menu
Partilhar

Rosto inchado devido ao estresse: causas e tratamento

 
Por Dra. Ivonne Nieves Blanco, Médica Cirurgiã. 27 dezembro 2023
Rosto inchado devido ao estresse: causas e tratamento

O estresse faz parte da vida diária das pessoas. Não saber como controlá-lo pode ter consequências, como o desenvolvimento de doenças em diferentes partes do corpo, inclusive no rosto. O edema facial é manifestado por uma pele cansada e inchada.

À medida que os níveis de estresse aumentam, o rosto pode sofrer alterações que, de outra forma, poderiam passar despercebidas. O estresse é uma causa comum de edema facial, agindo como um indicador de que algo está acontecendo no corpo.

Para saber mais sobre esse assunto, convidamos você a continuar lendo este artigo do ONsalus. Nele, você descobrirá por que o rosto incha devido ao estresse, como reduzir o inchaço e qual é o tratamento médico recomendado.

Também lhe pode interessar: O que o nervosismo pode causar na pessoa?

Por que o rosto incha sob estresse?

O estresse desempenha um papel fundamental no aparecimento do inchaço facial. Ao afetar o sistema nervoso, ele desencadeia a liberação de cortisol e adrenalina, hormônios que exercem efeitos em várias partes do corpo, inclusive no rosto. Especificamente, o cortisol, ao dilatar os vasos sanguíneos, permite o aumento do fluxo de sangue e de fluidos para o rosto. Quando essa condição persiste ao longo do tempo, pode resultar em inchaço facial.

A má circulação sanguínea, causada pelo estresse, também contribui para o edema facial. É essencial observar que, em situações estressantes, o fluxo sanguíneo é redirecionado para órgãos vitais e músculos responsáveis por preparar o corpo para a ação. Como resultado, os vasos sanguíneos fornecem menos sangue e nutrientes para a pele do rosto, levando ao inchaço.

Além desses mecanismos fisiológicos, é importante observar que o estresse afeta negativamente hábitos de vida importantes, como a alimentação e a qualidade do sono, o que também se refletirá na saúde da pele. Portanto, é necessário adotar uma série de medidas eficazes que nos permitam gerenciar o estresse, pois além de beneficiar a saúde mental, elas também contribuem para a manutenção de uma pele muito mais saudável e livre de inflamações.

Como reduzir o inchaço do rosto causado pelo estresse

A melhor maneira de tratar o inchaço facial causado pelo estresse é adotar hábitos saudáveis que incluam o gerenciamento eficaz do estresse. Esses hábitos incluem:

  • Adotar uma dieta saudável e equilibrada com baixo teor de sódio: o excesso de sal pode agravar o inchaço facial causado pelo estresse, pois contribui para o aumento da retenção de líquidos.
  • Manter uma boa hidratação: é aconselhável beber bastante água ao longo do dia para manter o equilíbrio hídrico do corpo. A desidratação pode causar retenção de líquidos, contribuindo para o edema facial.
  • Prevenir e controlar alergias ou sinusite: se você sofre de alergias ou sinusite, é fundamental prevenir e controlar essas condições. A congestão nasal crônica pode bloquear os dutos de drenagem linfática no rosto, piorando o inchaço facial.
  • Evite o uso excessivo de álcool e tabaco: o uso excessivo de álcool e tabaco pode agravar a retenção de líquidos, aumentando o risco de edema em várias partes do corpo, especialmente no rosto.

Além disso, há outras dicas que podem ajudá-lo a reduzir o inchaço de um rosto inchado devido ao estresse. Elas são as seguintes:

  • Aplique compressas frias no rosto para reduzir o inchaço. Você pode usar compressas frias ou bolsas de gelo enroladas em um pano fino. Certifique-se de não aplicar gelo diretamente na pele para evitar queimaduras.
  • Massageie suavemente o rosto em movimentos circulares com as pontas dos dedos. Isso pode ajudar a melhorar a circulação sanguínea e reduzir a retenção de líquidos.
  • Eleve a cabeça durante o sono: ao elevar a cabeça durante o sono, você pode evitar o acúmulo de fluidos no rosto. Use travesseiros extras ou ajuste a altura do travesseiro para manter a cabeça elevada.
  • Pratique técnicas de relaxamento: pratique técnicas de relaxamento, como meditação, ioga ou respiração profunda. Essas atividades podem ajudar a reduzir os níveis de estresse e, portanto, o inchaço facial.
  • Use produtos de cuidados faciais específicos para peles sensíveis e hidrate a pele com cremes ou loções suaves.

Tratamento médico do edema facial

Na presença de edema facial, na maioria dos casos, é possível fazer o tratamento em casa. Entretanto, se a condição piorar rapidamente e você sentir dor ou o aparecimento de outros sintomas que afetem sua capacidade de realizar atividades cotidianas, como escovar os dentes, comer ou manter os olhos abertos, é fundamental procurar ajuda médica. Após um exame preliminar, o profissional indicará o curso de ação adequado para lidar com a situação.

O tratamento médico para edema facial pode incluir o seguinte:

  • Anti-inflamatórios não esteroides (AINEs): em casos de inchaço moderado, os AINEs, como o ibuprofeno, podem ajudar a reduzir o inchaço e aliviar o desconforto devido às suas propriedades analgésicas.
  • Anti-histamínicos: se o edema facial estiver relacionado a alergias, podem ser prescritos anti-histamínicos para reduzir a resposta alérgica e a inflamação.
  • Diuréticos: em casos de retenção de líquidos, podem ser prescritos diuréticos para aumentar a eliminação de líquidos pela urina e reduzir o inchaço.
  • Corticosteroides: em situações de inflamação mais grave, podem ser prescritos corticosteroides para reduzir a resposta imunológica e diminuir o inchaço. Esses medicamentos são geralmente administrados na forma de creme ou injetados localmente.
  • Terapia de drenagem linfática: para casos de edema facial relacionados a problemas no sistema linfático, a terapia de drenagem linfática pode ajudar a melhorar o fluxo linfático e reduzir o inchaço.
  • Tratamento da causa subjacente: se o edema facial for resultado de uma condição médica específica, como problemas renais ou cardíacos, o tratamento será direcionado para tratar a causa subjacente.
  • Cirurgia: em casos raros e graves, quando o edema facial estiver relacionado a bloqueios nos dutos linfáticos, a cirurgia pode ser considerada para melhorar a drenagem linfática.

Este artigo é meramente informativo, no ONsalus.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos médicos nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Rosto inchado devido ao estresse: causas e tratamento, recomendamos que entre na nossa categoria de Transtornos mentais.

Bibliografia
  • Fernández-Figueras, M. T. (2007). Reacciones cutáneas a tratamientos farmacológicos y cosméticos. Revista Española de Patología, 40(2), 69-78.
  • Orlandini, A. (2012). El estrés: qué es y cómo evitarlo. Fondo de cultura económica.

Escrever comentário

O que lhe pareceu o artigo?
Rosto inchado devido ao estresse: causas e tratamento
Rosto inchado devido ao estresse: causas e tratamento

Voltar ao topo da página