Partilhar

Remédios caseiros para a irritação vaginal

Por Nídia do Carmo, Editora e redatora ONsalus. Atualizado: 21 fevereiro 2018
Remédios caseiros para a irritação vaginal

Um dos motivos mais comuns da consulta ginecológica entre as mulheres é o padecimento de irritação vulvar e vaginal. Este sintoma pode ser manifestado junto com outros como coceira, inflamação, ardência, vermelhidão, descargas abundantes de corrimento vaginal anormal e incômodo ao urinar ou durante as relações sexuais. Todos estes são sintomas de alarme pois, apesar de muitas vezes a irritação vaginal ser provocada por uma higiene íntima inadequada ou uma reação alérgica, em outros casos pode indicar que existe infecção vaginal, o que pode comprometer severamente a sua saúde íntima e sexual.

Neste artigo do ONsalus, insistimos na importância de consultar um ginecologista para fazer os exames adequados. Além disso, indicamos os remédios caseiros para a irritação vaginal que você pode usar para aliviar os sintomas e recuperar o bem-estar.

Causas da irritação vaginal

A irritação da vulva e da vagina podem ser provocadas por diferentes condições, sendo essencial tomar atenção aos sintomas que acompanham a irritação para identificar a causa exata e iniciar o tratamento adequado para cada caso.

Em seguida, mostramos as causas mais comuns da irritação vaginal:

  • Maus hábitos de higiene íntima ou uma higiene íntima excessiva.
  • Reações alérgicas a certos componentes de sabões, lubrificantes, preservativos, tecidos, medicamentos, etc.
  • Alterações hormonais, como as que são produzias após a menopausa, etapa em que as mulheres costumam sofrer de secura vaginal, podendo ser acompanhada de irritação e outros sintomas.
  • Infecções provocadas por fungos, como a candidíase vaginal. Descubra todos os detalhes sobre esta condiç4ao no artigo candidíase: tratamento, sintomas e prevenção.
  • Infecções bacterianas, como a vaginose bacteriana.
  • Infecções provocadas por parasitas, como a tricomoníase.
  • Outras doenças de transmissão sexual, como a clamídia, a gonorreia, o micoplasma genital ou o herpes genital.
  • Doenças de pele.
  • Traumatismos ou presença de um corpo estranho na vagina.

É fundamental consultar o ginecologista caso a irritação da zona íntima não melhore ou seja demasiado intensa e incômoda. Fique alerta para qualquer alteração no odor do fluxo vaginal, já que alterações significativas no mesmo podem indicar algum tipo de infecção vaginal, incluindo as que são transmitidas durante as relações sexuais.

Remédios caseiros para a irritação vaginal - Causas da irritação vaginal

Bons hábitos de higiene íntima

Em muitas ocasiões, a irritação vulvar e vaginal pode ser uma consequência de maus hábitos de higiene íntima ou do uso de produtos altamente irritantes para esta zona tão sensível. Por este motivo, embora não seja exatamente um remédio caseiro, é muito importante insistir na importância de manter uma boa higiene íntima e de cuidar da flora vaginal.

Tome nota das seguintes recomendações para garantir a saúde da área mais delicada do seu corpo a tempo inteiro:

  • Lave a sua zona íntima uma ou duas vezes por dia usando um sabão específico para esta zona do corpo. Tenham em conta que você deve usar um produto que respeite 100% o pH da zona genital e que mantenha uma acidez vaginal adequada.
  • Quando fizer as suas necessidades, limpe sempre a zona genital da frente para trás e nunca ao contrário, já que os micro-organismos presentes na região anal podem ser transferidos para a vagina e provocar infecções.
  • Evite o uso de desodorizantes ou perfumes vaginais, esponjas ásperas ou duras e não faça duchas vaginais.
  • Durante os dias da menstruação, evite passar muito tempo com o absorvente interno ou externo. Eles devem ser mudados a cada 4 ou 6 horas, no máximo.
  • Tente lavar a zona vaginal antes e depois das relações sexuais e não se esqueça de urinar após a relação, já que esta é uma medida indispensável para evitar que os micróbios e as bactérias entrem na vagina e possam chegar a provocar uma infecção na bexiga.
  • Opte por roupa interior de algodão e descarte os tecidos sintéticos que podem provocar irritação.
  • Evite usar roupa de banho, biquíni ou qualquer peça de roupa molhada que esteja em contato com a zona íntima durante muito tempo.
  • Use preservativo em todas as relações sexuais.
Remédios caseiros para a irritação vaginal - Bons hábitos de higiene íntima

Lavagem vaginal com plantas medicinais para reduzir a irritação

Dentro do mundo das plantas medicinais, existem excelentes opções que podem ser usadas como remédio natural para aliviar a irritação vulvar e vaginal, além de prevenir e combater infecções e acalmar a ardência e coceira que impedem o bem-estar cotidiano. Em seguida, indicamos quais são as plantas que oferecem melhores resultados para aliviar a irritação vaginal:

