada. No entanto, há outro motivo que poderia gerar problemas na aparência do pênis e também na saúde do homem, conhecido como a doença de Peyronie. Neste caso, não estamos falando do pênis curvado, mas do pênis torcido, visto que é mais acentuado. Nos dois casos se trata de uma curvatura do pênis, o que varia é a intensidade e os sintomas gerados.

O pênis é formado por corpos cavernosos, encarregados de se encherem de sangue para que se produza a ereção. Estes corpos cavernosos são cercados por um tecido elástico conhecido como túnica albugínea. A doença de Peyronie surge quando se gera uma fibrose neste tecido elástico, ou seja, se forma uma cicatriz que implica na perda de elasticidade do pênis, por isso que, no momento em que está ereto, este não consegue que toda sua estrutura permaneça reta, fazendo com que o pênis dobre para a direção da cicatriz.

Pênis torto: causas e soluções - Pênis torto ou doença de Peyronie

Doença de Peyronie: sintomas e diagnóstico

A cicatriz que provoca esta torção do pênis representa diversos sintomas que afetam a saúde sexual do homem:

  • Dor no pênis durante a ereção. Sua intensidade pode variar em função do grau da condição que tem a fibrose.
  • Deformidade do pênis. A torção no pênis é acentuada consideravelmente durante a ereção, motivo pelo qual os homens costumam ficar preocupados. Pode ser gerada para os lados, embora seja mais frequente encontrar pênis torto para baixo ou pênis torto para cima.
  • Disfunção erétil. Os problemas de ereção podem ser um sintoma direto da doença, mas também podem derivar de problemas psicológicos do homem ao estar complexado com a curvatura do pênis.

O diagnóstico da doença de Peyronie é realizado através de um exame físico e é facilmente detectável. Após consultar os dados básicos do paciente, deve-se detectar se este apresenta uma curvatura no pênis, áreas endurecidas ou dor durante a ereção. A presença destes fatores permitirão reconhecer a existência da doença e o motivo pelo qual o paciente tem o pênis torto. Também podem-se realizar outros testes, nos casos em que o diagnóstico não for tão claro, como uma ecografia, radiografia e ressonância magnética.

Pênis torto: causas e soluções - Doença de Peyronie: sintomas e diagnóstico

Tratamento da doença de Peyronie

Os tratamentos existentes para curar a doença de Peyronie e fazer com que a pessoa note melhoras em relação ao pênis torto poder se por via oral ou intra-lesional. No primeiro caso, é administrada uma série de remédios a fim de diminuir a placa fibrosa, isto é, as áreas endurecidas. Outros remédios também permitem reduzir levemente a curvatura do pênis. No segundo caso, tratamento via intra-lesional, se realiza a administração de medicamentos diretamente nas placas fibrosas, permitindo assim reduzir a curvatura do pênis, a quantidade de placa fibrosa e a dor. Se trata de um tratamento considerado seguro que é tolerado pela maioria dos pacientes.

Por outro lado, é realizado um tratamento cirúrgico em homens que, por terem o pênis torto, têm problemas na sua vida sexual, impedindo a penetração e gerando dor. A cirurgia deve ser realizada no momento adequado e através das técnicas convenientes.

Pênis torto: causas e soluções - Tratamento da doença de Peyronie

Pênis torto devido a curvatura congênita

Outro dos motivos, deixando de lado a doença de Peyronie, pelos quais uma pessoa pode ter o pênis torcido, é devido a uma curvatura congênita, isto é, que nasceu com ela. Pode ser observada logo nas primeiras ereções e pode ir aumentando conforme o pênis se desenvolve. Isto é gerado quando a uretra é mais curta em relação ao comprimento dos corpos cavernosos presentes no pênis, o que gera a rigidez e que faz com que este se dobre para um dos lado ou até mesmo para baixo.
Nestes casos, não existe a presença da placa de fibrose e não são gerados os sintomas da doença de Peyronie, como disfunção erétil ou dor. Contudo, é possível que a curvatura adquira uma alta intensidade, podendo gerar problemas sexuais, embora isso seja pouco frequente. Nestes casos, se faria uma cirurgia similar a da doença de Peyronie.

Quando ir ao médico?

Tendo em conta os aspectos tratados neste artigo, uma pessoa deve ir ao médico quando percebe que o pênis torto também apresenta outros problemas, como dor e disfunção erétil, afetando a vida da pessoa atingida. Lembre-se que a curvatura do pênis é normal, por isso, se você não apresenta nenhum destes sintomas nem nenhum outro problema além da curvatura, a decisão de ir a um especialista será unicamente para corrigir o problema a partir de um ponto de vista estético.

Este artigo é meramente informativo, no ONsalus.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos médicos nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Pênis torto: causas e soluções, recomendamos que entre na nossa categoria de Sistema reprodutor masculino.

Escrever comentário sobre Pênis torto: causas e soluções

O que lhe pareceu o artigo?
1 comentário
A sua avaliação:
Jefferson Maia
Tenho pinto torto, mas não sinto dor nenhum. Devo me preocupar?

Pênis torto: causas e soluções
1 de 4
Pênis torto: causas e soluções

Voltar ao topo da página