  • Camomila: é um excelente calmante e relaxante natural que ajuda a diminuir a irritação e a coceira. Também favorece a lubrificação natural da vagina, sendo ideal para mulheres que sofrem de irritação e ardência na sua zona íntima graças à secura vaginal.
  • Calêndula: previne as infecções vaginais que, entre outros sintomas, podem causar irritação e ajuda também a curá-las, graças às suas propriedades antibióticas.
  • Arnica: favorece a cura das condições da pele, sendo indicada para problemas como psoríase, eczema, dermatite, etc. e acalmar irritação e coceira.
  • Hamamélis: tem propriedades anti-inflamatórias e ajuda a reduzir a coceira na zona íntima.

Como fazer lavagem vaginal?

Para usar qualquer uma das plantas anteriores como remédio caseiro para a irritação vaginal, recomendamos que você faça lavagens vaginais com elas para, assim, beneficiar de uma aplicação direta.

Você apenas necessita de preparar infusão com a planta selecionada, fervendo 2 colheres de sopa da planta seca em um litro de água, coar e esperar que esfrie. Logo, verta o líquido em um recipiente largo e lave a zona genital com ele, suavemente, durante 10 minutos, aproximadamente.

Remédios caseiros para a irritação vaginal - Lavagem vaginal com plantas medicinais para reduzir a irritação

Banho com óleo de melaleuca ou chá verde

O óleo de melaleuca (ou árvore do chá) é um óleo que se obtém das folhas de uma árvore de origem australiana e, entre as suas propriedades para a saúde, se destacam as antibacterianas, antimicóticas e desinflamantes. Graças a elas, é ideal para aliviar sintomas de infecções vaginais provocadas pelas proliferação de micro-organismos na zona íntima, como é o caso da vaginose bacteriana e da candidíase vaginal. Ajuda a reduzir a irritação, a coceira e o inchaço da vulva.

Neste caso, recomendamos que você prepare um banho de água morna e junte 6 gotas de óleo de árvore do chá. Entre no banho, permaneça por cerca de 20 minutos e verá como o alívio é instantâneo.

Outro produto natural que você pode juntar à água da banheira é uma infusão de chá verde e que o seu conteúdo em taninos faz com que seja útil para desinflamar a área irritada, vermelha ou com coceira e ardência.

Remédios caseiros para a irritação vaginal - Banho com óleo de melaleuca ou chá verde

Aplicação de vinagre de maçã

O vinagre de maçã é um produto duplamente benéfico para melhorar a saúde da zona íntima feminina, especialmente quando ela é vítima de irritações, inflamações ou infecções. Por um lado, regula o pH vaginal e, por outro, combate os patógenos responsáveis pelas infecções, impedindo o seu crescimento excessivo.

Dilua 2 colheres de vinagre de maçã em um litro de água e use o líquido para fazer uma lavagem vaginal, tal como explicado no ponto anterior. Deixe atuar na vagina durante uns 15 a 20 minutos e, logo, enxágue com água fria.

Outra possibilidade é juntar 1/2 xícara de vinagre na água da banheira e tomar um banho relaxante com uma duração de, pelo menos, 20 minutos.

Remédios caseiros para a irritação vaginal - Aplicação de vinagre de maçã

Gel de aloé vera para aliviar a irritação e a coceira

Para terminar, recomendamos a aplicação de gel de aloé vera (também chamado de babosa) na zona como remédio caseiro para a irritação da vagina. As propriedades desta planta são muito populares, mas é possível que você não saiba que também é uma excelente aliada na hora de combater a proliferação de qualquer micro-organismo que exista na vagina. Estes micro-organismos podem provocar uma infecção bacteriana ou micótica, provocando sintomas como irritação, vermelhidão, inflamação, coceira, ardência, etc.

Adquira o gel de aloé vera o mais puro possível, aplique umas gotas do mesmo sobre a zona irritada e, depois de uns 15 ou 20 minutos, enxágue com água fria.

Remédios caseiros para a irritação vaginal - Gel de aloé vera para aliviar a irritação e a coceira

Este artigo é meramente informativo, no ONsalus.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos médicos nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Remédios caseiros para a irritação vaginal, recomendamos que entre na nossa categoria de Sistema reprodutor feminino.

Escrever comentário sobre Remédios caseiros para a irritação vaginal

O que lhe pareceu o artigo?
2 comentários
A sua avaliação:
Jeane
Foi muito útil a informação.
A sua avaliação:
Rayani Mendonça
Nossa, agora entendo que a irritação vaginal pode ser provocada por produtos de higiene, não fazia ideia! Valeu!

Remédios caseiros para a irritação vaginal
1 de 7
Remédios caseiros para a irritação vaginal

Voltar ao topo da página